flores

Turismo em Edimburgo: Jardim Botânico Real | Escócia

Viagem pela Escócia: Jardim Botânico Real em Edimburgo

turismo em edimburgo

Quando o noivo decidiu por Edimburgo como cidade pra fazer o intercâmbio rápido que ele ia fazer, eu logo dei um jeito de ir me encontrar com ele. Foi tudo sem esperar, eu ia usar a pouca economia que eu tinha feito, mas sabia que tinha que conhecer este novo lugar. Saí de Paris, onde estava com meu irmão e fui de avião pra lá. Eu e o noivo ficamos em uma Guest House – isso tudo vou contar em outro post – e o primeiro passeio que ele me levou pra fazer foi o Royal Bothanic Gardens (Jardim Botânico Real).

Sobre o Jardim Botânico Real

Surgiu em 1670 como um lugar para cultivo de plantas medicinais. É agora um renomado centro de ciência de plantas, horticultura e educação. Existem quatro destes parques espalhados e eles estão em Edinburgo, Benmore, Dawyck e Logan, e possuem uma quantidade riquíssima de plantas.

O que achei?

Eu fui sem esperar em todos os passeios que fiz na Escócia. O noivo ficou dois meses lá e tinha a missão de me impressionar, mas depois que se chega em Edimburgo, tudo que você faz é impressionante.

O jardim é bem grande e tem várias áreas temáticas: tem um jardim meio japonês, uma fonte, lago, flores de vários jeitos, inclusive suculentas que eu fiquei apaixonadíssima! Pra mim, conhecer lugares deste jeito abre minha cabeça para novas faunas e floras, o que vejo que pode me enriquecer muito como profissional das artes. Imagino que em temporadas de flores, como verão e primavera, o parque fique bem mais deslumbrante, e no inverno com a neve e os enfeites de natal seja de tirar o fôlego.

Uma das coisas que mais achei legal foi uma parte do parque dedicada a Rainha Elizabeth e que tem uma casa com o interior todo feito em conchas e pinhas. Coisinha linda e chuchu de se ver.

Como visitar?

Entrada: Grátis. Apenas algumas exibições cobram ingresso.
Horário de visitação: Varia e acordo com a estação do ano e condições climáticas, então vale olhar diretamente no site deles para saber melhor.
Como chegar? Fomos a pé mesmo da Princess Street.
Tempo de Passeio: Vai do grau de entusiasmo por plantas. O lugar é bem grande e ficamos umas duas horas por lá.

Passeio: Expoflora – Holambra/SP

holambra_blog
Rosas arco-íris.

Neste domingo eu e o noivo fomos encontrar a família dele na Expoflora, a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina que acontece em Holambra, cidade do estado de São Paulo há 35 anos. Mais de 300 mil pessoas visitam o evento todos os anos, minha mãe vai lá quase todos os anos, e eu sempre tive curiosidade de conhecer o lugar, então lá fomos nós!

Antiga colônia holandesa, Holambra abriga os principais produtores de flores e plantas ornamentais. Apesar de contar com pouco mais de 11 mil habitantes, a cidade é o maior centro de cultivo e comercialização de flores e plantas ornamentais do Brasil, respondendo por cerca de 40% das vendas do setor. Por isso, a cidade foi reconhecida, em junho de 2011, como a Capital Nacional das Flores.

holambra_2
Exposição de flores.

holambra_3
Lojinhas de comidas típicas holandesas.

Um evento com todas as atenções voltadas para flores e plantas não pode ser feio, não é? Todo o ambiente é repleto de vasos e canteiros super floridos, que fazem você querer levar TODAS AS PLANTAS pra sua casa, o que é ótimo já que ali mesmo vendem todas as plantas que você vê por lá.

Minha parte preferida foi a área de ambientes decorados, tudo de muito bom gosto e o mais legal: cheio de verde. Dá pra deixar qualquer ambiente bem “natureza” e aproveitar várias ideias, porém como fomos no último dia do evento, estava tudo TRI-lotado, chegando até a faltar água nos banheiros, o que deu uma dificultada na gente tirar fotos bacanas e ver com calma tudo que estava exposto.

holambra_4
Fusca em flores.

holambra_5
Minha paixão: lavandas.

Além de decoração o lugar conta com várias comidas e shows de danças típicas holandesas, pessoinhas com roupas e sapatinhos de madeira andando por aqui e por ali. Ainda tem uma “Parada das Flores”, que é um desfile de carros cheios de flores e uma chuva de pétalas de rosas, que não vimos por motivos de estar cansados e ainda estar muito cheio por isso resolvemos fugir antes do ápice pra não pegar engarrafamento e lotação pra sair de lá.

Acho que ir em um dia no começo ou no meio da exposição deve ser bem mais tranquilo, porque por mais legal que seja o lugar, se você não aproveita direito, não curte os ambientes, fica tudo bem corrido e confuso. A organização está de parabéns pois o lugar é cheio de banheiros e você até que circula bacaninha por lá, mesmo cheio. Apesar dos pesares, passar o dia do namorado do noivo com ele e pessoas queridas foi ótimo.

holambra_6

Preço: R$42 para adultos, R$21 para crianças, estudantes e idosos.

Mais informações: http://www.expoflora.com.br.

Papel Semente

Tive uma palestra alguns dias atrás na faculdade sobre papel artesanal, e no meio de papel de fibra de bananeira, coco, cebola, alho um papel me chamou a atenção: papel semente. Então fui pesquisar!

Papel Semente

O cliente Papel Semente pode usar o papel de acordo com seu interesse de comunicação e após sua utilização plantá-lo, gerando vida ao invés de lixo. Do papel que se planta, podem brotar lindas flores, deliciosas verduras ou poderosas ervas medicinais. Para a Papel Semente, ser uma empresa ecosocial é gerir seu espaço e sua comunicação com responsabilidade social, econômica e ambiental.

Ele pode ser comprado desde o tamanho A1 até o A8, o menorzinho, e tem 3 opções de linha pra quem vai comprar:

Papel Semente
Linha Gourmet – sementes de rúcula, agrião, salsinha e manjericão.
Linha Flores – sementes do cravinho da Índia, da cósmea ou da boca de leão.
Linha Chá – sementes de erva doce ou de camomila.

As sementes demoram até 20 dias pra brotar, depois é só cuidar!
E ai, o que achou dessa idéia super legal? Bem melhor que chegar em casa abrir a carta e jogá-la fora, né?

Papel Semente
Fonte: Papel Semente