Apesar de 2015 ter sido um número impar (eu sei lá porque prefiro números pares), eu acho que ele foi um ano de muitas coisas diferentes na minha vida, então acho que vale um flashback aqui pra me lembrar como foi um ano bom. Uma coisa é certa, revendo meus posts deste ano em vários lugares eu decidi que este ano não voou, passou na velocidade da luz.

2015_1

Além de mudar o nome do blog, que já se chamava Chocottone há anos, teve muita coisa bacana. Já comecei o ano diferente, com um Reveillon no Morro da Urca com noivo e amigos. Pouco tempo depois já pude comer um sanduba no Mercadão de São Paulo, que era uma grande vontade que eu tinha e fiz um post aqui no blog falando como planejar uma viagem, um post que muita gente gostou, que deu trabalho e eu adorei.

2015_2

Falando nisso, comecei a colocar sobre a viagem que fiz em 2014 no blog e ainda to falando dela. Adoro falar sobre lugares que visito não impota qual, e com isso organizei páginas aqui na lateral do blog pra vocês acharem todos esses passeios de maneira mais fácil. Tem opinião dos lugares, valores, tudo bem completo pra vocês poderem saber certinho de tudo. Não tem só fora do país não! Tem Cunha, Paraty, Foz do Iguaçu e muito mais! Então tem pra todos os gostos, estados e bolsos.

2015_3

Este ano ainda fiz curso de costura pra poder saber melhor das coisas da Alpaka e foi super legal aprender um pouco mais do que se pode fazer com tecidos, entender mais deles e de moldes em geral. Me registrei como uma microempreendedora individual e sou oficialmente uma MEI, tocando a própria empresa e desejando fazer 1001 coisas lindas nela assim que a gente puder.

2015 ainda foi um ano de recordes: Fui em QUATRO casamentos! Pra quem não tinha ido em mais do que dois casamentos em 26 anos isso foi bastante. Comecei a fazer calendários todos os meses aqui no blog, pelo menos assim tenho obrigação de criar coisas mensalmente. Consegui fazer com sucesso o Inktober, algo que queria participar há alguns anos e finalmente rolou. Participei de uma Bravus Race com os amigos do kung fu, algo que foi um desafio e uma conquista pra mim, fiquei feliz demais, assim como quando consegui correr 10 km nos meus treinos, pena que ganhei uma canelite.

2015_4

Aprendi a fazer fatias húngaras, receita da avó materna e ainda a rosca da minha avó paterna, com cheirinho de canela. Duas receitas de família que eu queria muito fazer pra ter no meu repertório de cozinheira. Foram aprendizados demais em um ano e espero que 2016 venha com muito mais!

E o 2015 de vocês? Como foi?

Você também pode gostar desses

4 Comments on E lá se vai 2015

  1. Esse ano passou voando mesmo! A melhor parte é a sensação de dever cumprido (ter terminado a tese). A contrapartida é que depois tu fica mais solto que papel na ventania ;P Vamos ver o que esse novo ano nos reserva.
    Feliz 2016!

  2. Esse ano tava quase o Barry Allen do The Flash. Mas é tão bom saber que algumas coisas das listas de todo mundo foi riscada. Meu 2016 torço pra ser tão intenso quando o 2015! E 3X MELHOR!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *