Nantes foi uma descoberta incrível que tive que compartilhar com vocês.

“Fique de olho nas crianças!”

Chegando em Nantes

Da última vez contei pra vocês como fomos para o Monte Saint Michel de carro saindo de Paris. Nosso plano era ir mais longe, iríamos visitar a família da minha cunhada em Saint-Agnant, então resolvemos parar no meio do caminho para descansar.

A cidade escolhida para essa parada foi Nantes. Chegamos tarde por lá e fomos direto para o hotel que dormiríamos e descansamos um pouco para continuar a viagem no dia seguinte, mal sabíamos que o dia seguinte seria tão incrível.

Ruas de Nantes
Ruas de Nantes.
La Place Royale - Nantes
La Place Royale – Nantes

Sobre Nantes

Nantes é a sexta maior cidade da França, conhecida por ter sido local onde os Duques da Bretanha viveram, além de ser o lugar onde Jules Verne, escritor de “A Volta ao Mundo em 80 dias” e “20 Mil Léguas Submarinas”, nasceu e teve suas inspirações para os livros. A cidade também é conhecida por ser um local que respira arte.

Château des ducs de Bretagne - Castelo dos Duques da Bretanha.
Château des ducs de Bretagne – Castelo dos Duques da Bretanha.
Dentro o Château des ducs de Bretagne .
Dentro do Castelo.

Passeando por Nantes: A Linha Verde

O dia seguinte acordou com cara de preguiça: nublado e chuvoso. Porém, viajantes não se espantam com este tipo de clima, ainda mais na Europa, e logo tratamos de sair e explorar!

Logo de cara me apaixonei pelas ruas e a arquitetura da cidade. Tudo tão fofo, parecia um filme! Então descobrimos uma coisa que eu simplesmente achei genial: The Green Line (a Linha Verde).

A Linha Verde de Nantes.
A Linha Verde de Nantes.

Se você seguir pelos 12 km da Linha Verde que corta a cidade de Nantes, você vai conhecer os melhores lugares da cidade. Meu lado designer, fã e “Mágico de Oz” foi à loucura? Com certeza. Porém como não tínhamos um dia completo pra ficar na cidade, seguimos ela apenas por alguns lugares, o que já foi magnífico!

Catedral de São Pedro e São Paulo em Nantes
Catedral de São Pedro e São Paulo. Sua construção iniciou-se em
1434 e apenas for finalizada em 1891.
Nantes
Vista das lojinhas de dentro do castelo dos duques.
Nantes e o Rio Loire.
O Rio Loire corta a cidade por vários lados.

Les Machines de l’île

Uma super atração turística de Nantes são “As Máquinas da Ilha”, uma atração cultural e artística que fica em estaleiros antigos da cidade. São máquinas criadas pelos artistas François Delarozière e Pierre Orefice que visam promover a identidade de Nantes como uma cidade de sonho, criatividade e fantasia ou seja, feita o pra mim.

Entrada do Les Machines de l'île
Entrada do Les Machines de l’île.

O projeto começou em 2007 e é simplesmente incrível! Eles fazem máquinas articuladas inspiradas muitas vezes nas obras de Jules Verne, e você pode ver todas elas e até interagir com várias. O mais famoso é o Grande Elefante, que tem 12 metros de altura, pesa 45 toneladas e pode levar até 49 passageiros.

©Ulrike Lemmin-Woolfrey

Infelizmente fomos em uma época que tudo estava em manutenção, o que só me deixa mais animada para voltar até a cidade uma próxima vez.

Dentro do estaleiro.
O Carrossel dos Mundos Marinhos, com seus 25 m de altura. Dá pra entrar e explorar todas as 39 criaturas mecânicas que fazem parte da atração.

Passado e futuro nas ruas de Nantes

Andando pela pela Linha Verde nos deparamos com construções bem modernas, como é o caso de “Air“, uma instalação com várias peças de alumínio que podem ressoar com o vento se tornando uma “fachada sonora”.

Ela foi criada pelo artista alemão Rolf Julius e foi incorporada na fachada do prédio Manny.

Ao mesmo tempo podemos entrar em uma brasserie (padaria) de 1895, projetada pelo arquiteto Émile Libaudière, e sermos transportados para um filme antigo.

No La Cigale tomamos um café da manhã francês incrível e ainda aproveitamos pra ficar babando em cada um dos detalhes do lugar mais Art Noveau que já fui na vida.

La Cigale
Foto no espelho mais lindo do mundo no La Cigale.
Fachada do La Cigale.
Fachada do La Cigale.

O que achei de Nantes?

Passeamos por Nantes por pouco mais de oito horas e fiquei encantada. Street arts pelas paredes, postes e chão, vistas lindas e lugares super diferentes para conhecer e explorar, simplesmente um lugar mágico e incrível pra se conhecer em um passeio na França. Ainda volto lá e fico pelo menos 3 dias pra conhecer bem a cidade.

Eu e JM, o marido, no Castelo.
Ruas fofas de Nantes.

Onde fica?

La Cigale – 4 Place Graslin
Les Machines de l’île – Parc des Chantiers, Boulevard Léon Bureau

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *