fantasia

Leitura: Castelo de Cartas – Rei – Camila Loricchio

Capa do Livro Castelo de Cartas volume 3, Rei

Sinopse

Tensão, mistério e o tempo escorrendo como areia em uma ampulheta. Nesse último livro da Trilogia das Cartas começa a última e mais importante caçada da vida das personagens. Beatrice e Jack se encontram separados dos companheiros. Frentes de busca são formadas. O desespero permeia o ambiente enquanto o tempo se esvai e cada passo perdido pode selar um destino infeliz. Em Castelo de Cartas – Rei temos o aguardado desfecho da história; depois de 8 anos de escrita, a trilogia chega ao seu fim, e a jornada de Beatrice também. Do site da autora.

Ilustração interna do livro Castelo de Cartas volume 3, Rei - Uma sombra de um adulto com outras duas pessoas menores ao lado

O que achei do livro?

A Camila, autora do livro, é minha conhecida de muitos tempos. Já falei sobre os outros dois livros dela – Dama e Valete – por aqui há um bom tempo atrás e ano passado ela colocou em prática um Catarse para lançar o terceiro e último livro da trilogia, o volume do Rei. Claro que eu não poderia ficar de fora e entrei logo na vaquinha.

Ao longo de tantos anos Beatrice amadureceu – assim como a escritora – e fica claro este crescimento. Por meio de um ritmo bem acelerado, que gera na gente uma sensação de urgência e ao mesmo tempo dá uma dinâmica gostosa ao livro, todos os personagens começam a se reunir para achar a personagem principal da história que desapareceu e ninguém sabe onde está. Eu demorei um pouco para me situar, afinal foram anos de diferença entre a leitura do segundo volume e deste agora, mas logo peguei o jeito.

Senti muita falta de ver e ler mais sobre a Beatrice, mas no final tudo foi esclarecido e eu achei um desfecho digno para uma história de fantasia.

Se você se interessou pela história, compre os livros da Camila pelo site do Coletivo Editorial.

Leituras: Harry Potter e A Pedra Filosofal | J.K. Rowling

A Pedra Filosofal, o primeiro livro de Harry Potter.

Capa do primeiro livro harry potter com um Harry de pano ao lado

Sinopse

Conheça Harry, filho de Tiago e Lílian Potter, feiticeiros que foram assassinados por um poderosíssimo bruxo, quando ele ainda era um bebê. Com isso, o menino acaba sendo levado para a casa dos tios que nada tinham a ver com o sobrenatural pelo contrário. Até os 10 anos, Harry foi uma espécie de gata borralheira: maltratado pelos tios, herdava roupas velhas do primo gorducho, tinha óculos remendados e era tratado como um estorvo. No dia de seu aniversário de 11 anos, entretanto, ele parece deslizar por um buraco sem fundo, como o de Alice no país das maravilhas, que o conduz a um mundo mágico. Descobre sua verdadeira história e seu destino: ser um aprendiz de feiticeiro até o dia em que terá que enfrentar a pior força do mal, o homem que assassinou seus pais, o terrível Lorde das Trevas.

O menino de olhos verdes, magricela e desengonçado, tão habituado à rejeição, descobre, também, que é um herói no universo dos magos. Potter fica sabendo que é a única pessoa a ter sobrevivido a um ataque do tal bruxo do mal e essa é a causa da marca em forma de raio que ele carrega na testa. Ele não é um garoto qualquer, ele sequer é um feiticeiro qualquer; ele é Harry Potter, símbolo de poder, resistência e um líder natural entre os sobrenaturais. Sinopse do Skoob.

Capa de Harry Potter e a Pedra Filosofal

O Primeiro livro de Harry Potter

Escrito por Joanne K. Rowling e lançado em 1997, “A Pedra Filosofal”, primeiro livro de Harry Potter surgiu pra mudar a vida de muita gente por ai. Eu comecei toda errada nas histórias de Harry Potter, como já falei em vídeo no canal, então a APF não foi o meu primeiro livro, mas se tivesse sido, seria o meu divisor de águas. Graças a estes livros eu comecei a me embrenhar no mundo da leitura.

Então este ano resolvi reler todos os livros do bruxinho, de novo, depois de muito tempo. Já devia fazer uns quase 10 anos que não relia HP e sempre é bom revisitar Hogwarts, pois a própria autora diz:

“As histórias que mais amamos vivem em nós para sempre. Não importa se você voltará página por página ou se assistirá aos filmes mais uma vez, Hogwarts sempre estará te esperando.”

— J.K. Rowling em entrevista no ano de 2011.

Como uma fã enorme de Harry Potter foi fácil sentar e reler tudo. Como foi maravilhoso reviver esta primeira aventura! Eu li o primeiro livro com 12 anos, quase a idade de Harry, e pude reviver as angústias, as alegrias, os momentos de curiosidade, a raiva dos Dursley e tudo mais. Tanta coisa eu não lembrava mais da história! Tá explicado porque este livro faz tanto sucesso, não importa a idade, ele tem um ritmo ótimo, uma narrativa intrigante e eu devorei ele em pouco tempo, como era o esperado.

Melhores frases:

“Há coisas que não se pode fazer junto sem acabar gostando um do outro,e derrubar um trasgo montanhês de quase quatro metros de altura é uma dessas coisas.”

“Para a mente bem estruturada, a morte é apenas a grande aventura seguinte.”

“A verdade é uma coisa bela e terrível, e portanto deve ser tratada com grande cautela.”

“Não vale apena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver.”

Leituras: A Dança dos Dragões | George R. R. Martin

A Dança dos Dragões

Ilustração da capa do livro, onde um dração enorme e negro encara a pequena Daenerys em meio a um mar de pessoas que assiste da arquibancada

Sinopse

O Norte jaz devastado e num completo vazio de poder. A Patrulha da Noite, abalada pelas perdas sofridas para lá da Muralha e com uma grande falta de homens, está nas mãos de Jon Snow, que tenta afirmar-se no comando tomando decisões difíceis respeitantes ao autoritário Rei Stannis, aos selvagens e aos próprios homens que comanda. Para lá da Muralha, a viagem de Bran prossegue. Mas outras viagens convergem para a Baía dos Escravos, onde as cidades dos esclavagistas sangram e Daenerys Targaryen descobre que é mais fácil conquistar uma cidade que substituir de um dia para o outro todo um sistema político e económico. Conseguirá ela enfrentar as intrigas e ódios que se avolumam enquanto os seus dragões crescem para se tornarem nas criaturas temíveis que um dia conquistarão os Sete Reinos?

Sou de câncer, sou dramática

Eu já havia lido os outros volumes d’As Crônicas de Gelo e Fogo havia um bom tempo. Lembro de carregar esses livros enormes pra lá e pra cá quando comecei a trabalhar logo depois de formada. Gramatura horrenda mesmo, que deixa o livro gigante e pesado de se carregar, aliás.

Pra resolver o problema, arrumei um e-book deste quinto volume para ficar mais fácil o que não adiantou muito, já que demorei mais de dois anos pra terminá-lo. Achei que era algum tipo de maldição, praga, carma, qualquer azaração possível porque eu não conseguia engrenar na leitura dele. Li até outros livros no meio do caminho, mas ele sempre ficava pra trás. Então resolvi que esse ano eu tinha que terminar! Nem que fosse de outra maneira. E pá! Foi lembrar da existência de audiobooks e fui salva.

Achei um link na internet com o livro todo em áudio e colocava o bendito pra tocar enquanto estudava desenho. Foi minha salvação. Em pouco mais de uma semana terminei o livro, que só ficou interessante mesmo lá pro final.

O que achei

Capa do livroTive que reler o começo várias vezes, e como ele é arrastado. A gente vai passando pela vida em Westeros, Muralha… e nada parece que vai acontecer. Quando acontece você está lá pro final do livro, mais especificamente lá para a página 800 e qualquer coisa e então o circo começa a pegar fogo! Se você viu a última temporada da série, sabe o que eu tô falando.

Não sei se foi por conta de ter ouvido a passagem, mas a cena de Cersei Lannister respondendo pelos pecados dela foi emocionante, forte, bem como me lembrava na série, mas como temos os pensamentos dela descritos no livro a coisa fica melhor a cada passo que ela dá. Pra mim a melhor passagem deste volume.

No todo vemos todo o tabuleiro se mexendo para quem sabe coisas mais emocionantes num próximo livro. Diz a lenda que serão sete, então imagino o sexto sendo mais enrolado ainda ao me ver, principalmente se for tão grande. Fiquei na dúvida se o sexto livro vai seguir a mesma linha da série, que aliás seria bem interessante, pois alguns personagens tem os destinos mudados, e eu acho que a solução da HBO foi bem legal.

No geral, apesar de achar o começo bem massante, a historia me prendeu novamente e eu fiquei realmente desejando o próximo livro. Enquanto o sexto livro não sai, para meu alívio, já que demorei tanto esse, vou aproveitar e devorar vários!

Você já teve um livro desse, encantado, que você nunca acaba? Já leu este? Conta aí nos comentários!

Sinopse do Skoob.

Leituras: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

crianca_amaldicoada_1

“O oitavo livro da série Harry Potter está chegando, Harry Potter e A Criança Amaldiçoada I & II é a primeira publicação em livro da autora J.K. Rowling sobre o universo do bruxo em oito anos. O texto é baseado no roteiro da peça Harry Potter and the Cursed Child, coescrito pela autora da série, Jack Thorne e John Tiffany, e conta a história após 19 anos os acontecimentos em Hogwarts, onde Harry Potter, Hermione Granger e Rony Weasley enfrentam os Comensais da Morte e Lord Voldemort. Dessa vez Harry tem que lidar com seus trabalhos no Ministério da Magia e ser marido e pai de três filhos.
Enquanto Harry luta com seu passado, seu filho mais novo, Albo, deve brigar, contra sua vontade, com o legado familiar. Uma fusão do passado e do presente, onde pai e filho aprendem a verdade desconfortável: as vezes, as trevas vêm de lugares inesperados.”

crianca_amaldicoada_2

Depois de tanto tempo temos a chance de reviver um pouco da magia do mundo de Harry Potter com o oitavo livro lançado 9 anos após “Relíquias da Morte”. Eu confesso que estava bem com pé atrás com esta obra nova, ainda mais por saber que não é uma coisa 100% J.K.Rowling, mas quando vi na livraria me deu aquela saudade de dias de alvoroço por lançamentos, contagens regressivas e trouxe pra casa um exemplar que devorei em algumas horas, divididas em dois dias. Eu não sabia NADA sobre o livro, pois não quis estragar nenhuma reação e não li nada sobre o assunto, e por isso até me espantei quando vi que ele era em formato de roteiro, o que creio eu ajuda muito na velocidade da leitura.

A história em si corre bem rápida, mas temos pontos fracos, alguns citados neste vídeo que encontrei pela internet, porém entendo que alguns se devem justamente ao fato de ser uma peça e não um filme ou um livro pensado para tal. Apesar desses pontos, foi ótimo saber que eu ainda consigo um feito grandioso de devorar um livro em instantes, que eu posso sim estar empolgada com uma história e me senti novamente com 12/13 anos relendo HP na madrugada.

O que importa aqui em Criança Amaldiçoada é a nostalgia. Crescemos com Harry Potter e hoje temos a oportunidade de sermos como ele, trabalhando, resolvendo as tretas que a vida joga pra gente, não com mágica (que seria realmente bem útil, não?), mas uma vida de adultos. O livro envolve, faz rir, faz você se apaixonar por Escórpio e a Sonserina e deixa mensagens bacanas e lições de pai e filho. Se você quer revisitar Hogwarts, esta é a chance.

Sinopse da Saraiva.