Resenhas

Vício em cinema, gosto por doramas, paixão por animes e aquela quedinha pelo teatro.

Filmes de Bruxa

E nossa série de posts especiais sobre bruxas continua! Ontem falamos sobre as celebrações e explicando um pouquinho, bem pouquinho mesmo, sobre bruxaria atual e paganismo. Hoje vamos viajar para “o mundo espetacular do cinemaaaa!!!”, como diria Maurício Saldanha (vide Rapadura Cast).

Bruxas no Cinema

O Mágico de Oz (1939)“Após ser capturada por um tornado, Dorothy, uma garota do Kansas, precisa encontrar o caminho de volta para casa, e vai contar com a ajuda de um espantalho, um homem de lata e um leão para acabar com uma bruxa má e conseguir retornar pra casa”

Clássico!! Quem não assistiu está perdendo um ótimo clássico. E temos nele a bruxá má do oeste e Glinda, a bruxa boa do norte. Viu como bruxas nem sempre são más? “Só bruxas más são velhas e feias”.

Bruxas de Eastwick (1987) “Alexandra Medford (Cher), Jane Spofford (Susan Sarandon) e Sukie Ridgemont (Michelle Pfeiffer) são três mulheres que vivem entediadas, na cidade de Nova Inglaterra. Essa rotina é abalada com a chegada de Daryl Van Horne (Jack Nicholson), o homem ideal que elas tanto esperaram. O ricaço começa a satisfazer seus desejos como mulher, iniciando também uma delicada guerra de sexo entre todos os envolvidos. “

Desde que vi este filme surtei em curtir histórias de bruxas e arrisco em dizer que foi meu primeiro filme de bruxas. Primeiro que só nomes de peso fazem o filme, e segundo que adoro o final do filme, que nãon contarei aqui pra não estragar, vai que alguém não viu!

Abracadabra (1993)“Winnie (Bette Midler), Sarah (Sarah Jessica Parker) e Mary (Kathy Najimy) são três bruxas do século XVII, que chegam ao século XX após seus espíritos serem evocados no Dia das Bruxas. Banidas há 300 anos devido à prática de feitiçaria, elas estão dispostas a tudo para garantir sua juventude e imortalidade. Porém precisarão enfrentar três crianças e um gato falante, que podem atrapalhar seus planos.”

AH VAI! Esse filme é muito fofo! E eu adoro as bruxas! Elas são engraçadas, e o zumbi também. Quando eu era pequena eu amava o gato preto.

Bruxas de Salem (1996)“Em Salem, Massachusetts, 1692, algumas jovens fazem “feitiços”. Uma delas, Abigail Williams (Winona Ryder), tinha se envolvido com John Proctor (Daniel Day-Lewis), um fazendeiro casado, quando trabalhou para ele, mas após o fim do caso foi despedida. Assim, desejava a morte de Elizabeth Proctor (Joan Allen), a esposa deste. Elas são descobertas no seu “ritual” e, acusadas de bruxaria, provocam uma histeria coletiva que atinge várias pessoas, sendo que Abby, a jovem desprezada por John, faz várias acusações até ver Elizabeth ser atingida.”

Filme antiguinho, e super interessante pra ver como eram tratadas as “hereges”.

Jovens Bruxas (1996)“Uma jovem (Robin Tunney) se muda de São Francisco para Los Angeles para começar uma nova vida. Lá conhece três alunas do colégio onde estuda que se dedicam ao ocultismo e à magia (tanto que têm a fama de bruxas entre seus colegas). Quando as quatro fazem amizade e começam a praticar magia juntas, desencadeiam um poder que foge do controle, gerando trágicas conseqüências.”

Quem nunca assistiu este filme? Pelo visto 1996 foi o ano das bruxas, né? Filme meio Sessão da Tarde, cheio de terrorzinho e pouco assustador. A famosa frase “dura como uma pedra, leve como uma pluma”,está em outros filmes adolescentes, mas não me lembrarei agora.

Mais filmes de bruxas:

“Da Magia à Sedução” – minha paixão e amor da minha vida!

“A Branca de Neve” – e quem não lembra da velhinha com a maçã?

“A Bela Adormecida” – E eu acho a Malévola a bruxa mais chique!

“A Pequena Sereia” – Adoro a Úrsula passando “batom”.

“A Feiticeira” – E olha a Nicole Kidman chacoalhando o nariz como mais uma bruxa.

“As Crônicas de Nárnia” – A Feiticeira Branca é realmente moça propaganda de sabão em pó!

“Harry Potter” – se eu não falasse ia levar pedradas!

Scarface + Magnólia

Rating: ★★★☆☆Scarface (1983) “Um criminoso cubano exilado (Al Pacino) vai para Miami e em pouco tempo está trabalhando para um chefão das drogas. Em pouco tempo ele ganha mais dinheiro do que jamais sonhou. No entanto ele está na mira dos agentes federais, que o pegam quando ele está “trocando” dinheiro. Porém, a missão toma um rumo inesperado quando, para concretizá-la, ele precisa matar crianças.”

Al Pacino faz um cara realmente durão nesse filme. Esse aí morde abelha! *haha* É incrivel como ele sabe fazer o rapaz ser prepotente ao ponto de incomodar até quem está assistindo, o cara era um doido. O filme tem bastante tiro, ação, muita droga (tanta que o filme poderia se chamar “O Aspirador”), mas ao mesmo tempo é meio parado, talvez por ele ser longo demais. Gostei, mas tem que ser daqueles que agente assiste em dias de inspiração.

Rating: ★★★★☆Magnólia (1999)“O filme narra com habilidade a trajetória de nove personagens durante um dia incomum em uma cidade californiana. Entre as atuações destacadas, estão a de Tom Cruise – como um palestrante de cursos ultramachistas – , que concorreu ao Oscar como coadjuvante; e a de Philip Seymour Hoffman, no papel de um terno enfermeiro. O filme descreve a vida de nove pessoas que moram nos arredores da Rua Magnólia, que tem suas vidas entrelaçadas num intervalo de tempo de vinte e quatro horas.”

E este é o tão comentado filme de Maurício Saldanha, um dos participantes do Rapaduracast e criador do Cabine Celular. E eu digo simplesmente: “FOD*”. Desculpem o termo, mas este filme, que é um drama de pouco mais de três horas (sim, 3 horas de drama), foi um filme que me prendeu na tela do computador. As nove pessoas se entrelaçam com uma rede e o principal do filme é apresentar que “nada é por acaso”. Depois que li esta crítica, aí que surtei mais ainda! Esse é pra quem gosta mesmo. Tom Cruise faz uma atuação surpreendente, achei até meio caricato demais, mas não duvido que hajam pessoas assim no mundo.

Trilhas do meu MP3: Disney

E mais um post sobre o que toca no meu aparelhinho! Hoje o tema é Disney, porque eu amo ouvir as trilhas dos filmes, e claro que os meus desenhos prediletos não poderiam ficar de fora, né? Acho que o próximo será sobre instrumentais e new age, que acham??

1. Parte do Seu Mundo – Pequena Sereia
2. Cores do Vento – Pocahontas
3. A Whole New World – Aladdin
4. Tale as Old as Time – Bela e a Fera
5. Lá Fora – Corcunda de Notre Dame

6. Spoon Full of Sugar – Mary Poppins
7. Kiss The Girl – Pequena Sereia
8. Junto com Teu Sonho – Atlantis
9. Alguém pra Quem Voltar – Mulan
10. Reflection – Mulan

Video Game: PlayStation 1 e Dreamcast

E vamos para a segunda parte da minha vida de jogatina, onde vou mostrar os vídeo games que eu brincava quando era mais nova. Pra quem se interessar, aí vai o link da parte I.

Bem depois do Super Nintendo, não tive nenhum video game MEU, só jogava na casa dos outros. Um que joguei até cansar foi o Playstation 1 da minha tia. Eu e meu irmão passávamos horas zerando todos os jogos do Crash, a rapozinha laranja que, não é do Firefox. Nosso predileto virou o Crash CTR, de corrida.

Depois tinha o Heart of Darkness. Eitha jogo capcioso! Até hoje não zeramos. Tá que o tempo na frente do Play acabou, então vai ver é isso. E o jogo tinha umas cenas nojentas, como as sombras comendo o menino, eca. Mas a história era que o cachorro do menininho era sequestrado por essas sombras-aliens, e ele tinha que resgatá-lo.

Eu também sempre fui fã de corrida e luta, então vivíamos no Need For Speed (como amo tunar carro!) e no Star Wars de luta, que no momento não me lembro do nome. Importante, o porco não era válido para ninguém jogar, já que a velocidade de ataque dele era muito grande e ninguém que estava com ele perdia.

Então, meu primo ganhou um Dreamcast, e nossos domingos (eu, maninho e primoso) eram de puro Sonic na veia! Tínhamos que escolher um personagem e jogar com ele até o fim do dia pois ele não tinha o tal VMU(Visual Memory Unit) que é praticamente um memory card, ou seja, nada de gravar.