carta_10_anos

Este mês a blogagem coletiva do Rotaroots, grupo saudosista de blogueiros, tem como tema “Uma Carta para meu eu de 10 anos atrás”. A ideia é que você “de hoje” escreva uma carta para você mesmo de 10 anos atrás. Use a criatividade, dê conselhos, conte o que você faria de diferente. Os créditos pela ideia são do Hypeness.

Oi Chell, tudo bem?
Sempre começo cartas assim, então não iria começar diferente com você (comigo), né? Sei que você tem hoje seus 15 anos, mas queria te dizer algumas coisas que acho que vão te ajudar daqui pra frente, acredite eu posso dizer isso com toda convicção, afinal, sou você com seus 25 anos. Poisé, sei que todos seus ídolos e paixões platônicas tem essa idade, mas você vai mudar muito de opinião ainda e mesmo tendo medo de crescer, o tempo não parou e a Terra do Nunca continuou lá na segunda estrela a direita.

Sabe esse seu pavor de parecer mais feminina? Acredite, você está desperdiçando potencial, mas saiba que mesmo assim tem gente que te enxerga como você realmente é: uma menina grande. E não duvide que meninos podem gostar realmente de alguém, eles tem sentimentos e são mais parecidos com a gente do que imaginamos. Você pode rir, mas logo logo vai encontrar um cara que vai ficar com você por muito tempo e com ele você vai aprender e crescer muito, mesmo sofrendo muito de saudade por um tempo. Calma a saudade vai doer, mas vai valer a pena, ele é feito especialmente pra gente.

Aproveite cada dia de Sessão da Tarde que você conseguir, a vida de adulto é tão chata quanto você imaginava, mas não se desespere, muita coisa vai ficar bem legal também. AH! Você vai adorar ir em shows, principalmente os de rock. Pode mostrar a língua, mas rock vai ser um dos seus gêneros prediletos de música e você não vai abandonar os musicais, aprenda que tudo pode somar.

Curta muito a família, por pior que as coisas possam parecer eles vão te fazer MUITA falta daqui alguns anos. Trabalhar e morar longe da família é bem difícil, mas você consegue. Sim, você vai mudar de cidade assim como imaginou e mais de uma vez, mas sempre pra melhor então encare com coragem e não tenha medo. Pode chorar a vontade, aliás, chore bastante, ajuda a acalmar e faz dormir, mas você vai se acostumar e tudo vai ficar bem (a Sakura sempre diz isso).

Algumas coisas você não vai perder, mas gostaria de te dar um toque: olhe nos olhos das pessoas enquanto conversa. Não sei em que ponto isso se tornou algo seu, mas tente reparar nisso, no futuro vai ser tão automático que quando você notar, já está olhando pra baixo.

Acredite em você. Eu não vou mentir que duvido até hoje do que posso fazer, mas comece aí! Seus desenhos vão melhorar aos poucos, assim como tudo que você fizer. Você vai estudar até 12h por dia quando fizer cursinho, olha só que doidera? Então tenha calma, as coisas vem aos poucos. Esqueça faculdade de engenharia e oceanografia, design vai te fazer reclamar muito, mas vai te inspirar mais ainda. Dê o seu melhor, porque lá você vai conhecer o melhor e o pior das pessoas.

Sei que você foge da educação física, mas você vai sentir o corpo doer quando começar a trabalhar, então cuide dele a partir de hoje. Falando nisso, o mais importante, CALMA. Essa ansiedade só vai te trazer dores e não poderemos mais comer pastel, que tanto gostamos. Sei que é difícil, ainda luto com ela, mas não custa avisar. Pra não esquecer, sabe o lindo cabelo laranja da Thaís Fersoza na novela “Estrela Guia”? Você tem um igual, mas mais legal: as pontas são rosa.

Sabe as pessoas que só te deixam de lado no colégio? Você só vai manter contato com quem realmente te importam, então deixe elas de lado e seja você mesma sempre! Você aprendeu isso, mas não custa falar. Só pare de achar que você sempre fala besteira, sempre atrapalha os outros, sempre é a besta. Calma você só é você. Muita gente legal vai aparecer na sua vida, gente de todos os cantos. Aproveite.

Nos vemos daqui 10 anos.

Você também pode gostar desses

14 Comments on Blogagem coletiva: Uma carta para meu eu de 10 anos atrás.

  1. Quanto amor pra si mesma. Lyndo! Engraçado quando a gente pára para analisar ainda somos os mesmos e vivemos como há 10 anos atrás rs… a essência taí. Vc não acha? Bjos

  2. RÁÁÁ, você é Michelli que comentou no meu blog! haha achei que não ia encontrar nunca quem era, mas achei e inclusive achei linda sua postagem <3 todo mundo com super mega mudanças na vida e eu lá… "é, eu, é isso aí" HAHAHA

    beijocas! (e que desenhos feras hein menina) <3

  3. Para você de 15 anos, nunca esqueça que SEMPRE estarei do seu lado ( as vezes conectada ou pelo telefone) . Meus olhos, ouvido e coração serão sempre seu porto seguro.Nunca desanime.Erga sua cabeça, confie, lute, tenha FÉ ( promessas de FÉ sempre serão alcançadas). Seja FELIZ, pois nunca conseguirá agradar todos. Papai do Céu é bom, e pode ter certeza que TUDO tem sua hora certa. Conte sempre comigo. Te amo!

  4. Mi, não lembro até hoje o dia em que comecei a olhar as pessoas nos olhos. Eu olhava pra baixo, mas de repente me deu vontade de ver os olhos das pessoas com as quais converso e assim foi e é até hoje <3

    E como eu disse em outra cartinha que li, no colégio a gente aprende a conviver, cria intimidade e também percebe com que tipo de pessoa "não queremos sentar" < parafraseando garotas malvadas, por que na escola sempre tem. Sempre.

    Não sabia do seu blog pessoal, pensei que era apenas o portal. Bom saber que você tem seu cantinho!

    Beijinhos <3

    • @Lena (@lenalucky),

      Oi Lena! Aqui é meu cantinho, sempre foi rsss coloco tudo que gosto, tudo que amo e quero compartilhar =D

      Sim, sempre escolhemos com quem não sentar, adoro Meninas Malvadas rssss

      Volte sempre =*

  5. Oi, Mi!
    To adorando as cartas pq tô vendo que a maioria é muito mais parecido do que pensa. Eu sou uma mulher grande (alta e já fui gordinha), morria de medo de que homem nenhum fosse gostar… rs
    Beijo!

    • @Livs,

      Oi Livs! Então, o meu nem era pela aparência, eu simplesmente achava que homem não tinha sentimentos sabe? Julgava uma raça inferior uahuahaua feminista desde pequena né? =D

  6. Amei!! 🙂

    P.S.: De “quando em vez” passo aqui, mas dá uma preguicinha de escrever – nem todos(as) nasceram para ser blogueiros(as), rs
    Enfim, antes tarde do que nunca. ^^

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *