Searching for "harry potter"

Edimburgo e Harry Potter

Porque todo fã de Harry Potter deveria conhecer Edimburgo.

Placa Victoria Street - Edimburgo e Harry Potter

Todo bom potterhead (que é como os fãs de Harry Potter se denominam) sabe que a autora do nosso amado livro, Joanne Kathleen Rowling, mora em Edimburgo. Ela vive lá desde 1993 e se inspirou em várias características da cidade para criar o mundo do bruxinho Harry, então é claro que eu quis andar o máximo pelas ruas e lugares da cidade para descobrir cada detalhe que faz de Edimburgo e Harry Potter algo único.

Alguns lugares são tão “a cara dos livros” que dá vontade de morar pra sempre por lá, e é sobre eles que eu vou falar hoje.

Leia mais sobre Edimburgo, a capital da Escócia.

George Heriot School - Edimburgo
George Heriot School ao fundo.

Hogwarts

A Escola Interna George Heriot serviu de ideia para Jo – desculpa, sou íntima – escrever sobre Hogwarts. Não é uma atração turística da cidade, apesar da construção ser bem bonita, mas foi a escola que inspirou J.K. a escolher um sistema de ensino no modelo de internato e dividir as pessoas em casas com cores distintas. Poisé, existe algo assim na terra dos trouxas.

Castelo de Edimburgo - Vista do Arthur's Seat
Castelo de Edimburgo – Vista do Arthur’s Seat

Muitos lugares dizem que Hogwarts também foi feita nos filmes com inspiração do Castelo de Edimburgo e dá pra você entender muito! Apesar de o Castelo de Edimburgo não ter torres altas e pontiagudas como o do filme, acredito que a parte de ser todo construído em cima de um rochedo ter tudo a ver com isso.
Onde fica? 23 Lauriston Pl, Edinburgh

O túmulo de Tom Riddle

Um lugar que eu não fui – sou medrosa – foi o Cemitério Greyfriars. Lá você encontra o túmulo do verdadeiro Tom Riddle e outros nomes famosos que Jo tirou de lá, como McGonagall, por exemplo. Muitos passeios, como o Potter Trail levam o pessoal pra conhecer as lápides com nomes conhecidos dos livros.
Onde Fica?26A Candlemaker Row

Tom Riddel - Tumba
Túmulo de Tom no Greyfriars.

Beco Diagonal

Se você quer se sentir em lojinhas fofas e diferentes, é só andar pela Victoria Street. Lojas pequenininhas, algumas com dois andares, e bem diferentes, que dizem ter sido a inspiração de JK para criar o Beco Diagonal. Até existe na rua uma loja cheia de coisas diferentes voltadas para o público fã de Harry Potter, onde você pode comprar varinhas, ou até mesmo tirar uma foto como um estudante de Hogwarts.
Onde fica? Victoria Street

Victoria Street - Edimburgo
Victoria Street

Loja de Harry Potter na Victoria Street
Loja de Harry Potter na Victoria Street.

Foto na loja de Edimburgo com roupas de Harry Potter
Dentro da loja dá pra se fantasiar.

Passagens secretas

Logo que chegamos em Edimburgo e fui apresentada às passagens estreitas e diferentes que são chamadas de closes eu me apaixonei. Você está andando em uma rua larga e entra em uma passagem pequena e apertada que te leva por escadas até a rua de baixo. Foi algo que me levou muito para o mundo de Harry Potter. Alguns closes são mais famosos como o Advocates Close e o Anchor Close.

Além disso existem vários túneis e passagens secretas por Edimburgo, muitas apresentam atrações como tours fantasmas, como é o caso do The Real Mary King’s Close. Será que saíram daí as inspirações para Câmara Secreta e os corredores secretos de Hogwarts? Já pensou passar de noite por alí?
Onde ficam? Você encontra closes por toda Old Town.

Close em Edimburgo
Close que passa por baixo de alguns apartamentos.

Close em Edimburgo
Close com lojas.

The Elephant House

Já falei deste restaurante por aqui, mas como o post é especial pottermaníaco, ele voltou! O restaurante onde Jo escrevia capítulos de Harry Potter é parada obrigatória pra comer um prato típico escocês, mas ao contrário do que se diz, não foi exatamente aqui que HP surgiu, e sim no Spoon (6A Nicolson St).
Onde fica? 21 George IV Bridge

O quarto de JK

Um dos pontos mais marcantes de quando se anda pelas ruas de em Edimburgo é o Balmoral Hotel, que tem uma torre bem alta com seu relógio todo imponente bem na Princes Street. Lá foi onde J.K. Rowling escolheu para terminar de escrever os últimos capítulos de “Relíquias da Morte”, e você pode ficar no mesmo quarto que ela por £900 por noite.
Onde fica? 1 Princes St

Hotel Balmore de noite
Balmore Hotel e Castelo de Edimburgo vistos do Calton Hill.

Hotel Balmore de dia
Hotel Balmore visto do Scott Monument.

Surpresas

Além de todos os locais citados, ainda adiciono aqui as surpresas que Edimburgo pode trazer pra você, como ver corujas maravilhosas e lindas por um passeio ou topar com pessoas vestidas de personagens de filmes medievais. Edimburgo com certeza tem peculiaridades que contarei em breve por aqui, mas pra mim é uma cidade mágica.

Leituras: Harry Potter e A Pedra Filosofal | J.K. Rowling

A Pedra Filosofal, o primeiro livro de Harry Potter.

Capa do primeiro livro harry potter com um Harry de pano ao lado

Sinopse

Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas.

O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais. Sinopse do Skoob.

Capa de Harry Potter e a Pedra Filosofal

O Primeiro livro de Harry Potter

Escrito por Joanne K. Rowling e lançado em 1997, “A Pedra Filosofal”, primeiro livro de Harry Potter surgiu pra mudar a vida de muita gente por ai. Eu comecei toda errada nas histórias de Harry Potter, como já falei em vídeo no canal, então a APF não foi o meu primeiro livro, mas se tivesse sido, seria o meu divisor de águas. Graças a estes livros eu comecei a me embrenhar no mundo da leitura.

Então este ano resolvi reler todos os livros do bruxinho, de novo, depois de muito tempo. Já devia fazer uns quase 10 anos que não relia HP e sempre é bom revisitar Hogwarts, pois a própria autora diz:

“As histórias que mais amamos vivem em nós para sempre. Não importa se você voltará página por página ou se assistirá aos filmes mais uma vez, Hogwarts sempre estará te esperando.”

— J.K. Rowling em entrevista no ano de 2011.

Como uma fã enorme de Harry Potter foi fácil sentar e reler tudo. Como foi maravilhoso reviver esta primeira aventura! Eu li o primeiro livro com 12 anos, quase a idade de Harry, e pude reviver as angústias, as alegrias, os momentos de curiosidade, a raiva dos Dursley e tudo mais. Tanta coisa eu não lembrava mais da história! Tá explicado porque este livro faz tanto sucesso, não importa a idade, ele tem um ritmo ótimo, uma narrativa intrigante e eu devorei ele em pouco tempo, como era o esperado.

Melhores frases:

“Há coisas que não se pode fazer junto sem acabar gostando um do outro,e derrubar um trasgo montanhês de quase quatro metros de altura é uma dessas coisas.”

“Para a mente bem estruturada, a morte é apenas a grande aventura seguinte.”

“A verdade é uma coisa bela e terrível, e portanto deve ser tratada com grande cautela.”

“Não vale apena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver.”

Leituras: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

crianca_amaldicoada_1

“O oitavo livro da série Harry Potter está chegando, Harry Potter e A Criança Amaldiçoada I & II é a primeira publicação em livro da autora J.K. Rowling sobre o universo do bruxo em oito anos. O texto é baseado no roteiro da peça Harry Potter and the Cursed Child, coescrito pela autora da série, Jack Thorne e John Tiffany, e conta a história após 19 anos os acontecimentos em Hogwarts, onde Harry Potter, Hermione Granger e Rony Weasley enfrentam os Comensais da Morte e Lord Voldemort. Dessa vez Harry tem que lidar com seus trabalhos no Ministério da Magia e ser marido e pai de três filhos.
Enquanto Harry luta com seu passado, seu filho mais novo, Albo, deve brigar, contra sua vontade, com o legado familiar. Uma fusão do passado e do presente, onde pai e filho aprendem a verdade desconfortável: as vezes, as trevas vêm de lugares inesperados.”

crianca_amaldicoada_2

Depois de tanto tempo temos a chance de reviver um pouco da magia do mundo de Harry Potter com o oitavo livro lançado 9 anos após “Relíquias da Morte”. Eu confesso que estava bem com pé atrás com esta obra nova, ainda mais por saber que não é uma coisa 100% J.K.Rowling, mas quando vi na livraria me deu aquela saudade de dias de alvoroço por lançamentos, contagens regressivas e trouxe pra casa um exemplar que devorei em algumas horas, divididas em dois dias. Eu não sabia NADA sobre o livro, pois não quis estragar nenhuma reação e não li nada sobre o assunto, e por isso até me espantei quando vi que ele era em formato de roteiro, o que creio eu ajuda muito na velocidade da leitura.

A história em si corre bem rápida, mas temos pontos fracos, alguns citados neste vídeo que encontrei pela internet, porém entendo que alguns se devem justamente ao fato de ser uma peça e não um filme ou um livro pensado para tal. Apesar desses pontos, foi ótimo saber que eu ainda consigo um feito grandioso de devorar um livro em instantes, que eu posso sim estar empolgada com uma história e me senti novamente com 12/13 anos relendo HP na madrugada.

O que importa aqui em Criança Amaldiçoada é a nostalgia. Crescemos com Harry Potter e hoje temos a oportunidade de sermos como ele, trabalhando, resolvendo as tretas que a vida joga pra gente, não com mágica (que seria realmente bem útil, não?), mas uma vida de adultos. O livro envolve, faz rir, faz você se apaixonar por Escórpio e a Sonserina e deixa mensagens bacanas e lições de pai e filho. Se você quer revisitar Hogwarts, esta é a chance.

Sinopse da Saraiva.

Viagem: The Making of Harry Potter – Warner Bros Tour – Londres

harry_potter_tour_8
Depois de uma introdução de uma guia, o telão sobe e você dá de cara com essa porta. Minha criança interna chorou.

Um dos passeios que eu tinha certeza que queria fazer na viagem pra Londres era a visita aos sets de filmagem de Harry Potter. Foi o passeio que determinou até nossa data de viagem e que foi comprado com um mês de antecedência, tudo pra dar pra poder ir lá e realizar um sonho até então impossível. São muitas fotos e fiz muitos vídeos lá também, pra ter tudo com movimento nos arquivos da viagem.

Acontece que BEM NO DIA a minha garganta estava doendo demais e precisei ir a um médico (olha a importância do seguro!). Fomos correndo e saímos praticamente voando do consultório. Foi tudo contadinho e chegamos faltando 10 minutos aos estúdios. O que é uma viagem sem um pouco de emoção, não é? Ainda bem que lá tudo foi recompensado.

harry_potter_tour_10
Salão Principal em clima de natal.

harry_potter_tour_3
Ônibus que você pega da estação de trem até os estúdios.

harry_potter_tour_1
Entrada da sala do Dumbledore.

harry_potter_tour_2
Maquete de Hogwarts toda com neve, já que era quase natal.

O que você vê lá? Sala do Dumbledore, do Snape e da Umbridge, a Toca, Ministério da Magia, Dormitório e Salão Comunal da Grifinória, Salão Principal, objetos de todos os filmes, perucas e vestimentas, quarto debaixo da escada, Noitebus Andante, Rua dos Alfeneiros, Beco Diagonal, Expresso de Hogwarts, maquete de Hogwarts (E-NOR-ME), cabana do Hagrid, animatronics utilizados no filme (livro do Hagrid, mandrágora etc), basilisco, Bicudo, sem contar sketches de criação de tudo e ainda dá pra experimentar cerveja amanteigada (achei ECA!). Ainda dá pra tirar fotos em uma Firebolt (20 libras a foto) e a loja no final vai te deixar MALUCO e querendo comprar tudo e depois te deixar triste quando você converter as libras.

harry_potter_tour_4
Beco Diagonal.

harry_potter_tour_5
Modelos utilizados no filme.

harry_potter_tour_6
Ministério da Magia.

harry_potter_tour_7
A Toca.

harry_potter_tour_9
Coisas que compramos na lojinha: feijõezinhos de todos os sabores (mesmo!) e um chaveiro de vira tempo. Ainda teve uma caneca da corvinal, um sketchbook de Hogwarts e um patch (já mostrei ele aqui).

Sobre o Passeio: Pra quem é fã vale cada centavo. Fiquei impressionada com tudo que tinham por lá, todos os objetos, cenários, tudo de fazer surtar de amor mesmo. Até o noivo que não é fã como eu achou o passeio muito bacana. Como fomos em época de final de ano, tudo estava com temática natalina, guirlandas, árvores de natal e festões pra todo lado, uma lindeza. Depois que estivemos lá inauguraram a parte nova e agora tem o Expresso de Hogwarts, então imaginem só ter mais uma atração super legal lá?

No passeio as crianças ganham um passaporte pra ir carimbando conforme forem achando certos objetos e locais, assim como no Museu Imperial da Guerra, achei isso super divertido nos museus da Inglaterra e claro, pedi um pra mim.

Tempo de passeio: Ficamos lá por umas 3 horas, sem seguir o audio-guide.

Preço: Para maiores de 16 anos, 33 libras, ou 42,95 libras com direito a audio-guide e livro. Crianças de até 4 anos não pagam e tem pacotes especiais para famílias e grupos, então é só entrar no site pra saber mais.

Como chegar? Leavesden fica bem distante do centro de Londres, então prestem atenção no tempo de vocês. Pegamos o trem para Watford Junction (existem trens que vão direto e outros que demoram mais, então melhor perguntar por lá) e de lá pegamos o ônibus do tour (2 libras para ir e voltar da estação). Recomendam chegar na estação de trem com até 45 minutos de antecedência do seu horário para entrar no tour, assim você não fica de fora.

Para mais informações e compra de ingressos, acesse o site do “The Making of Harry Potter?”.