Para esse período de fim de ano, a sugestão de animação seguirá esse ritmo. Iremos comentar sobre outro longa metragem japonês, o escolhido foi… “Tokyo GodFathers”.

Acompanhamos a história de 3 sem-teto, Gin – um barbudo rabugento, Miyuki – uma adolescente que fugiu de casa, e Hana – uma drag queen. As véspera do Natal, Gin e Hana assistem uma encenação sobre o Natal, para conseguir alguma comida após o evento. Começamos já a perceber como são os personagens, onde temos uma das cenas já cômicas em que Hana, diz que gostaria de engravidar, e por isso pede para caprichar na cumbuca de comida, pois ela deve comer por dois. Depois disso, Se encontram com a jovem Miyuki e percebemos como existe um clima nada harmonioso entre os três, que apesarem de estarem juntos, ficam trocando farpas.

Bom, Hana diz que tem um presente para Miyuki. Enquanto o rapaz/moça procura por uma boneca, acabam encontrando outro coisa abandonada no meio de sacos de lixo: um bebê. A partir desse momento, tudo na vida desses três toma outros rumos.

Antes de encontrarem a pequena Kiyoko, os sem-teto Gin, Miyuki e Hanna – que antes tinham seus motivos particulares para se encontrarem na situação atual – acabam tendo que aprender a lidar um com os outros para alcaçarem um objetivo em comum, cuidando do bebê que encontraram e descobrir o paradeiro dos pais dessa pequena vida. Para isso acabam enfrentando cada um diversos obstáculos, desde se perderem uns dos outros, apanharem de garotos desocupados, e por aí vai.

O filme mostra como pode ser o cotidiano daqueles que acabam sendo excluídos da sociedade, contudo esse é o diferencial da produção. Mostrar de que maneira essa data, acontece para todos. A animação mistura um pouco de drama, comédia, e até um toque de mágia, deixando o espectador a pensar sobre milagres e diversos sinais. O filme é muito tocante, e acredito que vocês podem gostar, a primeira vez que assisti achei mais ou menos, mas os comentário nos extras do DVD, mostrando a atenção e preocupação da equipe em realizar algo que fosse contra o modo tradicional que vemos as comemorações desse feriado, não apenas com os personagens, e da mesma maneira torna-lo bonito e cativante.

Coincidentemente esse filme é dirigido por Satoshi Kon, também. Na verdade “Tokyo GodFathers” já estava na minha lista de indicações, o filme da semana passada que se atravessou na ordem, hehe. Mas de qualquer forma, é uma produção diferente para esse período natalino, justamente pelos protagonistas estarem foram daquele ideal, que muitas vezes dizemos ser “correto”, que conhecemos e mostrando que para todos a data tem sua importância e valor, e de que maneira cada um pode influenciar na vida do outro.

Acredito que isso seja algo muito pessoal para cada um, mas é inegável que nessa época um clima de solidariedade acaba contagiando todos ao redor. Para semana que vem espere um indicação especial, e vamos que vamos.

Bom final de semana para todos, e não deixem as compras pra última hora.

Ateh o/

Você também pode gostar desses

2 Comments on Tokyo GodFathers (2003)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *