Eu sei que eu já postei sobre a série aqui, mas eu não pude me aguentar pra falar de novo! Quando eu postei eu tinha começado a assistir a série, hoje ela já está indo pra quinta temporada e eu acabei de ver a quarta. Só tenho uma coisa a dizer: EXPLODIU MINHA CABEÇA!

1ª Temporada – “A primeira temporada indica um Dexter shakesperiano, indeciso entre sua personalidade assassina e a relação afetuosa que mantém com sua carente namorada e os filhos dela. A trama é completada com os conflitos e afetuosidade existentes entre o protagonista e sua irmã de criação, filha do policial que adotou Dexter quando criança e lhe ensinou um rígido código de conduta para direcionar seus impulsos homicidas.”

A primeira é realmente pra te fazer apaixonar-se pelo Dexter e apresentar como ele é, como vive, como executa as pessoas, seus hábitos sempre iguais e suas manias. A trama gira em cima do Ice Truck Killer (Assassino do Caminhão de Gelo), um serial killer que mata prostitutas na latina Miami e a cada episódio você vai se impressionando até chegar o fim da trama: inesperado.

2ª Temporada – “A segunda temporada centrou seu foco na tênue linha que protege o lado negro de Dexter da punição da Justiça.
A série, enfim, aborda um ângulo diferente do arquétipo de justiceiro, porque o personagem principal, Dexter, é um serial killer que mata com requintes de crueldade e oscila entre ser insensível e ser afetuoso e caridoso com aquelas pessoas que dependem dele. Digna de menção, também, é a trilha sonora da série, que é bastante empolgante.”

Tudo começa quando descobrem mais de 30 corpos no fundo do oceano, e agora? Quem vai pegar o Bay Harbor Butcher (Açougueiro da Baia Harbor). Tensão demaiiiissssss, temporada ótima!

3ª Temporada – “Mostra o lado de Dexter que sente a falta de um amigo verdadeiro, com quem possa compartilhar o seu segredo, porém, com receio de por toda sua vida em risco por este ato.”

Ao meu ver, a mais “paradinha” das temporadas. É incrível como Dexter estuda atos das outras pessoas para cada vez mais tentar não ser um monstro.

4ª Temporada“Um novo serial killer denominado de Trinity está em Miami para uma série de assassinatos, o que traz Lundy de volta à cidade. Nesta temporada, Dexter terá que se dividir entre marido, pai, analista de sangue e serial killer.”

Pense em uma só palavra: TENSÃO. É isso que essa temporada me fez sentir. Do começo ao fim. Foi simplesmente PERFEITA! Mas foi a temporada com mais sangue. Detalhe, o final me fez buscar meu queixo à 7 metros abaixo do chão, simplesmente mais inesperado que tudo!

Não se preocupem, esta série não tem cenas nojentas de partes voando e tudo mais, apenas da enfoque ao sangue. Mas eles tratam o sangue de modo quase “Tarantinesco”, ou seja, com um certo sarcasmo, que depois de um tempo eu só entendo mesmo como uma tinta.

Me prendeu DEMAIS esta série e eu simplesmente não me aguentarei para ver a quinta temporada. Devorei as 4 temporadas em praticamente um mês e pouco. O que pouca gente sabe é que a série é baseada na obra de Jeff Lindsay, que se chama “Darkly Dreaming Dexter”, e eu simplesmente quero muito ler!

Assistam! Não se arrempenderão!

Sinopses : Wikipedia

Você também pode gostar desses

10 Comments on Explodindo a cabeça com Dexter

  1. Eu assisto e adoro! Muito interessante! Parei na 3ª temporada, por falta de tempo (e como você disse, ela é bem paradinha)… Tô querendo continuar! 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *