3% – Três por cento, série brasileira no Netflix

Três por cento, série brasileira no Netflix, escrito em um fundo cinza.

Sinopse

“Em um futuro pós-apocalíptico não muito distante, o planeta é um lugar devastado. O Continente é uma região do Brasil miserável, decadente e escassa de recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão recebe a chance de passar pelo Processo, uma rigorosa seleção de provas físicas, morais e psicológicas que oferece a chance de ascender ao Mar Alto, uma região onde tudo é abundante e as oportunidades de vida são extensas. Entretanto, somente 3% dos inscritos chegarão até lá. ” Sinopse de 3% por AdoroCinema.

O que achei?

Eu já conhecia a história da série, pois no tempo que eu estava na faculdade eu fazia parte de um podcast com amigos – o saudoso Séries no Ônibus – e tivemos a oportunidade de entrevistar os criadores (sim, foi demais!). Hoje não lembro de muita coisa – foi em 2011! – mas todos havíamos gostado muito do piloto que estava na internet e torcíamos para que ela fosse pra frente. E não é que foi?

A primeira série brasileira no Netflix vem com tudo na ficção e jogando muitas coisas que ocorrem hoje no mundo na nossa cara, talvez de uma maneira caricata e mais exagerada, mas nada que George Orwell não tenha feito um dia na vida.

Começamos a entender o processo seletivo para entrar no Lado de Lá e as motivações dos personagens aos poucos, assim como suas personalidades. É bem interessante a maneira que isso foi sendo construído e como muitas vezes somos surpreendidos. Aos poucos máscaras vão caindo e conseguimos nos aproximar mais de alguns personagens.

Alguns efeitos especiais podiam ser melhorados? Acho que sim, pois são bem poucos, mas a maneira como conseguiram apresentar as diferenças e as locações eu gostei bastante. No geral, a série faz você ficar grudado na cadeira, te entretêm, mas sem nenhuma grande novidade. O feijão com arroz que empolga e faz a gente querer uma segunda temporada.

Quero destacar aqui uma parte que eu adorei: o design dos figurinos e de alguns objetos. Afinal, designer que é designer presta atenção nessas coisas.

E vocês assistiram? Que acharam? Conta aí pra mim nos comentários!

Você também pode gostar desses

12 Comments on Assistir: 3% (2016)

  1. Eu ainda não vi e lembro de que as críticas negativas que li não tinham muito fundamento. Acho que foram causadas pela estranheza de ver uma série brasileira se aventurando no campo das distopias.

    Eu amo uma distopia bem feita. Elas são um ótimo canal de crítica social e são bom entretenimento.

  2. Vi muitas críticas negativas, então fui com a multidão e nem vi um ep sequer.
    E com tantas séries fodas pra assistir nem dei mais valor.
    Masss não custa nada, e depois que você falou aí, fiquei com vontade de ver, pela primeira vez haha

  3. Já vi bastante gente falando bem, umas mal e coloquei na lista porque quero tirar minhas próprias conclusões, porque de verdade não sei o que esperar.
    Que massa vocês terem entrevistado os criadores! Oportunidade unica, né?

    Um beijo,
    Sté

  4. Faz um tempinho que assisti, mas lembro que eu tinha gostado bastante da série, no geral. Algumas coisas me incomodaram, se não me engano a atuação de alguns atores foi uma delas… sem contar o final da Joana, que me deu muita raiva! ahahaha. Mas achei que mereceu uma segunda temporada sim, e estou ansiosa para assistir 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *