Já fiz alguns posts aqui no Chocottone falando de exercícios em momentos diferentes da minha vida, eu sempre tento me manter em movimento constante. Comecei a fazer academia quando meu corpo começou a doer depois de um dia inteiro de trabalho na frente do computador, isso foi lá pela época da faculdade e do estágio, então comecei com aulas de local e musculação. Depois de um tempo, não tinha mais horários para as aulas e comecei a fazer dança do ventre, afinal, vale tudo pra não ficar parada! A dança foi além de um exercício corporal, algo que foi bom para a alma também, mas logo tive que sair de tudo quando mudei de cidade. Por aqui comecei na academia, mas os preços mais salgados da “cidade grande” e a correria do dia a dia me fizeram abandonar os exercícios. Foi então que as dores começaram a voltar e tive que voltar a fazer algo, então encontrei o tal P90X, um programa que promete condicionamento maluco em 90 dias, postei sobre ele aqui e tudo, mas não me agradou. Os exercícios eram ótimos, mas ouvir o mesmo cara, todo dia, estava matando meus neurônios e a minha vontade de fazer exercícios.


Bem, meu namorado adora fazer trilhas e já subiu algumas montanhas bem legais por aqui. Eu acho lindo o que você pode ver de cima dessas montanhas e sempre quis participar dessas aventuras, mas um fator me impediu: falta de preparo. Por conta de bronquite e asma, minha respiração sempre foi minha fraqueza, me cansando com muita facilidade para as coisas e isso sempre foi motivo de brincadeiras e piadas por parte do namorado. Resolvi então juntar minha decepção com o programa dos 90 dias, minha vontade de ter um condicionamento físico melhor e a necessidade de uma atividade que me fizesse cansar pra aliviar estresse, ansiedade e ainda por cima me ajudar com as dores do trabalho.

A assessoria esportiva que existia na agência que eu trabalhava e meus colegas de trabalho corredores me inspiraram a começar essa coisa chamada CORRIDA. No começo eu achava que ia morrer aos 500 m de corrida leve, você acha que não, mas seu corpo vai pedindo mais e mais. A endorfina que seu corpo libera depois do treino compensa todo o momento de sofrimento e suor que você teve antes e então eu comecei a correr. No parque, nas férias, de manhã antes do trabalho… e não é que a coisa foi melhorando?

Hoje, aos poucos, parando de 1 em 1 km, já consigo correr meus 5km e é incrível como a corrida me ajuda a manter a calma, alivia tensão, ansiedade e ainda faz bem pro corpo. Agora os objetivos são: correr os 5 km sem parar, em 30 segundos e participar de uma corrida de rua, vamos?

Fica a dica: Corre Mulherada é um site de meninas lindas que conheço internetisticamente e que falam de coisas bem legais como educação alimentar e dicas pra correr. Corre lá!

Você também pode gostar desses

4 Comments on Correndo como a Mulherada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *