animação

Os Últimos Filmes Que Assisti #11

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “Até o Último Homem”, “Kubo e as Cordas Mágicas”, “A Chegada”, “Estrelas Além do Tempo” e “Lion – Uma Jornada para Casa”.

Até o Último Homem (2016)

Rating: ★★★★★”Durante a Segunda Guerra Mundial, o médico do exército Desmond T. Doss (Abdrew Garfield) se recusa a pegar em uma arma e matar pessoas, porém, durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva mais de 75 homens, sendo condecorado. O que faz de Doss o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso.”

Como fevereiro é mês de Oscar, saímos correndo para assistir o máximo para acompanhar a premiação e começamos por este filme ótimo. Baseado em fatos reais, ele conta uma história emocionante de um rapaz que não muda suas convicções por conta de uma guerra. Ele entende que está ali para ajudar o país, mas sabe que as pessoas naquela guerra são apenas partes de um quebra cabeça muito maior. Uma lição de perseverança e fé.

Kubo e as Cordas Mágicas (2016)

Rating: ★★★★☆”Kubo vive uma normal e tranquila vida em uma pequena vila no Japão com sua mãe. Até que um espírito vingativo do passado muda completamente sua vida, ao fazer com que todos os tipos de deuses e monstros o persigam. Agora, para sobreviver, Kubo terá de encontrar uma armadura mágica que foi usada pelo seu falecido pai, um lendário guerreiro samurai.”

Concorrendo a melhor longa de animação encontrei esta grata surpresa que foi Kubo. Com o filme feito em stop-motion misturado com efeitos computadorizados (aliás, DEMAIS os vídeos mostrando por trás das câmeras, procure!) o efeito das cenas é algo deslumbrante de se assitir. A história é uma gracinha, tem origami, tem trilha sonora bacana e tenho certeza que todos vão adorar quando ver. Só achei um pouquinho previsível a história, mas nada que estrague o todo.

A Chegada (2016)

Rating: ★★★★☆”Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade.”

O filme mais amado e odiado do ano seria esse? Não sei. Eu gostei bastante, toda a reviravolta final, as explicações e tudo mais, o noivo achou fraco. Então acho que vai de pessoa pra pessoa, né? Como tudo nessa vida. Bem interessante como colocaram o pessoal de línguas na frente de um projeto tão grande como o que é mostrado do filme, achei algo genial, já que sempre pensam em pessoas de exatas, engenheiros, matemáticos e por aí vai. O filme traz uma mensagem linda no final, e apesar de não ser tudo isso que o pessoal achou, é um bom filme.

Estrelas Além do Tempo (2017)

Rating: ★★★★★”1961. Em plena Guerra Fria, Estados Unidos e União Soviética disputam a supremacia na corrida espacial ao mesmo tempo em que a sociedade norte-americana lida com uma profunda cisão racial, entre brancos e negros. Tal situação é refletida também na NASA, onde um grupo de funcionárias negras é obrigada a trabalhar a parte. É lá que estão Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da NASA.”

Quando vejo filmes que mostram a segregação dos negros e dos brancos nos EUA eu fico enjoada, enojada e irritada. Me sobe o sangue e eu quero entrar no filme e bater em todo mundo, e foi a cena do chefe de Katherine no banheiro que me representou. Quanto sofrimento, quanta besteira da época, quanto ódio gratuito! Filme maravilhoso de superação, força de vontade e mulheres fortes baseado em fatos reais. Indicadíssimo! E espero que filmes assim continuem a ser feitos, bem como filmes de guerra, pra gente nunca se esquecer de como isso tudo foi horrível.

Lion – Uma Jornada para Casa(2017)

Rating: ★★★★★”Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfretou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.”

O que é este ator mirim, Sunny Pawar, arrasando o nosso coração na primeira parte do filme? Que coisa mais maravilhosa o trabalho dele. A história de Saroo é triste, mas como é vista, no começo, pelo olhar de uma criança, é como se tudo fosse leve, uma brincadeira. Dev Patel entra depois como versão mais velha do garoto e também arrasa corações com todo o drama que ele encara pra descobrir onde está a família dele. Lindo, lindo e mais um baseado em fatos reais.

