Dia 8 de Janeiro de 1935, nasceu em uma casa obre e humilde Tupelo, Elvis Aron Presley. Elvis foi o sobrevivente de um difícil parto de gêmeos, e por isso sua mãe não pôde mais engravidar e ter filhos.

Elvis trabalhou como lanterninha de cinema e motorista de caminhão para ajudar seus pais. A família sempre passava por dificuldades. Apesar de tantas adversidades, todo o zelo e dedicação de sua mãe foram recompensados: Elvis concluiu seus estudos em 1953 pela Humes High School em Memphis.

Nas horas vagas, Elvis cantava e tocava seu violão e, eventualmente, arriscava alguns acordes ao piano. Elvis comprava suas roupas em lojas na Beale Street e já nestes anos, era conhecido como um jovem “diferente” dos de sua época, pelo estilo único que ele adotara: roupas excêntricas (como as dos negros) e cabelos mais longos para os padrões da época e costeletas.

Uma de suas maiores virtudes era a sua voz, devido ao seu alcance vocal, que atingia, segundo especialistas, notas musicais de difícil alcance para um cantor popular. A crítica especializada reconhece seu expressivo ganho, em extensão, com a maturidade; além de virtuoso senso rítmico, força interpretativa e um timbre de voz que o destacava entre os cantores populares, sendo avaliado como um dos maiores e por outros como o melhor cantor popular do século 20.

Elvis tornou-se um dos maiores ícones da cultura popular mundial do século XX. Entre seus sucessos musicais podemos destacar “Hound Dog”, “Don’t Be Cruel” e “Love me Tender”. Particulamente no Brasil, foram bem-sucedidas as canções “Kiss Me Quick”, “Bossa Nova Baby”, “Bridge Over Troubled Water”.

Após sua morte, novos sucessos advieram, como “Way Down” (logo após seu falecimento), “Always On My Mind”, “Guitar Man”, “A Little Less Conversation” e “Rubberneckin”. Trinta anos depois de morrer, Presley ainda é o artista solo detentor do maior número de “hits” nas paradas mundiais e também é um dos maiores recordistas mundiais em vendas de discos em todos os tempos com mais de 1 bilhão de discos vendidos em todo o mundo.

Sempre adorei as músicas de Elvis, que são super animadas e divertidas. Já assisti um filme que ele fez, não me lembro o nome, mas ele também era muito bom ator. O filme “Elvis” conta sua história, e seu problema com remédios. Elvis simplesmente tomava remédios para tudo, sem precisar, e no filme tem uma passagem que ele dá remédios para dormir para sua mulher, e faz com que ela durma por dois dias. Esta “paixão por remédios” levou o astro do Rock a uma overdose e no dia 16 de agosto de 1977, ele faleceu.

Fonte: Wikipédia

Você também pode gostar desses

4 Comments on Elvis Presley não morreu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *