Quando a gente vira gente grande tudo que víamos como coisas enormes ficam tão pequenas, e coisas que nem víamos ficam de tamanhos enormes! Por exemplo, víamos as roupas da nossa mãe e queríamos ser como ela, mas isso se torna o menor dos nossos problemas quando realmente estamos na situação de mulheres adultas. Com este “crescimento” todo vem as responsabilidades e a parte ruim de ser gente grande. Mas tem tanta coisa legal! Não preciso pedir por um sorvete e ter que implorar por um chocolate. Pra passear é só me arrumar e sair, e claro, tenho um namorado de verdade, nada de paixões pregadas na parede só pra admiração. Tenho o poder de dormir, acordar, escolher minha comida (mesmo que tenham que ser cozinhadas por mim) e isso tudo vai moldando ainda mais nossa personalidade, nossos gostos e nossos jeitos. É tão legal ver como vamos nos descobrindo, encontrando e posicionando nesse mundão, que na verdade é tão pequeno.

Durante 10 anos estive presente em blogs, e é tão gostoso poder ter um cantinho meu onde posso escrever minhas aflições, meus sonhos, compartilhar opiniões ou simplesmente coisas gostosas e divertidas. Já passei por aflição de vestibular, faculdade e hoje estou no “Jogo das Cadeiras”. Adoro conhecer pessoas de lugares diferentes, com jeitos diferentes e já conheci tanta gente nesse mundo blogueiro que eu AMO. Então, sei que é atrasado por demais, mas queria agradecer a todo mundo que entra, comenta, posta e participa, ou participou do Chocottone. Faço ele com carinho e sinto muito deixá-lo meio sem atualizar às vezes, mas é que enquanto crescemos, tem tanta coisa que tem que ser feita que as vezes mal sobra espaço pra uma diversãozinha que for, né? Tem dias que o dia podia demorar mais umas 4 horinhas no relógio.

E feliz aniversário pro blog!

Você também pode gostar desses

5 Comments on Quando a gente vira gente grande

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *