Gabriel

Seriando S02E05 – The Secret Circle e Free Agents

E a temporada de estreias ruins continua.

As Bruxas da CW

The Secret Circle é uma adaptação de um livro da mesma autora dos livros de The Vampire Diares. A série é menos pior do que eu imaginava, mas ainda assim é ruim. As interpretações dos dois personagens principais da série são horríveis, mas alguns coadjuvantes salvam um pouco. E a série é bem corrida, tudo é resolvido rápido. Pra mim isso é ruim, mas tem gente que gosta.

"Amigos" do escritório

A NBC pegou uma série inglesa que teve apenas 6 episódios em 2009 e achou que iria dar certo em solo americano. Mas a adaptação ficou muito ruim. O casal Alex (Hank Azaria) e Helen (Kathryn Hahn) não tem química, e tudo entre eles fica meio forçado. Mas eles não são os piores, os coadjuvantes são horríveis, tirando a secretária Emma (Natasha Leggero) que eu achei mais ou menos, mas o amigo solteiro e garanhão e o nerd casado e estranho são bizarros. Na minha opinião não vale os 20 minutos de episódio.

Seriando S02E04 – Ringer e Up All Night

Pelas próximas semanas vou comentar pra vocês duas séries novas por semana, até acabarem todas as séries novas.

Vamos começar com uma bomba atômica e uma comédia bobinha.

Ringer

Ringer estreiou dia 13/09 pela The CW com uma audiência de 2,74 milhões no total, e 1,2 na demo (público entre 18 e 49 anos). Essa audiência é a maior da CW no horário em 3 anos. Estrelado pela eterna Buffy, Sarah Michelle Gellar, Ioan Gruffudd (Sr. Fantástico do Quarteto Fantástico) e Nestor Carbonell (Richard Alpert de Lost). Conta a história das irmãs gêmeas Bridget e Siobhan. Bridget iria testemunhar em um caso de assassinato e resolve fugir, e acaba assumindo a identidade da irmã, que está desaparecida.

Tem muita coisa ruim na série, por exemplo, qual o motivo de Bridget ter fugido do programa de proteção as testemunhas e ir morar com a irmã gêmea dela? Não seria muito mais difícil matarem ela, ela estando com a polícia, do que com a irmã? No trailer parece que ela tinha se livrado do assassino e caído em uma coisa muito pior. Mas na verdade ela “se livrou” do assassino e caiu em um círculo de amizade de hipocrisias. Mantém um casamento de aparência enquanto transa com o marido de sua melhor amiga e isso fica criando dramas familiares para ela, e nada mais que isso (a princípio pelo menos).

A série não me prendeu. Achei fraca e vazia. E ainda os poucos efeitos que precisava foram extremamente mal feita.

Up All Night

Up All Night estreiou dia 14/09 pela NBC com uma audiência de 10,9 milhões no total, e 3,7 na demo. Estrelado por Christina Applegate (Samantha de Samantha Who?), Will Arnett (George ‘Gob’ Bluth II de Arrested Development) e Maya Rudolph (de Saturday Night Live). Conta a história de um casal que tem uma filha e eles precisam aprender a lidar com essa situação, enquanto a chefe de Reagan acha que as coisas continuam iguais.

A série é bonitinha em alguns momentos, mas não é engraçada. A chefe Ava, por exemplo, é extremamente forçada e sem graça. E a maioria dos problemas que o casal encontra pra criar o bebê são muito chatas e absurdas. Mas é bonitinho quando eles estão cuidando da bebê, principalmente no final do episódio.

Seriando S01E22 – TCA Awards

No dia 13/06 foram anunciados os indicados ao prêmio mais importante da crítica televisiva americana, o TCA Awards (Television Critics Association Awards). Dessa vez não vou colocar minhas apostas, pois a grande maioria seria torcida mesmo. Mas vamos aos indicados:

Melhor Ator/Atriz em Drama

  • Steve Buscemi (Boardwalk Empire)
  • Peter Dinklage (Game of Thrones)
  • Jon Hamm (Mad Men)
  • Julianna Margulies (The Good Wife)
  • Margo Martindale (Justified)
  • Timothy Olyphant (Justified)

Melhor Ator/Atriz em Comédia

  • Ty Burrell (Modern Family)
  • Louis C.K. (Louie)
  • Nick Offerman (Parks and Recreation)
  • Amy Poehler (Parks and Recreation)
  • Danny Pudi (Community)
  • Jon Stewart (The Daily Show)

Melhor Reality Show

  • Amazing Race (CBS)
  • Anthony Bourdain: No Reservations (Travel Channel)
  • Survivor (CBS)
  • The Voice (NBC)
  • Top Chef: All Stars (Bravo)

Melhor Série Infantil

  • A Children’s Garden of Poetry (HBO)
  • iCarly (Nickelodeon)
  • Nick News with Linda Ellerbee (Nickelodeon)
  • R.L. Stine’s The Haunting Hour (The Hub)
  • Sesame Street (PBS)
  • Yo Gabba Gabba (Nick Jr.)

Melhor Nova Série

  • Boardwalk Empire (HBO)
  • Game of Thrones (HBO)
  • Terriers (FX)
  • The Killing (AMC)
  • The Walking Dead (AMC)

Melhor Filme para TV, Minissérie ou Especial

  • Cineme Verite (HBO)
  • Downton Abbey: Masterpiece (PBS)
  • Mildred Pierce (HBO)
  • Sherlock: Masterpiece (PBS)
  • Too Big to Fail (HBO)

Melhor Drama

  • Friday Night Lights (DirecTV/NBC)
  • Game of Thrones (HBO)
  • Justified (FX)
  • Mad Men (AMC)
  • The Good Wife (CBS)

Melhor Comédia

  • Community (NBC)
  • Louie (FX)
  • Modern Family (ABC)
  • Parks and Recreation (NBC)
  • Raising Hope (FOX)

Série do Ano

  • Boardwalk Empire (HBO)
  • Friday Night Lights (DirecTV/NBC)
  • Game of Thrones (HBO)
  • Justified (FX)
  • Parks and Recreation (NBC)

Heritage Award (Prêmio de Herança, para séries que já acabaram)

  • All in the Family
  • Freaks and Geeks
  • The Dick Van Dyke Show
  • Twin Peaks

Os vencedores serão anunciados no dia 6 de agosto. E dia 14 de julho tem os indicados ao Emmy.

Seriando S01E21 – Séries Brasileiras

Muitas pessoas acompanharam ou acompanham diversas séries e mini-séries brasileiras. Alguns viraram clássicos, como A Muralha, Hilda Furacão, Éramos Seis, etc. Outras são mais pro lado trash (sem preconceitos) como Carga Pesada, a atual Turma do Didi, entre outras. E tem a nostálgica A Grande Família.

Atualmente a Rede Globo está investindo em outros tipos de séries pois viram que isso está chamando bastante o público, então recentemente estrearam Tapas & Beijos, Divã, Macho Man e a mais recente, Mulher Invisível. Produções diferentes do que estamos acostumados na televisão brasileira, puxando um pouco mais pra como é feito nos sitcoms americanos.

E seguindo essa mudança nas séries brasileiras, temos 3%. Uma série de ficção científica que infelizmente não tem canal para ser exibido ainda. O piloto da série foi gravado com incentivo do Ministério da Cultura e pode ser assistido no canal do Youtube do 3% mas a primeira parte você pode ver aqui embaixo. Tenho certeza que vai querer assistir o resto.

O plot da série, de acordo com o canal deles no youtube é o seguinte:

A série acompanha a luta dos personagens para fazer parte dos 3% dos aprovados que irão para o Lado de Lá. A trama se passa em um mundo no qual todas as pessoas, ao completarem 20 anos, podem se inscrever em um processo seletivo. Apenas 3% dos inscritos são aprovados e serão aceitos em um mundo melhor, cheio de oportunidades e com a promessa de uma vida digna. O processo de seleção é cruel, composto por provas cheias de tensão e situações limites de estresse, medo e dilemas morais

Imagem dos bastidores da série 3%

Como disse antes, a série não tem canal para ser exibida, e está esperando só isso para filmar a temporada completa, já que o criador Pedro Aguilera já tem 12 episódios escritos, uma temporada completa. Então vamos fazer barulho, divulgar e pressionar os canais de televisão para que alguém produza essa série. Tanta gente se mobiliza para salvar Chuck, Fringe, Prision Break e tantas outras produções americanas, porque não fazer isso aqui no Brasil?

Além do canal do youtube, você pode saber das novidades sobre essa série através do twitter e do facebook da série.

%d blogueiros gostam disto: