wicked_1
Fabi Bang e Myra Ruiz, divas.

Muito antes de Dorothy chegar, duas outras garotas se conheceram na Terra de Oz. Elphaba, nascida com a pele cor verde-esmeralda, é esperta, ardente e incompreendida. Glinda é belíssima, ambiciosa e muito popular. Essa megaprodução, que faz rir e chorar, traz à tona os segredos que levam Elphaba a se tornar uma bruxa “má” e Glinda a ganhar a simpatia dos habitantes da Cidade das Esmeraldas. WICKED, por meio de números e performances surpreendentes, mostra que toda história tem diversos pontos de vista e que ser diferente faz de você alguém único e extraordinário.

wicked_2
Cidade Esmeralda

Se tem algo que sempre quis assistir na vida, era esta peça. Pesquisando sobre musicais da Broadway eu soube que a peça tinha ligação com “O Mágico de Oz” e na mesma hora virou vontade. Eu nunca quis saber da história, apesar de conhecer a personagem da Glinda e da Bruxa Malvada do Oeste, mas sempre fiquei no escuro, queria que a peça me surpreendesse. Acontece que trouxeram esta maravilhosidade (ok, inventei) para o Brasil e não precisei viajar pra Nova York pra assisti-la.

wicked_3
Desafiando a gravidade.

Se você é familiar da história de Dorothy, Totó, Espantalho, Leão e Homem de Lata, a peça se torna especialmente mágica! Quando minha ficha caiu no meio do espetáculo foi um sopro de prazer que nem sei descrever. A história é cativante, os figurinos e os cenários deslumbrantes e a música, bem, pra quem tem a trilha toda no computador pra ouvir quando quer eu acho que não posso falar muito, não é?

Assistimos a peça com o elenco principal, todos arrasaram, mas confesso que preferia ter assistido a peça com o Fiyero de André Loddi, porque apesar de Jonatas Faro ser um bom ator, a voz dele é a mais fraca de todo o espetáculo. Longe disso atrapalhar, mas a gente quer ver gente que canta muito ali, pelo menos eu quero. Fora esse mísero detalhe, eu saí de lá com a alma lavada por ter assistido um espetáculo tão maravilhoso.

Pra quem é de fora de São Paulo e quer comprar ingressos on-line, vou deixar aqui uma dica. o site para as compras não te deixa escolher os lugares, você só escolhe a distância do palco, o que é um saco. Você entra, cadastra, compra e quem escolhe onde você e seus amigos sentarão é o sistema. Acontece que dá pra você tentar comprar um lugar um pouco melhor se quiser fazendo o seguinte: entre e faça como se fosse comprar os ingressos, o sistema vai te dar os lugares e você não fecha a janela. Abra uma segunda janela e faça o mesmo procedimento, ele vai segurar aqueles ingressos da primeira compra por 10 minutos, ou seja, na sua segunda compra ele te joga algumas cadeiras para o lado. Pronto, é só comparar e ver onde você quer sentar. Mas o bom mesmo é tentar achar alguém de Sampa pra comprar, pois além de não pagar uma taxa de 50 reais por ingresso (sério gente, acho o cúmulo) você escolhe os lugares.

Para mais informações, entre no site oficial do musical.