Searching for "game"

Links Bacanudos #32 – Videogame, guirlandas e runas

links_32

Hoje é sexta-feira e se você não sabe ainda o que fazer neste fim de semana, a Fernanda te dá 13 motivos pra você começar a jogar videogame?

Vai aproveitar o fim de semana pra dar aquela arrumada na casa? Trocar umas coisas de lugar e dar uma mudada na decoração? A Re ensinou como ela pendura quadros na casa dela. Quem sabe você não se anima?

Agora, você tá pensando em fazer uma comidinha gostosa? Escapulir da dieta? Essa receita de brigadeiro sem leite condensado da Cris está… hmmmmm… delícia! Fez a receita? Quer tirar fotos bem bonitas? Esse post do Quase Mineira vai te ajudar a tirar fotos deliciosas de suas receitas.

O natal tá aí e você ainda não enfeitou a casa? Esse post com dicas de guirlandas lindas pra você mesmo fazer vai te conquistar. Dica do Customizando.

A Pequenina Vanilla fez um post bem legal com ilustradoras pra você seguir no Instagram. Meninas lindas e talentosas! Falando em meninas, o Cantinho B tem um texto bem legal sobre feminismo, moda e beleza, vale a pena conferir.

Pra entrar na onda de Star Wars, que está quase aí na nossa cara pra assistir, tem esse trailer japonês lindo que a Nerdiva colocou pra gente ver e rever.

Sabe runas? Aquelas pedrinhas com umas letras estranhas? Então, a Taís fez um post explicando um pouco sobre elas. Eu não sabia de nada que ela escreveu e achei super legal compartilhar isso, conhecimento nunca é demais.

E aí? Hoje teve receita, videogame, guirlandas e runas, ou seja, pra todo mundo um pouco! Que acharam?

E3 2011 e o Game do Beijo!

O assunto que anda em alta? E3 2011! Com muitas novidades, lançamentos, o “novo” console da Nintendo, PSVita (meu mais novo sonho de consumo!) e mais algumas novidades que não lembro agora! E lá foi apresentado um dos jogos mais estranhos dos últimos tempos, um jogo de boliche onde você só consegue jogar a bola e controlar o seu movimento através de beijos de língua (ou beijo francês, sei lá porque…)! Isso mesmo que vocês leram: BEIJOS DE LÍNGUA!!

Como pode se ver na foto, o beijo rola solto para poder controlar tudo. E funciona da seguinte forma:
Primeiro se cola um imã na ponta da língua do jogador.

Ai o outro jogador coloca um receptor, estilo fone de ouvido, que capta os movimentos da língua do companheiro.

E aew é só sair beijando e fazendo Strikes!

Esse jogo se chama Kiss Controller, criado por Hye Yeon Nam, cursando doutorado em Mídias Digitais e Ciência da Computação pelo Instituto Geórgia de Tecnologia, com o intuito de se divertirem e fazer algo diferente.

Infelizmente, ou não, ele ainda não é comercial, até porque tem um grande problema, pois se um dos jogadores engolir o imã, poderá ter um grande problema intestinal, além de impedir novas partidas por algum tempo.

E vocês, testariam o game?

Old Cannon, um webgame simples e divertido

Você já deve conhecer Angry Birds, já deve ter jogado Crush the Castle, e muito provavelmente, se é das antigas, deve lembrar até de Monkey, de QBasic.

Esses jogos tem em comum a simplicidade em sua mecânica e o fato de, mesmo com pouco, serem viciantes. E é destes elementos que Old Cannon se vale.

Nele você controla um canhão, com um único objetivo: destruir construções. Mire e atire com o mouse em pontos estratégicos para abalar a estrutura e vencer. Você tem um nível mínimo que deve ser obtido e três tiros para cada cenário.

A dificuldade é progressiva, e os gráficos são bacanas, todos geométricos, com uma animação que imita filmes mudos antigos.

Simples, divertido e rápido.

Jogue Old Cannon

Pais, Filhos e Games

Semana passada recebi uma noticia fantástica: Vou ser papai de um garotinho que já é super amado. E logo vem na cabeça coisas que quero fazer junto dele, o tipo de educação que vou dar, erros que vejo nos filhos dos outros e em mim mesmo que quero mudar e já imagino a vida toda junto dele… Essa sensação é impar!

No meio desses pensamentos é claro que tem alguns em relação aos games e de como isso pode interferir na vida do meu filho. Não vou priva-lo de jogar, mas não o quero substituindo os prazeres “reais” pelos “virtuais”, vou controlar o tempo, os tipos de games e tentar faze-lo gostar o máximo de atividades físicas, já posso imaginar ele de longboard comigo e com o tio. – rsrsrs….Estou sendo um pai bobo.
Os games podem proporcionar vários bens, como o aumento da capacidade de concentração, raciocínio lógico e abstrato, mas também podem causar danos gravíssimos como a solidão que leva a criança a ter sérios problemas em enfrentar os desafios do dia-a-dia.

Mas é claro que cada caso é um caso, comecei a jogar com uns 8 anos e sempre fui fominha de rua, de bagunça e também de escola. Já meu primo de 9 não quer nem saber de caderno… Só Play2.
Daí acho que o conteúdo que vem antes dos games, os exemplos em casa e os valores que são impostos à criança faz toda diferença na criação do pequeno.

Em fim, Parabéns pra mim, Saúde pro mulekee e Games para nós! xD