oceonografa_eu
Under the sea.
Faxineira – Desde criança, lá na minha cidade natal, temos a mesma pessoa cuidando da nossa casa: a Martinha. Eu lembro de ficar conversando com ela no batente da porta enquanto ela fazia alguma coisa e eu e meu irmão pulávamos de um sofá pro outro enquanto ela passava limpando, ou até enceirando o chão. Lembro também que falava pra ela que queria ser faxineira que nem ela, porque arrumar as coisas sempre foi um certo “passatempo” que tive e sempre gostei da casa cheirosa e limpinha que ela deixava pra gente. Aí eu e meu irmão crescemos e a Marta sempre esteve em casa ouvindo nossas baboseiras. Hoje eu ainda vejo ela quase sempre que vou pra Minas e ela continua ouvindo minhas baboseiras. Martinha merece um prêmio!

Oceanógrafa – “A Pequena Sereia” deve ter sua grande parcela de culpa em eu ser apaixonada pelo mar. Me desculpe quem odeia aquários, mas eu tenho que dizer que eu amo todos eles e sem eles eu nunca teria sido feliz sem ver os bichinhos que mais amo, mas os abissais ainda são os que eu mais adoro. Por conta disso, durante minha fase de “o que ser quando crescer” eu pensei seriamente em prestar vestibular para oceanografia. Foi quando vi uma matéria mostrando a vida de um profissional desta área no jornal e desisti.

Astrônoma – Eu só gosto de mundos profundos demais ou distantes demais. Quando me apaixonei pela física, resolvi por um curto espaço de tempo estudar astronomia. Olhar por telescópios, descobrir estrelas, planetas… tudo muito fascinante e terrivelmente difícil! Por isso, passei pro próximo.

Cantora – Confesso! Já quis ser famosa sim, cantar muito, porque cantar faz bem e eu adoro. Fiz uns 6 anos de coral, contando da escola de inglês e o da faculdade juntos, e era uma delícia. Sinto falta até hoje de participar de algum, pena que só em igrejas.

Maluca? Inconstante? Essa sou eu! hahaha e vocês, o que queriam ser?

O meme “Coisas que eu já quis ser” é um oferecimento do grupo de blogueiros de raiz Rotaroots.