Kung Fu: Cadê a Mulherada? | Chell

Campeonato Paulista de Kung Fu

Eu mordendo duas medalhas do campeonato de kung fu, uma de ouro e uma de prata.

A Arte Marcial

Quem me acompanha há algum tempo sabe que pratico kung fu há três anos. Já rolou vídeo comparando esta luta à dança, contei como foi o começo dos treinos e hoje eu vim mostrar mais um pouco deste esporte que eu sou apaixonada.

O kung fu ou wushu, é uma arte marcial que veio da China e vem dos tempos antes de Cristo. Existem atualmente mais de 400 estilos espalhados pelo mundo.

O Campeonato

Este final de semana (03 e 04 de junho) aconteceu no Ginásio Mané Garrincha em São Paulo o X Campeonato Paulista de Kung Fu e hoje vim contar pra vocês como foi competir pela primeira vez em um campeonato e fazer algumas considerações.

Onde pratico?

Faço aulas na Associação Long Teh em São José dos Campos. A academia fica na Avenida Andrômeda, 2949 no bairo Bosque dos Eucaliptos.

Download: Wallpaper de Junho – Boas Vibrações

Papel de parede de junho – Boas Vibrações

Simulação do papel de parede da semana com um notebook em perspectiva em uma mesa meio bagunçada

Sobre a ilustração

Todo mês eu quase deixo para a última hora a ilustração que vou trazer aqui para o papel de parede. Não sei se é medo de ter uma ideia melhor, mas a questão é que sempre sento e penso o que vou trazer pra vocês. Para o papel de parede de junho eu queria algo especial, pois é um mês que considero “o meu mês”, mesmo fazendo aniversário bem no final de tudo. Por isso sentei e deixei o lápis ir correndo a folha, sem pretensão. No final o que saiu eu fiquei bem contente e achei que podia dar um toque legal com cores no computador.

Atualmente estou estudando iluminação e tentando entender mais sobre cores, partes que sou bem fraca quando se fala de ilustração, por isso estou me forçando a colorir muita coisa e no final achei que ficou tudo bem agradável, com o jeito calmo que eu queria trazer, uma sensação de frescor e tranquilidade.

Material utilizado

Lapiseira 7B para esboços e finalização em caneta brush Pentel. Cores e efeitos no Photoshop.

Pra baixar é só clicar nos links abaixo,
de acordo com a resolução desejada:

1920 x 1080 | 1600 x 1200 | Celular

Ilustração de uma mulher negra de olhos fechados com semblante tranquilo em meio a flores.


Samanta Flôor – Ilustradores Inspiradores

Conheça as ilustrações (e tatuagens) de Samanta Flôor

Foto da Samanta com uma caneta fazendo beiçinho.

Quem é?

Samanta Flôor é uma ilustradora, quadrinista e agora tatuadora que mora lá no sul do nosso país. Ela é formada em Arquitetura pela Universidade Federal de Pelotas e hoje atua como ilustradora e cartunista freelancer para editoras e agências.

Quando conheci o trabalho dela ela ainda estava meio longe de publicar o primeiro zine, o Toscomix (2009), e desde então venho acompanhando todos os trabalhos dessa moça. Eu sou apaixonada no estilo fofo, escrachado e divertido que ela tem nas ilustrações que faz.

Ilustração de Samanta Flôor com sereias em um rio comendo hambúrgueres.Projeto para o aniversário do Hiro.

Um gato em pose sacra com várias mulherzinhas peladinhas penduradas nele.

Onde acho?

Ela já participou de projetos como “MSP Novos 50″ e “Memórias do Maurício”, tem gibis independentes publicados, como o Click e o Três e o livro infantil “O Astronauta de Pijama” é uma coisa fofa de morrer!

Gif com uma mulher deitada de cara entediada, tatuagens vão e vêm da sua pele.

Menino feliz olhando para um escrito de feliz 2016 em forma de fumaça saindo de um foguete.

Humor e fofura na dose certa

O que mais me atrai no estilo da Samanta é o humor que ela consegue colocar em algumas artes, nada forçado, é algo natural e leve. Acho que ela como pessoa deve ser uma pessoa bem alegre e divertida, pois é essa impressão que ela passa.

As historiazinhas que ela vira e mexe posta no Facebook/Instagram também são sempre divertidas e ao mesmo tempo fofinhas. Sempre me pego rindo das mocinhas dormindo em pizza ou piadinhas que tem relação com comida, afinal, comida é amor. Aliás, comida é um dos temas que ela gosta de falar, por isso participou de projetos como o “Guia Culinário do Falido”, pela Balão Editorial, com Fernanda Chiella, Felipe Horas, Marilia Bruno e Leo Finocchi, que ganhou o troféu na categoria humor do HQMix de 2015.

As linhas sempre bem marcadas também são uma característica que me agrada muito, bem como as ilustras em preto e branco que casaram super bem para as tatuagens que ela começou a fazer e que tenho que confessar que desejei.

Tatuagens feitas por Samanta Flôor

Já conhecia essa moça? Não? O que achou? Contaí nos comentários =D

Saiba mais sobre ela:

Site | Facebook | Instagram

Assistir: Cinderella e os Quatro Cavaleiros (2016)

Cinderella and The Four Knights

Seo-woo, Ji-Woon, Ha-Won, Hyun-min, Park Hye-ji e Lee Yoon-sung

A História de Cinderella e os Quatro Cavaleiros

Eun Ha-Won é uma estudante do ensino médio que quer se tornar uma professora, já que era o desejo de sua falecida mãe. Apesar de uma menina brilhante, em casa ela é solitária. Vive com o pai, madrasta e a meia-irmã depois que sua mãe morreu em um acidente de carro, porém seu pai sempre viaja a trabalho e as duas fazem dela gato e sapato.

Um dia, ela ajuda a um homem velho misterioso e ele sugere que ela viva em uma mansão com os primos Kang Ji-Woon, Kang Hyun-Min, Kang Seo-Woo e seu guarda-costas Lee Yoon-Sung, para que ela faça os quatro se entenderem, pois vivem em pé de guerra, em troca ele vai ajudá-la a chegar nos objetivos que ela tanto almeja.

Lee Yoon-sung de terno segurando um guarda chuva para Ha-won, que usa uniforme da escola.

Primeira imagem com a madrasta e a irmã de Ha-won sentadas largadas em um sofá. Segunda imagem com Hyun-min dando de ombros para Hye-ji.

Os personagens

Hyun-min aparece na vida de Ha-Won para transformar tudo. Um cara mimado, egocêntrico, namorador e controlador, que cria toda uma situação no casamento do avô e deixa Ha-Won encabuladíssima, mas ela não leva desaforo pra casa e logo dá uma lição nele, o que dá ao avô uma ideia bem maluca, por assim dizer. Quem é que pensa em colocar uma mulher pra morar entre os 3 netos? Só coisas de dorama mesmo. Ainda mais com a regra de “ser proibido namorar”. Já viu onde isso vai parar né?

Hyun-min tem uma antiga história com Park Hye-ji, uma amiga da infância que ainda é apaixonada por ele, mas ele insiste em tratar mal pra caramba. Menina! Se valoriza!

Seo-woo é o segundo neto, romântico, famoso por suas músicas e um doce de menino. Mas quem diria que também é um cabeça dura e não se relaciona nada bem com seus outros primos. Apesar disso é o que trata melhor Ha-Won.

Ji-Woon é o terceiro, mais rebelde. Nem sabia que pertencia a esta família tão rica da Coreia e tem que se adaptar ao estilo diferente de vida que ele diz odiar, mas pelo que vemos ele bem que se ajusta bem ao dinheiro, não é?

Os três vivem em pé de guerra e só Ha-Won faz eles se unirem e fazerem coisas juntos, como uma família que são. Ela faz tudo com ajuda de Lee Yoon-sung, o secretário particular do avô dos meninos, que sempre está de cara amarrada e tentando ajudar ao máximo, mas será que ele é só mesmo quem achamos que ele é? =O

Ha-won tirando uma selfie com Ji-Woon, que faz um sinal de V com os dedos.

O que achei?

Baseado no romance “Cinderellawa Nemyungui Kisa” de Baek Myo, este dorama foi muito recomendado pra mim e resolvi encará-lo. Eu já havia começado a ver e não tinha gostado do primeiro episódio, mas ainda bem que dei uma segunda chance porque Cinderella e os Quatro Cavaleiros é uma poço de fofura!

De cara você já entende que por mais que hajam situações engraçadinhas, a história tem vários dramas pessoais de Eun Ha-Won, que vive sendo deixada de lado pela madrasta e pela irmã, mas que se mantém firme em seu propósito de ser professora, sempre estudando muito e correndo atrás do que ela quer, trabalhando em vários lugares para conseguir o dinheiro para sua faculdade.

O mais legal desses doramas é ver como a gente começa a torcer para um romance e logo depois tudo começa a mudar, e lá vai a gente suspirar pelo casal mais fofinho. Eu achei uma graça esses dois e a maneira que a história deles se une. Triste, mas algo bonito.

Hyun-min, Ji-Woon e Seo-woo