comida

Onde comer bem em Paris

Lugares para comer bem em Paris, sem gastar tanto

Quando vamos para algum pais ou cidade que não conhecemos, todas as lojas e lugares se tornam desconhecidos e nunca sabemos onde comer. Será que é bom? Será que é caro? Eu sou dessas que acha que tudo vai ser caro e muitas vezes fico no Subway comendo por ter certeza do que vou encontrar e quanto vou pagar, mas Paris é um lugar delicioso, literalmente, e as comidas merecem ser experimentadas! Eu já falei de algumas dicas da outra vez que fui visitar meu irmão, e agora eu não podia deixar de contar os outros lugares deliciosos que fui por lá. Então se você vai viajar, seguem algumas dicas de lugares pra comer coisas gostosas, boas e de vários preços.

Flam’s

Um dos primeiros lugares que meu irmão me levou pra gente almoçar com um amigo, o Flam’s é um restaurante de flammekueche, que é uma torta flambada originária do nordeste da França que se parece muito com pizza, porém com massa mais leve. Achei bem gostosa e por um preço legal (€14- €18) você come um quadradão enorme de flam! Mais que satisfatório!

ONDE FICA?
Fui na que tem perto da casa do meu irmão, Avenida du Maine, 32, região de Montparnasse, mas existem outras espalhadas pela cidade, pra encontrar é só acessar o site do Flam’s

Heureux Comme Alexandre

Heureux Comme Alexandre

O meu irmão falava sempre dos Pierrades que ele comia e que era apaixonado. Quando o noivo descobriu que se tratava de carnes na chapa, o lado Tiranossauro Rex aflorou e fomos uma noite experimentar. Foi uma delícia de jantar com um vinho gostoso e muita conversa boa, o que explica o nome do restaurante: “Feliz como Alexandre”. O preço fica entre €20 e €25 por pessoa, contando bebidas e tudo mais.

ONDE FICA?
Rua du Pot de Fer, 13 em um bairro bem charmoso de Paris. Saiba mais no site

L'Arbre de Sel - Comida Coreana em Paris

L’Arbre de Sel

O primeiro restaurante que fui para jantarmos assim que cheguei foi especial: comida coreana. Eu sou toda fã de doramas e mal me aguentei de emoção quando vi os hashis (ou seja lá como os coreanos chamam os palitos) de inox. É bobeira talvez, mas pra uma pessoa fã de cultura oriental é quase a Disney. Pedimos um prato chamado bibimbap e eu achei delicioso. Vem em uma tigela linda e uma porção bem generosa. O valor fica entre €18 e €22. Vale a pena experimentar!

ONDE FICA?
Rua de Vaugirard, 138, também na região próxima a Montparnasse. Pra saber mais é só acessar o site.

Mai Do - Comer bem em Paris

Mai Do

Me aventurando por comidas de outras nacionalidades, fui provar a paixão do meu irmão: bo bun, prato vietnamita. Pelo que pesquisei eles são meio que uma febre em Paris, e depois que comi um eu descobri porque: são deliciosos! Uma tigela linda cheia de macarrão de arroz, com um molho de peixe, carne (ou vegetais se você for vegetariano), legumes, hortelã e um sabor bem diferente pra você se deliciar. Além de adorar e repetir, ainda levamos mais pessoas para passar a palavra do bo bun pra frente.

ONDE FICA?
Boulevard Montparnasse, 23, fácil de chegar de metrô. Saiba mais no link.

Chez Suzette - Crepe em Paris

Chez Suzette

Os crepes são bem típicos da França, geralmente feitos com farinha de trigo sarraceno e uma receita bem simples, eles estão espalhados por vários locais de Paris, mas meu irmão me levou pra comer em um que é bem pequeno e charmozinho. Fui almoçar por lá duas vezes e em todas elas as combinações estavam ótimas! Por €9,90 você compra um crepe salgado, um doce e algo pra tomar (promoção) e sai satisfeitíssimo! Ainda dá pra escolher levar pra comer ou comer dentro da apertada creperia.

ONDE FICA?
Rua de la Harpe, 12, um charminho e pertinho de Notre Dame e da livraria Sheakespeare & Co. Saiba mais no site.

Sorvete! A Melhor Sobremesa

Se você almoçou e quer uma sobremesa bem boa, eu sempre indicarei sorvete. Sorvete é vida, é amor, é paixão e loucura, então aqui vão duas dicas extras de sorveterias maravilhosas pra você se deliciar!

Senoble - Sobremesa em Paris

Senoble

Além de ser um lugar lindo, acho que é impossível esta sorveteria ter algo ruim. No meio de um passeio com meu irmão pelos Jardins das Tulherias saímos andando e chegamos até a Senoble e pedimos um sorvete. Concordo que o valor é meio alto (se me lembro é algo entre $5 e $8), mas vale muito a pena! Tem desde os sorvetes normais com base de leite, até os sorbets, que são totalmente feitos de fruta e ótimos pra quem tem intolerância à lactose ou glúten.

ONDE FICA?
Rua des Petits-Champs,11, em uma região cheia de coisas legais pra se ver, rola até comprar um sorvete e ir andando até o Louvre. Saiba mais no site.

Amorino - Sobremesa em Paris

Amorino

Espalhada como Subways pela Cidade Luz estão as sorveterias Amorino. Eu sou uma grande apreciadora de sorvetes, então não perdi a oportunidade de tomar um sempre que rolava e lá estava a Amorino pra me socorrer. Os sabores são deliciosos, possuem opções com pura fruta – ótimos pra quem tem intolerâncias – sem deixar nada a desejar.

ONDE FICA?
Uma das que fui foi a da Rua de Rennes, 153, mas elas estão espalhadas pela cidade! É só olhar no site deles e achar a mais próxima.

Uffa! Deu pra deixar com vontade? Só de escrever sobre esses lugares já dá vontade de voltar.

Experimenta: Os 5 Melhores Mc Flurries do Mc Donalds

Mc Flurry

Desde pequena eu me lembro de viajar de minha cidade natal em Minas para Santos no litoral de São Paulo. Nessas viagens em que visitávamos parentes por lá, era quase obrigatória uma ida no Mc Donald’s pra comer um Mc Lanche Feliz com minha mãe, ganhar brinquedos da Disney (quando ainda deixavam) e comer um sorvetinho. Era coisa de caipira que vai pra cidade grande mesmo, não tínhamos isso e se tornava um grande evento. Eu era criança, então não precisava de muita coisa pra ser feliz, não é?

Acontece que desde aquela época eu sou uma pequena fã dos sorvetes que eram batidos com uma colher. Hoje em dia eles não fazem mais isso, o que é uma pena, mas nem por isso deixei de apreciar os Flurries. Pra então fazer uma homenagem a um dos meus preferidos do Mc, hoje trouxe meu Top 5 de melhores Mc Flurries.

Mc Flurry

Em primeiro lugar eu escolhi o de M&M. Além de ir derretendo e coloriondo a massa do sorvete, ele continua crocante como deve ser e deixa o sorvete bem gostoso. Na minha opinião é o de chocolate que fica mais agradável de se comer.

Como segundo colocado escolhi o mais recente Amor em Pedaços. Primeiro por conta da calda de morango, que não deixa a mistura ficar enjoativa, os suspiros ficam uma delícia com o sorvete e os chocolatinhos dão o toque especial. Não fica aquele super mega doce que te mata no final, o que faz ele merecer a segunda posição.

Agora, se você quer morrer de overdoce (palavra criada para descrever algo extremamente doce e que te deixa estriquinado de tão doce), o de Oreo é a melhor opção. A bolacha se mistura com a calda de chocolate e o sorvete, de uma maneira sutil e deliciosa. Indicado para dias de TPM aguda, aquele dia que necessitamos comer algo mega doce.

No quarto lugar trouxe o queridinho de Bis. As bolachinhas macias combinam lindamente com a calda e o sorvete fazendo o sorvete ficar muito gostoso e também, BEM doce. Como dentro dele é feito de waffle, o chocolate não fica duro e o sabor não some.

Por último, mas não menos importante, escolhi o saudoso Flurry de Paçoca! Sim, ele existiu há algum tempo atrás e não sei porque a Paçoquita não se uniu ao Mc Donald’s pra fazer uma ação maravilhosa dessa. Na época foi uma edição especial de festa junina, se não me engano, e lá em casa é um dos mais queridos.

