Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, rápidinhas, curtas e diretas. Hoje temos “Os 8 Odiados”, “O Grande Gatsby”, “Deadpool, “Living on One Dollar” e “Perdido em Marte”.

cinco filmes

Os 8 Odiados (2016)

Rating: ★★★☆☆
Durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

Se você está procurando algo com muito sangue, achou. Aliás, nem precisava dizer isso né? Tarantino é sinônimo de muito tiro, miolos explodindo e piadas ácidas. Gosto do diretor, mas para mim este filme não teve uma razão de existir, sendo apenas violência gratuita e aquele climão de “quem matou Odete Roitman”. É um filme com tomadas bonitas e diálogos longos, mas só.

O Grande Gatsby (2013)

Rating: ★★★☆☆
Nick Carraway (Tobey Maguire) tinha um grande fascínio por seu vizinho, o misterioso Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio). Após ser convidado pelo milionário para uma festa incrível, o relacionamento de ambos torna-se uma forte amizade. Quando Nick descobre que seu amigo tem uma antiga paixão por sua prima Daisy Buchanan (Carey Mulligan), ele resolve reaproximar os dois, esquecendo o fato dela ser casada com seu velho amigo dos tempos de faculdade, o também endinheirado Tom Buchanan (Joel Edgerton). Agora, o conflito está armado e as consequências serão trágicas.

Estava tentando ver este filme há tempos, muita gente adorando e Leonardo DiCaprio pra fazer a felicidade do meu lado adolescente, porém esperava muito mais do filme e ele me desapontou. Apesar dos cenários terem me surpreendido e ele ter toda uma pegada maluca bem parecida com Moulin Rouge (Baz Luhrmann é diretor dos dois), trilha sonora fora dos padrões da época que está sendo representada e tudo mais, achei a história meio fraca e a personagem de Caray Milligan irritante demais. Arte para os olhos, mas nada de impressionante no roteiro.

Deadpool (2016)

Rating: ★★★★★
Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.

Eu não conhecia muito o personagem, mas foi uma grata descoberta! Acho que fazia tempo que não ria tanto no cinema. Tem tiro, porrada, bomba e risadas demais. Espero que este filme sirva para deixarem Wolverine um filme que tenha mais a ver com o personagem e Hugh Jackman possa fazer uma despedida digna do meu personagem preferido.

filmes_3_2

Living on One Dollar (2013)

Rating: ★★★★★
Documentário que conta a história de quatro amigos, que após estudarem Economia na Califórnia, decidem viver com um dólar por dia na Guatemala para poder entender, da melhor forma possível, como a vida na pobreza funciona.

Fui assistir este documentário sem grandes pretensões e acabei chorando. Um povo com uma realidade tão diferente da nossa, tão difícil, custosa e sem possibilidades, ver como eles sobrevivem e como levam suas vidas é algo que te faz parar e pensar na sua vida de modo geral. Indico demais.

Perdido em Marte (2013)

Rating: ★★★★★
O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é enviado a uma missão em Marte. Após uma severa tempestade ele é dado como morto, abandonado pelos colegas e acorda sozinho no misterioso planeta com escassos suprimentos, sem saber como reencontrar os companheiros ou retornar à Terra.

Achei que o filme seria mais um “Gravidade”, com um tom mais sério, mas ele tem uma pegada bem interessante, músicas, alívios cômicos e Matt Damon mandando bem. Achei diferente do que já vimos de filmes de espaço até hoje e muito bem feito. Só fiquei curiosa em saber se aquilo tudo seria possível, mas se você tem esta curiosidade também, clica aqui e assiste o Nerdologia.

E vocês, quais desses já viram e gostaram? Minha lista está enorme e preciso logo contar mais aqui.

Você também pode gostar desses

15 Comments on Os últimos cinco filmes que assisti #3

  1. Ando bem por fora, desses, só assisti Gatsby. Tenho visto muitos documentários, de diversos temas, no netflix e tô meio viciada nisso. É tão bom assistir uma coisa real que você pode fazer identificação e paralelos com a vida real.
    Quero muito assistir Perdido em Marte, gosto de filmes desse tema.
    Beijos.

  2. Eu amei “Perdido em Marte”, me fez rir, chorar, torcer pelo personagem, sabe? Fazia tempo que eu não ficava assim no cinema. Sobre “Os oito odiados”, às vezes amo, às vezes odeio o Tarantino. O filme é bom, tem uma trilha super bacana, mas sei lá, não foi o meu preferido dele não – passou do ponto, ficou longo demais!

  3. Oi Chell, fiquei super interessada no Vivendo com Um Dólar. Já estou procurando por aqui para assistir. Também quero ver o novo do Tarantino, apesar das críticas que tenho lido (parece que ninguém gostou muito, né?). Beijo, beijo :*

  4. Eu estou tão atrasada!! Eu ainda não assisti “Os 8 Odiados ” e sempre que vejo referências fico chateada rs.
    E eu tbm ri demais com Deadpool rs

  5. Desses filme só assisti “Perdido em Marte” e “Deadpool”. AMEI “Perdido em Marte”, mas amei assim com muita mas muita força mesmo. Foi uma surpresa, porque eu não curto tanto assim filmes sobre gente que vai pro espaço e as merdas que acontecem no meio do caminho, mas fui totalmente conquistada pelos personagens e, obviamente, pela trilha sonora espetacular. Quis dançar em marte com Matt Damon? Total. Então é isso mesmo. Agora, com “Deadpool” aconteceu o contrário: eu esperava muito do filme e acabei curtindo bem menos do que esperava. Gosto bem mais dos heróis lado B da Marvel e acho o humor que eles trazem muito mais genuíno do que de gente como o Homem de Ferro, por exemplo. Mas achei que com Deadpool eles perderam a mão? Pode ter muito a ver com o Ryan Reynolds também, que é um ator que eu acho pééééééééssimo, mas vai saber. Me diverti bastante assistindo, mas não curti tanto quanto gostaria ):

    beijo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *