Searching for "inktober"

Zine: Girls at the Sea

zine girls at the sea

Ano passado consegui participar do Inktober, projeto que consiste basicamente em fazer um desenho por dia no mês de outubro. Acontece que eu adorei muito o resultado e achei que deveria fazer algo a mais com essas ilustrações gracinhas que eu fiz, por isso escolhi as que eu mais gostei e elas viraram um zine, super bacaninha e cheio de amô pra quem quiser comprar.

zine girls at the sea

O livrinho vem com 22 ilustrações, impressas em papel offset e no formato brochura pra você poder colorir, poder tirar do livro e colocar em quadrinhos, ou simplesmente guardar pra você. Cada um custa 14 reais (com frete tipo PAC incluso) e você pode comprá-los clicando aqui. Você vai ser redirecionado pro Mercado Livre e vai poder fazer a compra por lá.

girls_at_the_sea_4

girls_at_the_sea_2

E ai? Gostou? Corre lá e pede o seu porque são poucas unidades.

E lá se vai 2015

Apesar de 2015 ter sido um número impar (eu sei lá porque prefiro números pares), eu acho que ele foi um ano de muitas coisas diferentes na minha vida, então acho que vale um flashback aqui pra me lembrar como foi um ano bom. Uma coisa é certa, revendo meus posts deste ano em vários lugares eu decidi que este ano não voou, passou na velocidade da luz.

2015_1

Além de mudar o nome do blog, que já se chamava Chocottone há anos, teve muita coisa bacana. Já comecei o ano diferente, com um Reveillon no Morro da Urca com noivo e amigos. Pouco tempo depois já pude comer um sanduba no Mercadão de São Paulo, que era uma grande vontade que eu tinha e fiz um post aqui no blog falando como planejar uma viagem, um post que muita gente gostou, que deu trabalho e eu adorei.

2015_2

Falando nisso, comecei a colocar sobre a viagem que fiz em 2014 no blog e ainda to falando dela. Adoro falar sobre lugares que visito não impota qual, e com isso organizei páginas aqui na lateral do blog pra vocês acharem todos esses passeios de maneira mais fácil. Tem opinião dos lugares, valores, tudo bem completo pra vocês poderem saber certinho de tudo. Não tem só fora do país não! Tem Cunha, Paraty, Foz do Iguaçu e muito mais! Então tem pra todos os gostos, estados e bolsos.

2015_3

Este ano ainda fiz curso de costura pra poder saber melhor das coisas da Alpaka e foi super legal aprender um pouco mais do que se pode fazer com tecidos, entender mais deles e de moldes em geral. Me registrei como uma microempreendedora individual e sou oficialmente uma MEI, tocando a própria empresa e desejando fazer 1001 coisas lindas nela assim que a gente puder.

2015 ainda foi um ano de recordes: Fui em QUATRO casamentos! Pra quem não tinha ido em mais do que dois casamentos em 26 anos isso foi bastante. Comecei a fazer calendários todos os meses aqui no blog, pelo menos assim tenho obrigação de criar coisas mensalmente. Consegui fazer com sucesso o Inktober, algo que queria participar há alguns anos e finalmente rolou. Participei de uma Bravus Race com os amigos do kung fu, algo que foi um desafio e uma conquista pra mim, fiquei feliz demais, assim como quando consegui correr 10 km nos meus treinos, pena que ganhei uma canelite.

2015_4

Aprendi a fazer fatias húngaras, receita da avó materna e ainda a rosca da minha avó paterna, com cheirinho de canela. Duas receitas de família que eu queria muito fazer pra ter no meu repertório de cozinheira. Foram aprendizados demais em um ano e espero que 2016 venha com muito mais!

E o 2015 de vocês? Como foi?

Download: Wallpaper de Novembro – (A)Mar Sea

amar sea

Original Inktober

Bem-vindos ao mês de novembro! Este mês o wallpaper para download vai ser com um dos meus desenhos do Inktober, projeto que fiz no mês de outubro e postei um desenho por dia nas minhas redes sociais. Breve os desenhos vão virar mais coisas, mas enquanto isso vocês podem usar um dos meus preferidos como papel de parede no computador, tablet ou até no celular de vocês. Eu já estou usando no meu!

Para Celular
 
Pra computador: 1440 x 900 | 1680 x 1050 | 1920 x 1080

wallpaper_de_outubro

Gostaram do resultado?

Aviso: Organizando a casa

imagem_post

Tem aqueles dias que você acorda e está perdida. Nesses me dá vontade de subir numa canoa e sair cantando como a Pocahontas: “que caminho escolher, qual a melhor solução (…) lá na curva o que é que vem.” É quando o livre arbítrio te joga na cara que tudo que acontecer é fruto de suas escolhas. Há quase um ano atrás eu estava cheia de dores pelo corpo, fazendo sessões de pilates e psicólogo, indo em ortopedistas e fazendo exames, pois meu corpo e minha cabeça pediam socorro, mas aí vieram minhas primeiras férias, minha primeira viagem internacional e meu primeiro vôo de avião. Foi tão mágico que pra mim parece que tudo foi um sonho. Quando voltei foi um baque chegar de férias e ser demitida logo de cara, mas sabe quando você já espera? Não me encaixei na vida desregrada de agências de publicidade que não dão a mínima para saúde e bem estar dos funcionários (a maioria). Em três anos de formada eu já estava em minha quarta empresa e, apesar de aprender e crescer muito como profissional, eu não estava bem. O desafio de criar uma empresa do zero também não é fácil, mas como diz meu noivo: “prefiro a Chell de agora, que tem leves crises de choro, que a outra.”.

Eu sei que tenho batido bastante nessa tecla, mas é que não sei se vocês conseguem imaginar o quanto estou feliz fazendo isso. Tenho mil preocupações, faço curso de gestão, curso de liderança, tento aprender a mexer com planilhas, Excel, Project, leio artigos e livros sobre empreendedorismo e sobre organização pessoal (meu ponto fraco) e com tudo isso na cabeça, consigo ser mais plena e calma com a vida.

Apesar de estar melhor, sou realmente uma pessoa com a cabeça que funciona numa velocidade impressionante (maldita geração cheia de tecnologia e que quer tudo na hora!) e com isso eu sou péssima em me organizar. Queria ser uma pessoa cheia de post its na agenda, cheia de datas organizadinhas e que fizesse valer tudo. Calma, eu sou pontualíssima e não atraso nenhum trabalho, mas a bagunça com que minha cabeça trabalha me faz ser menos produtiva do que eu poderia ser. Já tentei bullet journal, agenda, aplicativos e parece que nada nesse mundo consegue me fazer melhorar isso. Não desisto nunca, mas ainda tenho muito que melhorar, e é aqui que queria chegar.

EU AMO MEU BLOG. Sério, a paixão que tenho em vir aqui e me sentar por horas e horas preparando imagens, fotos, gifs, contando tudo pra vocês é algo que não cabe em mim. Dá trabalho, muito! Fico imaginando as blogueiras profissionais e penso que elas devem ter horas a fio de produção de conteúdo (o que pra mim é visto com brilho nos olhos) e quem não tem blog não sabe como temos que nos dedicar pra colocar tudo por aqui. A questão é que eu tenho uma filha mais nova agora pra cuidar. A Alpaka precisa de uma mãe organizada e cheia de ideias e por conta disso, talvez o blog perca a frequência que ele costumava ter. Não é hiatus, não vou sumir, mas preciso conseguir achar um caminho pra colocar minha cabeça no lugar e assim que isso acontecer eu vou ser capaz de ser mais produtiva e contar mais e mais coisas legais pras pessoas lindas que visitam esse meu cantinho.

O que resolvi mudar por enquanto é a quantidade de posts na semana, antes eram três (segunda, quarta e sexta) e agora transformei em dois (terça e quinta). Não consigo ficar sem vir aqui e mostrar algo bacana, é meu e me ajuda a enfrentar a doidera que é o mundo, então espero que vocês continuem passando por aqui e curtindo tudo enquanto vou me organizando. Enquanto isso estou sempre on-line no Facebook, e tem Inktober rolando firme no Instagram.