E os outros?

Todos os que tem chocolate mesmo, como o Lajotinha, Língua de Gato e até o mais novo Laka com Diamante Negro não são meus preferidos. O sorvete congela demais o chocolate e o paladar, aí não sinto o gosto direito dos chocolates. Além disso ele fica duro demais e perde a graça toda da coisa. O de Nhá Benta foi uma aposta diferente com o marshmallow, mas foi estranho e doce demais pra mim.

Menção honrosa

Eu sei que não é um Flurry, mas aqui em casa o mais amado sorvete do Emecí Donáldis é o Caldo & Freddo. É até triste pensar que não existe o ano todo e que temos que esperar promoções pra ele aparecer, mas se tem algo que combina nessa vida, são as tortinhas quentes com sorvete. Ainda mais pelo fato de não ficar tão doce a mistura e ter a coisa do quente/frio. Fica aqui então uma declaração de amor.

E você? Qual o seu preferido? Conta aí nos comentários!

Exprimenta: Coca-Cola Cherry e Vanilla

coca-cola vanilla cherry

Eu não sou muito de beber refrigerante, principalmente depois que fiquei um ano sem tomar, porém há algum tempo atrás fui ao supermercado e me deparei com esses sabores bem diferentes de Coca-Cola. Sei que eles são vendidos fora do país, tanto que cheguei a experimentar a de Vanilla (baunilha) quando fui para Londres em 2014, mesmo assim comprei uma latinha de cada pra poder saber se era algo de outro mundo ou não.

 

Coca-Cola Cherry é boa?

Apesar do nome indicar o sabor cereja do refrigerante, achei que pouco foi alterado do sabor da nossa querida Coca-Cola. O mais marcante mesmo foi o cheiro de cereja que senti ao abrir a latinha. Achei meio enjoativo, com aquela cara de que estaria prestes a beber 300 ml de pirulito em calda, no começo aterrorizante, mas no final até ache achei interessante. O gosto mesmo foi levemente adocicado e pouco senti de cereja.

 

Coca-Cola Vanilla é boa?

Esta é a única que eu tinha com o que comparar. Quando tomei ela na viagem achei de um sabor extremamente doce, é o que tenho na memória, não achei ela nem um pouco boa. No caso da brasileira além de um cheiro bom (eu adoro baunilha), tem um leve gosto de baunilha sim, mas nada tão doce. Claro que refrigerante é doce, então faço a comparação com o que já existe dele no mercado.

Resumindo, eu até achei interessante os novos sabores da marca, mas nada se compara à boa e velha Coca ks, que vem na embalagem e vidro. Quem já experimentou? Qual a Coca-Cola preferida de vocês?

Experimenta: Menu de Natal do Starbucks

starbucks_natal_2016_1

Todo ano o Starbucks faz um menu especial para a época do fim do ano, sabores com clima de Natal e gostinho de nostalgia. Este ano eles fizeram algo que eu tive que experimentar: Frappuccino de Panettone!

Então sentamos por lá para saborear esta novidade e pra completar pedi um carrot cake (bolo de cenoura) ao estilo europeu, que ao contrário do nosso famoso laranjinha com cobertura de chocolate, é cheio de especiarias, frutinhas, nozes e tem uma cobertura diferente. Achei o sabor do bolo daqui BEM menos doce dos que comi na viagem de 2014 , e o noivo concordou. Ele era menor também, pois os que experimentei na época tinham recheio, mas achamos uma delícia.

starbucks_natal_2016_2

starbucks_natal_2016_4

O tal frappuccino é bem gostoso, no começo achei o gosto meio estranho mas depois achei que estava igualzinho a um panettone mesmo. Acho que misturei melhor a baunilha e ficou delicioso! As frutinhas que vão por cima são um charme a mais, pois são super gostosinhas e fiquei catando elas com o canudinho depois.

starbucks_natal_3016_1

Além dessas gostosuras que provei, o menu de Natal ainda conta com panettone de chocolate trufado, panettone de caramelo, gingerbreads (aquelas bolachinhas em forma de pessoinha), e frappuccino de floresta negra e cookie. Já experimentou algum? Conta pra mim!