Eu sempre faço textos contando como o crescimento dói. Dói deixar quem você ama ir, ficar longe das pessoas que você mais ama na vida, mas assim as escolhas vão moldando a gente, vão fazendo com que nosso caminho comece a ser escrito por nosso próprio lápis e assim o desenho começa a ser feito. Infelizmente durante este percurso algumas pessoas podem se machucar com alguma coisa, mas procuro seguir meu caminho fazendo o bem, pensando coisas boas e enxergando cores em cada esquina. Quero ter um caminho bonito, cheio de coisas boas pra contar um dia, com amigos que posso sempre contar e um amor que possa me acalentar em dias frios. Mas do nada a vida te joga em caminhos desconhecidos e a gente sente medo, chora muito, até que tudo passa e parece que os dias ficaram mais bonitos ainda e você olha pra trás e vê o quanto você cresceu, o quanto o tempo passou rápido. A gente as vezes quer apresar as coisas, mas elas já são tão rápidas, pra que correr mais né?
Como sempre minha mãe diz: “a gente cria os filhos pro mundo”. Eu cresci ouvindo isso e sabe a única coisa que eu quero pra mim hoje? O MUNDO.

Texto retirado do meu Facebook e escrito há algum tempo.

Você também pode gostar desses

1 Comment on Só quero uma coisa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *