cigarro

Dia Mundial Sem Tabaco

Hoje comemora-se o Dia Mundial Sem Tabaco. Um dia desse tem que ser comemorado no mínimo por pessoas que tem asma e bronquite, o que é meu caso, haha. Afinal, como é desagradável ter que sair de um lugar porque tem mais uma única criatura e sua turminha fumando. Graças aos bons deuses aqui no estado de São Paulo existe uma lei que proíbe pessoas de fumarem em lugares fechados, o que me permite entrar nestes lugares sem ser incomodada e sem passar mal. Mas em Minas, minha cidade natal, lá não tem essa lei, e o que faço quando estou lá? Sou privada de entrar em alguns lugares, pois já sei que irei passar muito mal. Uma vez andando com um grupo de pessoas encontramos um rapaz do lado de fora de um barzinho, ele estava com o rosto todo vermelho, os olhos lacrimejando e todo inchado, meu primo cumprimentou o rapaz, pelo visto era amigo dele, e perguntou o que aconteceu, ele disse que estava com alergia do cigarro que o pessoal estava fumando do lado de dentro do bar, um bar que é todo coberto e fechado. Acho o cúmulo eu ter que morrer mais cedo com um câncer de pulmão por ser fumante passiva, não fui eu quem escolheu isso, não sou eu que pago até 3/4 reais em um maço cheio de substâncias tóxicas que todo mundo já sabe a anos que faz muito mal à saúde, o mínimo que quero dos fumantes é respeito. Mas tem tanto fumante sem noção no mundo…

A Vida de Quem Vai pra Barzinho

Devo confessar que adoro barzinhos, não que eu seja fã de bebidas alcoólicas, mas é gostoso sentar, comer, tomar um suco e jogar conversa fora. Aliás o motivo pelo qual eu adoro é esse: conversa. Quer coisa mais gostosa que tagarelar sem parar e falar asneira com os amigos? Pra mim não tem, e o barzinho é o  lugar perfeito para isso, porém existem os chatos de barzinho, e são essas criaturas vindas de outra mesa que atrapalham o rendimento da noite de alguém.

Chato Maria-Fumaça

É o chato fumante que não tem nexo. Não levanta pra fumar longe de quem não fuma e acaba fazendo os que não o fazem passarem mal e terem suas noites estragadas por isso. Não é porque não fumo que não tenho direito de ir em um bar. Diz no dicionário:

Bar sm (ingl bar) 1 Balcão onde se servem bebidas. 2 Estabelecimento ou parte de estabelecimento com esse balcão. 3 Móvel ou compartimento em rádio-vitrola, ou em televisor, onde se guardam bebidas. Pl: bares.

Onde se servem bebidas. Nem alcoólicas está ali, ou seja, posso e tenho o direito de ir a um bar, beber suco e ficar sem feder a cigarro. Mas aqui na questão não é nem CHEIRO e sim PULMÃO. Tenho um pulmão fraco que me faz passar mal, fato. Sabe como é, não se escolhe nascer com bronquite asmática no mundo e a fumaça faz queimar os pulmões, mesmo eu não fumando o maldito pauzinho de nicotina fumegante só a fumaça do ar. Pelo menos alguns estados, como o de São Paulo, proíbiu o fumo em lugares assim: TE AMO GOVERNADOR! Aqui saio e sou uma pessoa mais feliz, levem isso logo pra Minas!

O Chato “Te quiero para mi”

Tenho namorado, mas às vezes rola de ir para bar com amigos, e aí entra o problema. Homem não pode ver mulher sozinha que acha que ela está livre e desempedida. Mas,  OK, ele tem o direito de tentar. O problema é quando você já avisou-o da situação e ele não entende. Ou melhor, da uma de “não sou ciumento”. Caros homens, nem toda mulher com namorado sai dando em cima e aceita cantada, entendam, e se o fazem não dizem que tem namorado. O duro é que saí este final de semana e: 1 – o cara não entendeu, 2- estava mais louco que o Robin de tanto álcool que já havia ingerido, 3 – eu tive que zoar com ele e 4- como ele não soube perder me chamou de “sapata”. Homens, sejam bonzinhos e saibam perder uma cantada, ainda mais se a moça já lhe informou que é comprometida.

Consciência: Lei Antifumo

A partir do dia 07 de agosto fica proibido o fumo em lugares fechados no estado de São Paulo. E sabe o que EU tenho a dizer? OBRIGADA!

Todo mundo sabe que o cigarro faz mal, não apenas para o fumande ativo, mas como pessoas como eu, que fumam passivamente. Eu tenho bronquite e asma e não pedi pra nascer com elas, por isso quando alguém acende um cigarro perto de mim minha primeira reação é sair correndo. Primeiro que sinto uma queimação enorme no peito, e segundo, ODEIO feder a cigarro, sim feder, porque aquilo não cheira bem e nem nunca cheirou.

O problema é que nem todas as pessoas do mundo tem consciência que quem não fuma não quer aquele cheiro na roupa e nem ferrar a sua vida com aquilo. Já diria Danilo Gentili: “a fumaça do cigarro é praticamente um estupro, mas no estado gasoso”. E tem fumantes que ainda acham que tem razão (caso de minhas tias por exemplo), e que EU sou a fresca. Se elas não sentem cheiro, o que eu posso fazer? Meu nariz continua sentindo cheiros, minha língua tem o paladar de sempre e quero que eles continuem assim, sem serem queimados e derretidos, mas também quero liberdade pra não sentir o cheiro de quem fuma. Por que eles impõe o fedor à nós que não fumamos e nós não podemos impor a eles que não fumem? Acho que eu tenho mais razões, já que minha “não-fumaça” não mata ninguém, não faz ninguém ficar impotente…

No site da Lei Antifumo, tem informações sobre os lugares que o fumo será o permitido(ruas, calçadas, lugares abertos) e proibido. Espero que esta lei se estenda por todo país, assim poderei frequentar lugares legais, sem sair no meio passando mal.

E pra descontrair…