Exposição Salvador Dali – Vale Sul Shopping

Exposição “A Divina Comédia” por Salvador Dali

Dante Alighieri

A Divina Comédia é uma obra muito famosa de Dante Alighieri escrita, estimadamente, entre 1304 e 1321. Ela é dividida em três partes (Inferno, Purgatório e Paraíso) e foi originalmente feita em dialeto toscano. Estes poemas contam a história de uma viagem cenográfica por esses três reinos pelos quais a vida humana passa até atingir a perfeição.

Sobre a exposição

Nascido em Figueres em 1904, Salvador Dalí se tornou um famoso pintor surrealista da sua época por seus trabalhos oníricos e bizarros. Para esta exposição, o Vale Sul Shopping de São José dos Campos trouxe a obra completa, com 100 obras originais do artista, todas feitas por xilogravura e aquarela, vindas diretamente de Paris. Todos os desenhos são assinados por Dalí.

As artes fora encomendadas pelo governo da Itália para comemorar o nascimento de Dante, o escritor da obra, porém por conta da polêmica que isto causou (o artista fazendo não era italiano, e sim espanhol) o projeto foi colocado de lado.

O que achei

Apesar de surrealismo não ser um dos meus estilos preferidos, fiquei muito emocionada em ver de pertinho obras originais de um artista tão famoso. Como uma pessoa formada em design e que teve na formação muitas aulas de história da arte, poder chegar pertinho disso é indescritível.

As obras que coloquei aqui são as que mais gostei da exposição, que conta com uma visita guiada virtual com algumas televisões com atores caracterizados explicando o conceito de cada parte da exposição e as obras. Minha parte preferida foram as artes do purgatório, que pra mim conversam melhor com o estilo bizarro e perturbador do artista.

Como vejo?

A exposição fica na Praça de Eventos do shopping até dia 30 de abril. O Vale Sul funciona de segunda a sábado das 10h às 22h, e domingos e feriados das 12h às 20h, e fica na Avenida Andrômeda, 227.

Vídeo: A Ansiedade e Eu | Chell

Eu e a Ansiedade

Eu fazendo careta com texto: A Ansiedade e Eu

Eu já me abri por diversas vezes em textos aqui no blog (1, 2 e 3), mas desta vez eu vim contar um pouco mais da minha vivência com essa coisa que atinge muitas pessoas pelo mundo e ao meu redor.

Não quero colocar receitas de como viver sem ansiedade ou como controlar, apenas vim contar como eu faço, pra quem sabe alguém ver e quem sabe procurar ajuda, pois sei como é difícil mandar na nossa própria mente. Se você gostar do vídeo, pode se inscrever no canal e comentar ai.

Sei que ele ficou maior do que todos os vídeos que eu já gravei, mas é que não quis me prender a algum roteiro, apenas saí contando um pouquinho de mim. Espero que vocês gostem.

O Vídeo

Máscara Preta para Cravos

Máscara Preta para Cravos

Eu usando máscara preta com o escrito : a famosa máscara preta

Depois de me arriscar na argila verde, algo que tem realmente feito minha pele bem melhor, eu resolvi que queria tentar a tal máscara preta para cravos. A mulherada tá toda maluca, gravando vídeo e testando e eu queria ver qualé.

Testando a Máscara Preta

Estava procurando esta máscara há um bom tempo, sempre me falavam que “ia chegar” até que finalmente consegui comprar. Comprei da marca Avenca (pra mim era nome de planta da casa da minha avó) e testei ela duas vezes.

Na primeira vez lavei o rosto com água morna e passei a máscara. É importante deixar ela mais grossinha na região que mais aparecem os cravos, assim fica melhor pra puxar depois que secar. Deixei o tempo necessário pra ela ficar firme e conseguir retirar tudo aquilo. Resultado: nada de nada retirado. Ainda achei que a pele tinha ficado com algumas espinhas no dia seguinte e culpei a máscara .Uma amiga falou pra eu jogar água fria depois pra fechar os poros após usar.

Na segunda vez resolvi ser mais hardcore, tomei um banho para o vapor abrir bem os poros e apliquei a máscara depois, somente na região T, que é onde mais tenho cravos, e… NADA. Não vi cravinho nenhum sair na máscara. Depois usei um gelo no rosto pra fechar bem os poros e evitar as espinhas que surgiram da primeira vez e achei que resolveu, mesmo assim achei a pele mais oleosa depois.

Embalagens da Máscara Preta para Cravos da Avenca

Resultado

Para mim a máscara não adiantou nadinha. Não sei se é porque meus cravinhos são pequenos, se eu apliquei errado (apesar que segui as instruções da embalagem), sei que eu vou só continuar com minha argila verde mesmo, porque além de não ajudar, achei a pele muito mais oleosa depois.

Já usou? Testou? O que achou? Conta pra mim nos comentários!

DIY: Customização de Blusinha com Água Sanitária

Blusinha Nova com Água Sanitária

Blusinha marrom manchada com água sanitária

Devido a percalços do feriado e de minha mente maluca, hoje não tem vídeo, mas tem um faça você mesmo maroto! Há uns dias atrás não sei como consegui a proeza de manchar uma blusinha que acho muito confortável. Depois de ficar triste admirando aqueles pingos de água sanitária eu lembrei de uma customização com água sanitária que fiz uma vez em casa e resolvi reformá-la e fazer algo novinho pra mim. Não é que ficou LINDA? Ai vim contar pra vocês como fazer essa mágica.

Material Necessário

Blusinha manchada ou velha
Barbante
Balde
Água e água sanitária

Como fazer a customização com água sanitária?

Blusinha marrom com o meio começando a ser torcido.
Comece torcendo a roupa pelo meio dela, como demonstrado na imagem. Olha lá a mancha da blusinha atrapalhando tudo.

Mão torcendo a blusinha.

Blusinha já torcida.
Torça ela com jeito até ela ficar toda enroladinha. Se precisar termine de ajustar sem torcer, mas deixando no sentido da rotação.

Linha preta ao redor da blusinha, amarrando tudo.
Depois passe um barbante ou uma linha bem firme ao redor dela. É importante que o barbante seja bem amarrado em todas as etapas.

Blusinha toda enrolada com barbante.
Enrole o barbante por toda a blusinha, bem firme, sem seguir um padrão. Aperte bem e dê um nó para segurar.

Blusinha amarrada em um balde com água e água sanitária.
Coloque em um balde uma quantidade de água suficiente para cobrir a blusinha e coloque bastante água sanitária. Misture e mergulhe a trouxinha que foi feita na água até ela se cobrir totalmente com a água.


Deixe agir por uma hora e veja a mágica acontecer! A parte da blusinha que está em contato com a água vai mudar de cor devido ao produto e a parte que está bem amarrada não, isso é o que dá o efeito final na roupa.

Corte o barbante, enxágue a blusinha com bastante água e lave ela pra que saia bem a água sanitária. Depois é só secar e usar! Ela fica com jeitinho todo o estilo Tie-Dye que você respeita.

Já fez algo do tipo? A ideia é super fácil e baratinha pra se fazer em casa e rola fazer com vários tipos diferentes de roupas.