Searching for "inktober"

Inktober 2017

inktober 2017

O que é o Inktober?

O Inktober já é um evento quase que obrigatório para ilustradores que estão neste mundão de internet. Acho que Jake Park, artista estadunidense que criou este desafio, não imaginava a proporção que a ideia que ele teve iria tomar, hoje rolando nos sketchbooks de artistas pelo mundo todo, desde os mais iniciantes até os artistas mais conhecidos, todo mundo no mesmo barco.

Eu e o Inktober

Comecei participando do Inktober em 2015, com o tema “Girls at The Sea”, que virou um zine fofinho que vendi por aqui, e ano passado fiz o tema kung fu para treinar um pouco mais de tecidos e movimentos. Para ente ano eu quis aproveitar a vibe das minhas férias sabáticas e escolhi o tema Paris. Assim eu poderia treinar cenários e composições.

Comecei o projeto aqui no Brasil mesmo, que foi complicado pois eu teria que desenhar coisas por referências fotográficas, mas depois chegando lá tudo ficou mais fácil e me joguei nos sketches urbanos. Foquei em desenhos feitos rapidamente, sem muita borracha – afinal estava bem frio – assim treinava um pouco mais a velocidade, e por este motivo o inktober foi se transformando ao longo do mês. Ficou meio sem unidade, mas quem disse que tem que haver uma? A ideia era DESENHAR!

Foram trinta e um desenhos bem diferentes, mas que eu fiquei bem feliz em fazer.

Quem acompanhou? Curtiram?

Ilustração: Inktober 2016

inktober_1

Ano passado foi a primeira vez que participei de um Inktober, um movimento bastante conhecido por ilustradores e que foi idealizado por Jake Park, um artista de Utah nos EUA. Para participar do projeto, basta desenhar com tinta (ink) um desenho por dia de outubro (october), finalizando o mês com 31 artes.

No ano passado meu Inktober virou um zine, que ainda está disponível pra quem quiser comprá-lo. O tema foram meninas fofas e animais marinhos, coisas que adoro desenhar, mas este ano eu queria algo diferente, que me fizesse sair da zona de conforto. Foi ai que o noivo deu a ideia de fazer o tema kung fu, esporte que praticamos, e eu achei interessante pelos motivos:

1. Me forçaria a praticar posições bem diferentes das que eu estou acostumada;
2. Estudaria mais músculos e traços masculinos, algo que tenho dificuldade;
3. Teria de entender melhor movimento de tecidos e caimento, algo que também não sou muito boa.

Resumindo, eu sairia muito da zona de conforto para a maioria dos desenhos e teria de treinar mais coisas que tenho dificuldade, então, me joguei. Em alguns dias foi complicado fazer os desenhos, não saíam de jeito nenhum, em outros parece que tudo ia mais fácil, foram 31 dias de muito amor e ódio, mas no fim do mês eu finalmente consegui entregar os 31 desenhos.

inktober_2

inktober_3

inktober_4

inktober_5

inktober_6

inktober_7

inktober_8

inktober_9Em chinês, “xie xie“, ou obrigada.

Eles não ficaram muito elaborados como ano passado, mas fiquei feliz com o resultado, pois nesses dias eu tive que apagar e refazer muita coisa. Alguns ficaram bem ruins pra mim, mas não tinha muito tempo hábil pra tentar mais e tive que postar da maneira como saíram, mas é melhor treinar um pouco do que não treinar né?

E vocês? Participaram do Inktober? O que acharam do resultado final?

Inktober 2015

materiais_inktober

Desde 2009 a ideia de Inktober rola pela internet e este ano eu quis fazer parte desse projeto. “Ink” em inglês significa tinta, que junto com “October”, outubro na língua inglesa, formam o “Outubro Tinta”, um mês para postar 31 desenhos em tinta. Ele foi criado por Jake Parker, um artista de Utah nos Estados Unidos e a ideia principal era incentivar o próprio Jake a treinar e desenhar todos os dias com tinta. A ideia é super legal e todo ano o projeto ganha mais adeptos, então este ano me organizei e resolvi que queria participar, principalmente pra me obrigar a sentar e desenhar por uma hora todo dia, e não é que deu certo?

inktober_1

Desenhos 1-9.

No primeiro dia eu apenas desenhei algo que eu queria, mas queria encontrar um motivo, um tema pra seguir, pra me fazer pensar mais ainda no que desenhar, e foi me deixando desenhar sem rumo que o tema saiu: “Girls at the Sea”. Minha paixão por mar e peixes marinhos poderia ser explorada! Além do mais, prefiro desenhar mulheres que homens e me sentiria mais confortável e tentaria focar mais em poses e movimento da composição.

inktober_2

Desenhos 10-18.

Foram vários dias procurando animais na internet pra fazer com os mais variados tipos deles. Além disso busquei explorar a diversidade da mulher: cabelos enrolados, encaracolados, crespos, corpos mais magros, mais cheinhos e por aí fomos por todo mês de outubro. Durante o mês todo usei minha brush pen da Pentel, uma UniPin 0,5, uma Faber-Castell – Ecco Pigment 0.2 e caneta de gel dourada Uni-Ball Signo. Alguns dias incrementei com aquarela, mas quis me limitar apenas às canetas e foi por isso que no final eu comecei a colorir menos os desenhos: meus refis da BrushPen acabaram e tive que economizar.

inktober_3

Desenhos 19-27

Alguns ficaram melhores, outros nem tanto, mas no geral acho que foi bem proveitoso todo o esforço pro projeto. Estou com planos para esses desenhos, mas só vou contar mais pra frente se der certo, enquanto isso vocês podem continuar me seguindo no Instagram (@chell.buzogany) pra ver minhas artes por lá sempre que der. O que vocês acharam?

inktober_4

Desenhos 28-31.

Sketchbook Mochileiro – Mulheres desenhando pelo Brasil

Mulheres desenhando pelo Brasil

Capa escrita Sketchbook Mochileiro com mapa da América do Sul atrás

O Projeto

A Isabella, uma mulher maravilhosa, focada, dedicada a estudar desenho como ninguém, convidou algumas ilustradoras para fazer pate deste projeto lindo e cheio de diversidade chamado Sketchbook Mochileiro, que consiste em um sketchbook viajando por todo país, passando pela mão de mulheres maravilhosas – e olha que sorte eu no meio! – para ilustrarem sobre o tema mulheres do Brasil.

Leia também: Meu sketchbook no Inktober 2017

O Processo

Queria fazer algo bem delicado, então comecei a pensar pelas thumbnails, que são rascunhos pequenininhos feitos rapidamente para saber se o movimento e a composição do desenho vão ficar bacanas. Ali eu já defino que posição eu quero as pessoas e como elas vão ficar dispostas.

Thumbnail, um rascunho bem tosco do desenho que será de três mulheres de mãos dadas
Thumbnail para começar a ideia

Depois passo para uma folha maior e já faço o desenho como quero que ele fique. Olho em algumas referências, se vejo que preciso, (pode ser foto ou outra ilustração de alguém por exemplo) se precisar resolver algum problema. Esta é a parte de dar a forma do desenho. Depois de pronto, uso uma folha de papel manteiga com grafite para passar tudo para o sketchbook.

Mesa com os rascunhos do desenho, o caderno com o desenho mais bem elaborado e ele já transpassado para o sketchbook

Depois passo para finalização. Neste caso escolhi aquarela – usei Winsor & Newton e Pestilento – lápis grafite e lápis de cor (Faber). Para o pontilhismo usei as Micron Sakura. Aproveitei a oportunidade e usei meus pincéis com reservatório de água que comprei ano passado.

Zoom em detalhes de uma das mulheres desenhadas. Aquarela, lápis de cor e pontilhismo

Desenho do sketchbook finalizado - três mulheres diferentes de mãos dadas em uma dançaDesenho finalizado

No final ficou super delicado e mostrou a parceria e a diversidade que eu queria passar entre mulheres. O que acharam?

Quer seguir? Saber mais?

Siga o Instagram e o Facebook do projeto para ver as artes de todas as participantes. Quem já foi: Kris Efe, Lidy Dutra, Fefe Torquato, Mika Takahashi e Thaly Tamura.