Assistiram todos esses já? Qual o preferido de vocês? Passem indicações de filmes!

Os Últimos Filmes Que Assisti #10

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, “Rogue One”, “Moana”, “The Fundamentals of Caring” e “Assassin’s Creed”.

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Rating: ★★★★★ “O excêntrico magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) chega à cidade de Nova York levando com muito zelo sua preciosa maleta, um objeto mágico onde ele carrega fantásticos animais do mundo da magia que coletou durante as suas viagens. Em meio a comunidade bruxa norte-americana, que teme muito mais a exposição aos trouxas do que seus colegas ingleses, Newt precisará usar todas suas habilidades e conhecimentos para capturar uma variedade de criaturas que acabam fugindo.”

Eu demorei, mas tinha que falar deste retorno do mundo Pottermaníaco pro cinema. Não tem Harry, não tem Mione, mas tem muita mágica! Por que é maravilhoso? Porque é o mundo mágico visto de uma maneira mais adulta, com magia sem precisar de lugar certo, com muita aparatação e muitos bichinhos maravilhosos. Além de um plot twist bem bacana. Foi legal ver a vida do bruxo como ela é e poder sentir a magia de novo. Eu sou fã. Muito. Então sou suspeita, mas este filme é maravilhoso.

Rogue One – Uma História Star Wars (2016)

Rating: ★★★★★ “Ainda criança, Jyn Erso (Felicity Jones) foi afastada de seu pai, Galen (Mads Mikkelsen), devido à exigência do diretor Krennic (Ben Mendelsohn) que ele trabalhasse na construção da arma mais poderosa do Império, a Estrela da Morte. Criada por Saw Gerrera (Forest Whitaker), ela teve que aprender a sobreviver por conta própria ao completar 16 anos. Já adulta, Jyn é resgatada da prisão pela Aliança Rebelde, que deseja ter acesso a uma mensagem enviada por seu pai a Gerrera. Com a promessa de liberdade ao término da missão, ela aceita trabalhar ao lado do capitão Cassian Andor (Diego Luna) e do robô K-2SO.”

Eu não sabia o que esperar de Rogue One. Teve um pouco de mimimi por causa da personagem principal ser mulher, mas o filme com um arco bem fechadinho foi algo muito bom de se ver. O final não era esperado, mas com o passar do filme você vai pegando como tudo vai terminar. Assim como Harry Potter e Senhor dos Anéis, Star Wars sempre merece ser visto, revisto e revivido.

Moana – Um Mar de Aventuras(2017)

Rating: ★★★★☆ “Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, vinda de uma longa linhagem de navegadores. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Acompanhada pelo lendário semideus Maui, Moana começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.”

O que dizer deste filme que me fez chorar logo no castelinho? Depois de ouvir um podcast com a Natalia Freitas, eu estava ansiosa demais para acompanhar as aventuras de Moana. E que músicas. E que coisa linda! Que história mais cheia de empoderamento e auto-estima essa! Que as histórias sejam mais assim a partir de hoje, empoderando pessoas, principalmente mulheres. Chorei como uma criança? Não, porque as crianças estavam rindo muito.

The Fundamentals of Caring (2016)

Rating: ★★★☆☆ “Ben, um ex escritor, começa a trabalhar cuidando de Trevor, um adolescente que sofre de “Distrofia Muscular de Duchenne”, condição que causa atrofia rápida dos músculos e que o impossibilita de andar e outras coisas mais. Por causa das dificuldades que a distrofia causa, Trevor tem uma rotina muito bem estabelecida, mas com Ben entrando em sua vida, tudo muda com uma viagem de carro pelos EUA.”

Filme pouco falado, mas está lá no Netflix pra fazer a nossa alegria de uma tarde chuvosa. Bem leve, com muito humor negro, este filme traz pra gente um senso de “eu posso tudo” que é algo bem gostoso. Na onda dos filmes de pessoas deficientes, como “Os Intocáveis” e “Como Eu Era Antes de Você”, este tem um tom um pouco diferente chegando a ser simpático o suficiente pra eu dar uma nota 3, mas não vejo a hora de ter um filme de pessoa com deficiência, ao estilo Glee, a pessoa é deficiente, beleza, mas ela vive como todo mundo né?

Assassin’s Creed (2017)

Rating: ★★★★☆ “Callum Lynch (Michael Fassbender) descobre que é descendente de um membro da Ordem dos Assassinos e, via memória genética, revive as aventuras do guerreiro Aguilar, seu ancestral espanhol do século XV. Dotado de novos conhecimentos e incríveis habilidades, ele volta aos dias de hoje pronto para enfrentar os Templários. Versão para as telonas do game Assassin’s Creed.”

Eu joguei um pouco de Assassin’s Creed e por isso não viajei muito na história. Já sabia mais ou menos como o personagem ia parar no passado e tudo mais, mas posso falar? Achei que muita coisa se passou no presente, queria ver mais coisas se passando no passado, como no jogo. Apesar disso, não achei o filme lá dos piores, como li em várias resenhas. Logo logo na sessão da tarde.

gora estou lutando pra ver os filmes que estarão no Oscar, e vocês?

Os Últimos Cinco Filmes que Eu Assisti #8

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “Túmulo dos Vagalumes”, “Truque de Mestre”, “Mogli – O Menino Lobo”, “Star Trek” e “Conan”.

ultimos_filmes_8_1

Túmulo dos Vaga-lumes

Rating: ★★★★☆Os irmão Setsuko e Seita vivem no Japão em meio a Segunda Guerra Mundial. Após a morte da mãe num bombardeio americano e a convocação do pai para a Guerra, eles vão morar com alguns parentes. Insatisfeitos, saem da cidade e acabam num abrigo isolado na floresta, onde lutam contra a fome e as doenças e se divertem com as luzes dos vaga-lumes.

Eu sempre fui curiosa pra assistir esta animação, pois quem curte animes sempre acaba comentando sobre “Túmulo dos Vagalumes”, então resolvi ir atrás e conseguir pra assistir. A história é triste até não poder mais, mas ao mesmo tempo muito poética e delicada. A maneira como duas crianças conseguem se divertir mesmo no meio de uma situação de calamidade é algo que encanta, mas que deixa muito espaço pra você chorar bastante até o final da história.

Truque de Mestre (2013)

Rating: ★★★☆☆Daniel Atlas (Jesse Eisenberg) é o carismático líder do grupo de ilusionistas chamado The Four Horsemen. O que poucos sabem é que, enquanto encanta o público com suas mágicas sob o palco, o grupo também rouba bancos em outro continente e ainda por cima distribui a quantia roubada nas contas dos próprios espectadores. Estes crimes fazem com que o agente do FBI Dylan Hobbs (Mark Ruffalo) esteja determinado a capturá-los de qualquer jeito, ainda mais após o grupo anunciar que em breve fará seu assalto mais audacioso. Para tanto ele conta com a ajuda de Alma Vargas (Melanie Laurent), uma detetive da Interpol, e também de Thaddeus Bradley (Morgan Freeman), um veterano desmistificador de mágicos que insiste que os assaltos são realizados a partir de disfarces e jogos envolvendo vídeos.

Apesar da história ser interessante e o plot twist* do filme ser muito bom, achei alguns efeitos especiais muito exagerados, o que fez as mágicas perderem um pouco de graça pra mim, mas apesar disso, o filme é bacana pra sentar de tarde no sofá e matar tempo. Mark Ruffalo está muito bem neste filme!

Mogli – O Menino Lobo (2016)

Rating: ★★★★☆A trama gira em torno do jovem Mogli (Neel Sethi), garoto de origem indiana que foi criado por lobos em plena selva, contando apenas com a companhia do urso Baloo (Bill Murray) e da pantera negra Bagheera (Ben Kingsley), sem nenhum contato com humanos. O menino é amado pelos animais, mas visto como uma ameaça pelo temido tigre Shere Khan (Idris Elba), que está decidido a matá-lo. Com a família de lobos ameaçada, Mogli decide se afastar. Baseado na série literária de Rudyard Kipling.

A versão live action (com atores reais, pelo menos o Mogli) do filme da Disney de 1967 (você leu certo) é uma graça. Deixa você embasbacado com a qualidade da computação gráfica que temos hoje em dia e ficamos imaginando como gravaram tantas coisas com aquele garotinho em telas azuis pra aplicar animais e floresta ali. As músicas continuam alí, principalmente “Somente o Necessário”, clássico pra quem segue e é fã de animações do Sr. Walt. Um filme bem divertido pra ver com a família toda.

conan_star_trek

Conan, O Bárbaro (2011)

Rating: ★☆☆☆☆O grande guerreiro Corin (Ron Perlman) sempre preparou seu filho Conan (Leo Howard) para ser um legítimo representante dos Cimérios, mas o jovem acabou testemunhando a morte do pai, vítima do terrível Khalar Zym (Stephen Lang), que usa o sobrenatural na busca incansável pelo poder absoluto e para ressuscitar a esposa. Mas o tempo passou e enquanto ele continua impondo seu reinado de terror, Conan (Jason Momoa) está pronto para vingar a sua gente e, principalmente, a sua família. Só ele pode salvar as nações de Hibória da maldade do exército de Khalar.

Já começo avisando que nunca vi a versão com Arnold, filme de 1982, mas ai estávamos passeando pelo Netflix e pensamos: “por que não ver este?”. Se arrependimento matasse. Em apenas 1 minuto de filme a gente percebeu que algo estava bem ruim ali (o que foi aquele bebê de borracha? =O) e não deu outra. Efeitos especiais terríveis, história fraquinha, erros de maquiagem, tudo bem ruim pra gente terminar o filme rindo depois de vários crânios explodindo e sangue espirrado. Talvez só o figurino e o tanquinho de Momoa salvem alguma coisa.

Star Trek: Sem Fronteiras(2016)

Rating: ★★★★☆Desta vez, Kirk (Chris Pine), Spock (Zachary Quinto) e a tripulação da Enterprise encontram-se no terceiro ano da missão de exploração do espaço prevista para durar cinco anos. Eles recebem um pedido de socorro que acaba os ligando ao maléfico vilão Krall (Idris Elba), um insurgente anti-Frota Estelar interessado em um objeto de posse do líder da nave. A Enterprise é atacada, e eles acabam em um planeta desconhecido, onde o grupo acaba sendo dividido em duplas.

Que delícia ir ao cinema e ver o arroz com feijão que dá certo. Com uma pegada bem parecida dos episódios da série de TV, com um enredo nada diferente e uma história básica, Star Trek entrega, pelo menos pra mim, um filme muito divertido e gostoso de se assistir. Fiquei morrendo de vontade de ver em IMAX, mas como por aqui não tem, ficamos no 2D mesmo.

Plot Twist é uma mudança radical na direção esperada ou prevista da narrativa de uma obra.

E vocês, o que viram? Indicam algo do Netflix pra eu ver?

Os últimos cinco filmes que assisti #6

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “O Regresso”, “Redtails”, “Capitão América – Guerra Civil”, “Guerra Mundial Z” e “Zootopia”.

ultimos_filmes_6_1

O Regresso (2016)

Rating: ★★★★☆ “1822. Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.”

Finalmente consegui ver o filme que levou nosso amado Leo DiCaprio a conseguir seu tão sonhado Oscar. Com cenas em lugares lindos o filme mostra este lado oeste americano, com mais gelo do que eu imaginava. Leo leva grande parte do filme sozinho e tem cenas incríveis de situações que ele tem que passar para sobreviver. Como ela faz tudo aquilo sem um bom antibiótico e sai vivo? Não sei, mas o filme é bom!

Redtails (2012)

Rating: ★★★☆☆ “A força aérea americana está sofrendo muitas baixas, envolvendo os bombardeiros em suas missões para as forças aliadas contra a Alemanha. Sem dinheiro para bancar novos investimentos, o Pentágono começar a ter que repensar uma opção até então descartada, que é a de considerar a possibilidade de ter pilotos afro-americanos defendendo as cores do país. E quando estes mesmos jovens formados no programa de treinamento experimental Tuskegee estariam retornando para suas casa, surge a chance de mostrar a coragem contra os poderosos Messerschmitt 262, entre outras poderosas aeronaves da Luftwaffe. Baseado em fatos reais.”

O noivo é apaixonado por aviação e passeando pelo Netflix resolvemos assistir este filme de 2012 com aviões. No começo o filme não parecia que seria tão fraco, mas com o passar das cenas eu comecei a mudar de ideia. O filme trata de um assunto real, mas não consegue dar a carga de drama necessária para o assunto e acaba virando mais um filme bem fraco. Fica a dica pra quem quer saber um pouco deste outro lado da guerra, mas não espere muito.

Capitão América – Guerra Civil (2016)

Rating: ★★★★☆ “Steve Rogers (Chris Evans) é o atual líder dos Vingadores, super-grupo de heróis formado por Viúva Negra (Scarlett Johansson), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Visão (Paul Bettany), Falcão (Anthony Mackie) e Máquina de Combate (Don Cheadle). O ataque de Ultron fez com que os políticos buscassem algum meio de controlar os super-heróis, já que seus atos afetam toda a humanidade. Tal decisão coloca o Capitão América em rota de colisão com Tony Stark (Robert Downey Jr.), o Homem de Ferro.”

Li muitas criticas negativas ao filme, mas eu vou dizer que gostei. Como o filme tem no título “Cap. América”, era de se esperar que o foco fosse mais no personagem de Steve, e realmente foi o que aconteceu. Eu não li a HQ, mas o filme me agradou muito, bem mais que Batman vs. Superman, com bastante ação, mas também muita história pra entendermos o que acontece com os personagens. Notinha de amor para homem-aranha que aparece maravilhoso neste filme.

ultimos_filmes_6_2

Guerra Mundial Z (2013)

Rating: ★★★☆☆ “Uma terrível e misteriosa doença se espalha pelo mundo, transformando as pessoas em uma espécie de zumbis. A velocidade do contágio é impressionante e logo o Governo americano recruta um ex-investigador da ONU (Organização das Nações Unidas) para investigar o que pode estar acontecendo e assim salvar a humanidade, tendo em vista que as previsões são as mais catastróficas possíveis. Gerry Lane (Brad Pitt) tinha optado por dedicar mais tempo a sua esposa Karen (Mireille Enos) e as filhas, mas seu amor a pátria e o desejo de salvar sua família acabam contribuindo para que ele tope a missão. Agora, ele precisa percorrer o caminho inverso da contaminação para tentar entender as causas ou, ao menos, indentificar uma maneira de conter o contágio até que se descubra uma cura antes do apocalipse. Começa uma verdadeira corrida contra o tempo, que mostra-se cada vez mais curto, na medida que a população de humanos não para de diminuir. “

Matando mais um filme que estava na lista fazia tempo, mas confesso que esperava mais. O filme tem algumas situações bizarras que me incomodaram (não vou falar aqui pra não estragar, vai que), mas consegue te fazer ficar tenso com os bichanos zumbizando e correndo. Tratando-se de zumbis, sou mais Walking Dead.

Zootopia: Essa Cidade é o Bicho (2016)

Rating: ★★★★★ “Judy Hopps é a pequena coelha de uma fazenda isolada, filha de agricultores que plantam cenouras há décadas. Mas ela tem sonhos maiores: pretende se mudar para a cidade grande, Zootopia, onde todas as espécies de animais convivem em harmonia, na intenção de se tornar a primeira coelha policial. Judy enfrenta o preconceito e as manipulações dos outros animais, mas conta com a ajuda inesperada da raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e suas infrações. A inesperada dupla se dedica à busca de um animal desaparecido, descobrindo uma conspiração que afeta toda a cidade.”

Mais uma animação maravilhosa da Disney? CLARO! Com lições ótimas sobre preconceito e determinação, Zootopia trás mensagens lindas de uma maneira única e divertida. Estou simplesmente apaixonada pela animação! Assista hoje com sobrinhos, filhos ou sozinho que vai ser lindo.

E ai? Já assistiu todos? O que achou deles?