Searching for "hiro kawahara"

HQ: O Bestiário Particular de Parzifal | Hiro Kawahara

A delicada e bela Parzifal

Capa do O Bestiário Particular de Parzifal, preta com as letras pequenas escritas em azul no topo e uma ganhada de animal em branco no meio

O Projeto

Em junho do ano passado o querido do Hiro Kawahara, ilustrador que sou mega fã, lançou mais um projeto no Catarse, desta vez com jeitinho delicado, bem diferente de Yowyia e Maravilhoso, quadrinhos anteriores dele que já havia comentado por aqui.

Como uma boa seguidora, fã e padawan que sou, logo pedi meu exemplar que chegou por aqui esta semana e já foi devoradíssimo.

Cena de O Bestiário Particular de Parzifal

A História de Parzifal

Anos atrás, uma gestante consultou uma cartomante, que lhe disse que sua filha teria uma vida muito difícil e sofrida. Para fugir deste destino, a mãe leva a criança para viver em uma floresta, acreditando que ali ela estaria segura das dificuldades que a vida lhe reservava. Sem pai e com uma mãe imatura que vivia fora da realidade, Parzifal cresceu sem referências.

Para suprir suas carências, criou muitos amigos imaginários que da melhor maneira possível, eles educaram e a protegeram até a vida adulta, um período muito maior do que lhes era permitido. Na mente de Parzifal, eles tornaram-se criaturas reais, com qualidades, problemas e inseguranças típicas dos humanos.

Um dia, Parzifal sai da floresta para dar à luz na cidade e precisa deixar seus amigos imaginários. A partir daí, sua vida começa a desandar ladeira abaixo. Como nunca aprendeu a lidar com problemas, Parzifal simplesmente fingia que eles não existiam, o que gerava consequências ainda piores.

kit O Bestiário Particular de ParzifalKit da HQ que veio com cards dos personagens, sketchbook fofinho e bottom.

Sobre o Quadrinho

Eu sabia que esta história do Hiro seria mais delicada, mas não sabia que no final eu ia ter adorado tanto. Ele conseguiu explicar bem algumas coisas sem muitas páginas, apenas em falas e fez as passagens de tempo serem bem dinâmicas, assim o quadrinho ficou bem movimentado e eu queria correr logo pra saber o fim da história de Parzifal.

A história é bem triste, porém coloca em chave a ideia que a própria Dory fala em “Procurando Nemo”: “Se você não deixar nada acontecer com ele, então nada vai acontecer com ele.” Parzifal sofre no mundo que ela não conhecia por super proteção da sua mãe e com isso a ideia de protegê-la vai por água a baixo.

Os desenhos estavam demais, claro, eu fiquei apaixonada pelos amigos imaginários que estavam tão bacanas e com um jeito que o Hiro sabe fazer muito bem e é tão característico dele.

Senti apenas falta de uma explicação para Parzifal aparecer grávida, podia ter rolado uma breve explicação de que ela se apaixonou e foi largada, algo assim, pois parece que ela concebeu a criança de nada, tipo um milagre.

Se você estiver procurando uma HQ delicinha de ler, indico muito mais esta obra do Hiro. Ou você já andou lendo?

HQ: Yowiya | Hiro Kawahara

Conheça Yowiya, de Hiro Kawahara

Capa da HQ Yowiya de Hiro Kawahara. Na frente temos Kipky, em amarelo, logo atrás Manon, toda em azul com as letras do título da HQ na frente. Atrás dela, bem ao fundo da composição,  Yowiya.

O Projeto

Esta HQ independente feita por Hiro Kawahara foi para o Catarse ano passado e tive o prazer de ajudá-la a vir à vida. Sou fã do Hiro desde que juntava e colecionava as lâminas das bandejas do Mc Donald’s e a admiração só aumentou quando fiz um workshop com ele há uns anos atrás.

Junto desta HQ veio o Maravilhoso, que já falei por aqui no blog.

A História

Yowiya é um deus que era adorado pelos macacos, mas com a evolução e a massificação do homem na terra, ele deixa de ser adorado, até que Kipky por algum motivo o desperta. Ele agora quer ser adorado pelos humanos, mas o que ele fará pra que isso aconteça?

Para ajudar Kipky nesta aventura temos a personagem de Manon, uma modelo que foi brutalmente assassinada e tem seu corpo astral andando pela terra.

Página mostrando Kipky e Manon andando lado a lado na rua

Sobre o quadrinho

Apesar de contar com 86 páginas, eu senti que a história tinha espaço pra muito mais coisa. A morte de Manon fica pairando no ar, apesar de ser mencionada por várias vezes e dando a entender que ela era importante para o que ia acontecer. Acho que seria legal ter abordado um pouco mais da própria Kipky, que é a personagem principal. Em alguns momentos dá a entender que ela tem alguma doença, mas nunca diz qual.

Adorei a maneira que o Hiro achou pra homenagear pessoas que ele admira, colocando artes espalhadas por todo o quadrinho. E falando em desenho, Hiro arrasou. Principalmente na parte dos macacos, eu fiquei olhando o maior tempão para a página tentando imaginar aquilo tudo acontecendo. Foi muito doido e grandioso e achei que ele conseguiu mesmo passar aquele sentimento.

No geral gostei muito da história, entendi que tem um limite de páginas e que por isso muita coisa pode ter sido deixada de fora para um próximo volume, quem sabe. Seria interessante ter mais um para fechar isso e nos explicar algumas coisas, mas o que me deixou bem chocada foi a maneira que Kipky “destrói” Yowiya. Achei BEM bizarro, mas depois de ler Maravilhoso acho que meio que aceitei. Mesmo assim pareceu bem forte e teria cuidado em indicar a HQ por ai, pois me passou um pouco uma sensação de estupro e não sei, só sei que foi assim.

Cena do quadrinho mostrando coisas caindo de um penhasco

E você, já leu essa HQ? O que achou? Conta aí nos comentários!

HQ: Maravilhoso | Hiro Kawahara

O Maravilhoso mundo de Hiro Kawahara

Capa da HQ Maravilhoso de Hiro Kawahara

Sobre o Hiro

Eu sempre desejei ler as criações do Hiro, um artista, ilustrador e quadrinista brasileiro que é super conhecido no meio dos desenhos por ser criador das lâminas para bandejas do Mc Donalds, e com “Maravilhoso” eu não podia ter começado de jeito melhor.

Tive o prazer de conhecer o Hiro num workshop que fiz em São Paulo há uns anos atrás e depois encontrei com ele novamente na ComicCon Experience em 2015, quando comprei algumas artes que ele estava vendendo por lá, mas infelizmente não havia conseguido os quadrinhos.

Ano passado ele começou um projeto no Catarse para lançamento de Yowiya e em uma das recompensas estava lá: “compre um e leve outro”. Claro que aproveitei e recebi o kit todo em casa.

Foto da HQ Maravilhoso de Hiro Kawahara

O Quadrinho

Um herói que não é herói, não é maravilhoso, aliás, quase não chega a ser um homem. Essa é a história do Homem-Maravilhoso, um pobre coitado imbecil cuja miséria só é superada pela sua estupidez. Ele não tem poderes, não é inteligente, não tem auto-estima, apenas uma mente minúscula que só se preocupa em comer e dormir, para acordar, comer e dormir novamente no dia seguinte. Some-se a isso uma oportunidade de ouro, duas garotas poderosas, uma jornada que deveria ser digna de heróis e uma série de eventos inesperados causados por motivos medíocres. (Good Reads)

Hiro já começa explicando que Maravilhoso foi criado quando ele era ainda uma criança e pede até desculpas pelos palavrões e piadinhas que usa no quadrinho. “Licença poética” concedida e você
é levado por Homem-Maravilhoso, Lumen e Kokopeli em um mundo nonsense e divertido desse anti-herói bem maluco, uma história recheada de coisinhas nojentas, sem noção e um pouquinho de sensualidade, ou seja, o resumo de ideias e brincadeiras de meninos quando mais novos.

Foto da HQ Maravilhoso de Hiro Kawahara
Quadrinho super indicado pra se ter em casa, muito bem feito, todo colorido e com passagens fantásticas! Se interessou? Compre pela editora Polvo Rosa Books.

3 Quadrinhos Independentes Para Você Apoiar

Conheça Estes Quadrinhos Independentes Para Apoiar

Eu praticamente virei a maior viciada em quadrinhos independentes desde que o pessoal começou a surgir com vários para apoio no Catarse. Nunca se foi tão mais simples colocar sonhos em prática com essa ferramenta que por meio de uma vaquinha possibilita que artistas tenham suas obras saindo do computador e indo parar em folhas impressas bem bonitas. Então pra apoiar ainda mais alguns trabalhos que eu adorei, mesmo porque não consigo ajudar todos eu trouxe hoje três que me chamaram a atenção pra vocês conhecerem, e quem sabe apoiarem.

Amahoy por Thiago Egg

Quadrinho Amahoy
Para a impressão de uma HQ publicada na internet em 2016 e que conta a história de habitantes de um mundo fantástico que lutam pela sobrevivência por conta de um grande mal, Thiago Egg tráz o projeto de Amahoy para o Catarse. Dá pra ler o primeiro capítulo on-line e conferir o estilo do quadrinista que é bem simples, porém bem bacana.

A história não tem balões de fala convencionais, o que te faz ficar observando cada quadro e página com atenção para interpretar o que está acontecendo, e é isso que deixa o trabalho tão fantástico! Além disso tudo é bem colorido, então já ganha meu coração.

Thiago Egg é ilustrador e designer gráfico, tem 2 gatinhos, é casado e tem um filhinho de 1 ano. Tem mais de 15 anos de mercado e trabalha como diretor de arte em agências, além do trabalho como freelancer.

Páginas do quadrinho

Space Punch por Fred Cassar e Bruno Moraes

Quadrinho Space Punch

Space Punch conta a história de Mari, que na infância fez um grande amigo através de um aclamado jogo retrô. Agora, anos após se afastarem, é este mesmo jogo que torna possível um reencontro inesperado. Se questionando sobre sua decisão de tentar se aproximar do velho amigo, Mari avança pelas chaves do campeonato, cercada de lembranças e pancadaria espacial.

O que mais me chamou a atenção neste projeto foram as ilustrações magníficas em pixel art do Bruno. Além de lindas elas ainda tem versões em gif no site do projeto e são de um trabalho lindo de ver! Sou muito fã do trabalho dele. Aí ele vai lá e se junta com um cara que manda bem pra caramba em quadrinhos, pronto, não acho que tem onde dar errado. Se você quiser dá pra ler as primeiras páginas da história aqui, te garanto que você vai querer ler o resto.

Páginas do quadrinho

O Bestiário Particular de Parzifal por Hiro Kawahara

Quadrinho: Bestiário Particular de Parzifal

“Parzifal” é uma história delicada e melancólica. É sobre de uma mãe com mais de 40 anos que nunca foi orientada para lidar com o mundo real, mas precisa criar suas filhas dentro de um universo de muitos desafios. É uma história de uma pessoa que tem dificuldades em se tornar adulta. Alguém muito criativo e que nunca teve responsabilidades ou referências e que por isso sempre tomou as decisões erradas, estragando a própria vida e a de outros.

O que dizer do trabalho do Hiro que eu sou fã de carteirinha? A história me lembrou a sinopse de “Capitão Fantástico”, um filme de 2016 que é maravilhoso, e por isso eu já prevejo coisas lindas, delicadas e fofas. Pressinto que posso chorar nesta história, pois já rolou uma identificação pessoal com algumas partes da história.

Neste projeto o próprio quadrinista disse que vai usar um estilo diferente dos últimos trabalhos que ele publicou. Só de olhar para as primeiras páginas que estão no site do Catarse já dá pra entender e babar um pouco no que vai ser esta HQ, cheia de cor e delicadeza.

Uma página do quadrinho

O que acharam das indicações? Tem mais alguma por ai?
Manda pra mim ou escreve nos comentários.