praia

Passeio: Trilha da Praia de Fora – Ubatuba/SP

Eu já tinha postado aqui falando sobre o passeio de snorkeling na Ilha das Couves, ai agora vim completar as postagens da viagem contando sobre uma trilha que fizemos no dia seguinte, que foi a Trilha da Praia de Fora em Ubatuba.

O passeio

Saímos da praia de manhã, porém com atraso. Novamente ficamos mais de uma hora esperando o pessoal chegar de São José dos Campos, como ocorreu no dia anterior por conta do grande fluxo de pessoas. Fica então novamente a dica de não fazer nada nesta época de alta temporada se você não quiser tumultos e atrasos. O que é ruim é que, por isso, ficamos pouco tempo na Praia de Fora pois havia horário de retorno pra gente, já que a trilha demora na média uma hora, mas passou.

Saímos da Enseada e fomos direto para a praia do Godói, praia linda, porém de mar bravo e cheia de pedras. Os guias falaram para não arriscar nadar ali, então descansamos um pouco e logo retomamos a trilha para chegar na Praia de Fora. Chegando lá ela estava praticamente deserta, livre pra gente. O mar estava uma delícia e conseguimos aproveitar a nossa uma hora e meia ali de maneira bem gostosa. Os guias foram super atenciosos e a todo momento iam falando sobre fatos do lugar onde estávamos, isso foi muito legal.

No horário marcado, levantamos acampamento e voltamos para a Enseada novamente. Chegando lá conseguimos uma ducha doce pra tirar o sal e trocamos de roupa para enfrentar 4 horas de carro voltando pra São José.

Praia da Enseada.

A trilha

Eu e o noivo estamos meio acostumados com trilhas, já contei aqui sobre a Pedra da Macela (Cunha-SP), Pico das Agulhas Negras (Itatiaia/RJ) e a Pedra da Onça (São Francisco Xavier/SP), então achamos a trilha muuuuuito tranquila. Meu irmão nunca tinha feito nada do tipo e foi de boa. Teve até gente que fez a trilha de chinelo, acredite, mesmo as dicas sendo pra fazer de tênis.

Primeira parada – Praia do Godói.

Praia de Fora.

Como fizemos

Mais uma vez contratamos o serviço da EcovaleTur, empresa aqui do vale que é especializada em turismo ecológico. O passeio saiu por R$50 por pessoa, encontrando em Ubatuba, com 2 guias e mais pessoal de suporte, e a empresa ainda faz seguro individual pra cada um. Achei muito legal a maneira como trabalham, principalmente porque contratam os guias da própria cidade, valorizando o trabalho de quem é da região.

Praia de Fora.

Curtiu o passeio? Faria algo assim? Já fez? conta pra mim!

Quer saber de mais passeios da EcovaleTur?
Siga eles no Facebook ou entre no site.

Passeio: Snorkeling Ilha das Couves – Ubatuba / SP

snorkeling_ubatuba_1Vista do nosso quarto.

Já fazem quase dois anos que meu irmão mora em terras francesas e este ano ele e a namorada dele passaram 15 dias por aqui pra rever familiares e curtir um pouquinho. Neste tempo corrido, eu e o noivo levamos eles para passear pelo litoral norte de São Paulo, onde encontramos a oportunidade de passeios curtos e rápidos, já que o noivo estava trabalhando normalmente. Pra ajudar a gente a fazer algo legal e diferente do simples “ir à praia”, resolvemos fazer os passeios do pessoal da EcovaleTour, uma empresa de turismo ecológico aqui do Vale do Paraíba.

Onde ficamos

Ficamos em uma pousada bem gostosinha na praia de Itamambuca, o Suítes Alto Itamambuca, que reservamos pelo Booking.com e foi ótimo! A Bia foi super simpática e os quartos eram agradáveis, nada de luxo, mas o necessário pra gente ficar confortável e descansar de noite.

snorkeling_ubatuba_4Praia de Picinguaba.

O passeio

Encontramos o pessoal da Ecovale no sábado de manhã na praia de Picinguaba, de onde sairíamos de barco para a Ilha das Couves. O passeio sai de São José dos Campos, mas queríamos ficar por lá de um dia para o outro para fazer a Trilha da Praia de Fora no dia seguinte. Aqui o único ponto negativo do passeio, pois esperamos por uma hora na praia para o pessoal chegar de São José. Naquele fim de semana as estradas estavam lotadas (demoramos 5 horas daqui de casa até a pousada, trajeto que demoraria umas duas horas normalmente) e por isso eles demoraram pra chegar.

Apesar dos pesares, fomos para a Ilha de barquinho e ficamos lá até umas 15h, quando disseram que estava prevista uma chuva e era melhor retornarmos. O passeio foi bem bacana, a praia é bem legal, pena que estava cheia DEMAIS! Tinha gente com caixinhas tocando funk, o que tirou um pouco o brilho, mas nada que atrapalhasse muito.

snorkeling_ubatuba_5Ilha das Couves ficando cheia.

Sobre snorkeling

Praticar snorkeling é muito bacana, já tinha feito uma vez em Ilha Grande, e lá foi mais legal ainda por ser em uma parte mais profunda. Vimos peixes escondidos na areia, cavalos marinhos e até peguei um ouriço na mão. Foi bem divertido!

snorkeling_ubatuba_3

snorkeling_ubatuba_2

snorkeling_ubatuba_6

O passeio foi uma delícia e saiu por R$150 reais por pessoa, incluso o valor do barco, e do aluguel das roupas para o snorkeling, óculos, pés de pato e colete. Vocês já fizeram esse tipo de passeio? Onde foi? Como foi? Conte nos comentários!

Quer saber de mais passeios da EcovaleTur?
Siga eles no Facebook ou entre no site.

Viagem: Ilha Grande – RJ – O que fazer

Se você por acaso acompanha o blog, já deve ter visto o post de onde comer e como chegar em Ilha Grande, e hoje finalmente trago o último post pra deixar todas as informações de passeios da ilha por aqui. O lugar é aqui no Brasil, lindo e merece muito ser visitado.

ilha_grande
Igreja de Abraão

praia_preta
Praia Preta

Abraão

A principal vila da ilha é super charmosa, com lojinhas, restaurantes, creperias, sorveterias e vale um passeio gostoso caminhando. Além disso nas ruas tem alguns hippies e artesãos expondo trabalhos bem bonitos. Ali pertinho tem a Praia Preta, que recebe esse nome por ter partes dela com uma areia bem escura, que eu achei demais!

cachoeira_feiticeira
Cachoeira da Feiticeira

Cachoeira e Praia da Feiticeira

Fizemos logo no primeiro dia a trilha da feiticeira, que dá acesso até a cachoeira e depois a praia de mesmo nome. A trilha é super tranquila, mesmo estando um dia com chuvisco, ela é bem sinalizada e vale super a pena. A cachoeira é linda, muita gente vai até lá dar um mergulho e tirar fotos lindas. Depois você continua a andar por mais um pouco e chega até a praia, que é bem pequenininha, mas gostosinha. A dica é ir cedo e pegar menos movimento por lá. Para voltar pegamos um barco que nos deixou em Abraão, mas dá pra voltar pela trilha, que demora de 50 minutos até 1 hora e meia, vai depender do seu ritmo.

lagoa_azul
Lagoa Verde

Meia Volta na Ilha

Para conhecer várias praias e pontos legais fizemos um passeio de barco com o pessoal da Avant Tour, que tem parceria com a pousada que ficamos. Por motivos de mar de ressaca fizemos só o roteio de Meia Volta na Ilha que faz as seguintes paradas: Lagoa Verde, Maguariquessaba (pra almoço), Lagoa Azul, Praia do Amor e Praia da Feiticeira. Saímos de barco de manhã, com uma chuva de desabar o céu e lembro o noivo falando: “ou var ser horrível, ou vai ser demais”. E não é que foi demais? Logo que o barco parou no primeiro lugar a chuva virou chuvisco e depois do almoço já tínhamos um barco comemorando raios de Sol. Em cada ponto o barco para por um tempo pra você descer, nadar e ver peixinhos. Eles disponibilizam snorkels, mas eu aconselho a levar se você tem nojinho, porque achei eles levemente sujinhos, e sem eles você perde a graça do passeio que é: VER PEIXINHOS! Eu nunca tinha feito algo assim e fiquei maravilhada. É lindo demais ver os bichinhos ali nadando com você, um contato que nunca tive com o mar.

lagoa_verde
Lagoa Verde

praia_amor
Praia do Amor

lopes_mendes
Lopes Mendes

Lopes Mendes

Esta é a praia mais famosa da ilha, pois é considerada uma das praias mais belas do Brasil. Para chegar lá pegamos um catamarã (30/40 minutos) até a Praia do Pouso e de lá temos que pegar uma trilha de mais 30 minutos para atravessar até o outro lado da ilha e chegar na Lopes Mendes, pois é proibido entrar de barco lá. A trilha estava bem escorregadia, o chão lá lembra uma argila e ainda é descida (lembrando que depois tem que voltar tudo), foi difícil mas foi divertido e valeu a pena. O dia estava meio chuviscoso e tinha pouca gente na praia, apesar disso nos divertimos bastante no mar (que é hard!) e caminhamos bastante por lá.

trilha_dois_rios
Vista do topo da trilha

dois_rios
Dois Rios

No último dia escutamos a dica da recepcionista da pousada e resolvemos alugar bicicletas e fazer a trilha da Dois Rios. O plano mesmo era mergulho, mas passei muito mal do estômago, e disseram que mergulhar mexe com o organismo, então não arriscamos e fomos para a trilha. A trilha é basicamente subir um morro por uma hora e depois é só descida, então já viu, levamos a bicicleta para passear. Pra subir foi cansativo, mas descemos em meia hora depois e haja mão pra frear tanto! Chegando lá uma praia linda e o dia mais bonito e ensolarado da viagem, resumindo, uma das praias que mais gostei. A trilha demorou no total 1 hora e meia para ir e 1 hora e meia pra voltar, mas como ficamos o dia lá, deu para descansar e tomar fôlego para a volta.

Estes foram os lugares que visitamos em Ilha Grande, mas ainda tem praia pra caramba, fora a oportunidade de fazer mergulho, que depois do snorkel eu fiquei desejando muito. Gostaram do lugar? Deixo a dica desse lugar MARAVILHOSO com uma natureza exuberante pra você ir e conhecer.

Viagem: Teleférico de São Vicente/SP

teleférico de são vicente

O Teleférico de São Vicente fica quase na divisa com a cidade de Santos e possui 700 metros de extensão, sendo 560 deles sobre a Mata Atlântica local. A altura máxima atingida pelas cadeirinhas é de 28 m do solo, mas você só sente a altura no começo do percurso, pois dá pra tocar os pés nas copas das árvores depois que ele chega na mata. Já tinha subido o Morro do José Menino de carro uma vez, mas no fim do ano passado subimos de teleférico e foi super gostoso!

teleférico de são vicente

teleférico de são vicente

teleférico de são vicente

Sobre o Passeio: A subida e a descida demoram em torno de 15 minutos e são super tranquilas. Se você sofre de um leve medo e ansiedade como eu, fica mais emocionante ainda, hahaha. Dá pra ficar o tempo que você quiser lá em cima e aproveitar uma vista linda da orla de Santos. Pra quem quer e gosta, dá pra saltar de paraglider lá de cima também.

Onde fica? Av. Ayrton Senna da Silva, 500 – Itararé, São Vicente – SP

Quanto é?R$ 35 adultos, crianças menores de 6 anos não pagam.

Para mais informações entre no site da atração.

Gostaram da dica? Quem já foi lá?