Searching for "hiro kawahara"

Quadrinhos: Bufas Danadas, Baleia #1 e Kris Klaus – Papai Noel Casca Grossa

Ano passado na Comic Con eu fiz a festa. Conheci artistas novos, comprei coisas de artistas que admiro e voltei pra casa cheia de coisas, mas sabia que tava tudo encostado em casa? SHAME ON ME!. Por isso resolvi colocar tudo em ordem, ler algumas belezuras que estavam no armário e contar pra vocês.

bufas_danadas_1

Bufas Danadas é uma coletânea de tirinhas do Gomba sobre vários assuntos, mas em todos prevalece o bom humor nonsense. Luís Felipe Garrocho criou as tirinhas em 2007, desenha todas elas no bom e velho Paint e agora você pode comprar algumas em um livrinho super massa. Me peguei rindo das tirinhas no ponto de ônibus e virei a maluca do lugar, então indico super pra dar umas risadas. Se se interessou. você pode acompanhar o trabalho das Bufas no site.

bufas_danadas_2

baleia_1_1

Baleia #1 é um mini zine da Rebeca Prado que eu fui conhecer no dia por conta da minha paixonite pelo Navio Dragão, uma série de tirinhas feitas por ela. Eu tava sem grana, mas queria apoiar de alguma maneira e PUFT! Apareceu uma baleia. Sou apaixonada por baleias e acabei levando essa gracinha pra casa. São duas historinhas super fofas, com traço lindo que eu adoro da Rebeca. Coisa rápida pra deixar você mais feliz naquele dia entendiante. Saiba mais sobre os trabalhos dela aqui.

baleia_1_2

kris_klaus_1

Kris Klaus foi uma grata surpresa, pois estava procurando o estande do Hiro Kawahara e demos de cara com essa obra de arte. O noivo de cara se interessou e trouxe pra gente esse quadrinho maravilhosamente feito em hachuras (desenho feito em linhas finas e paralelas, muito próximas umas das outras) e com uma história bem escrita, engraçada e que deixou a gente com gostinho de quero mais. Já pensou se Papai Noel fosse um heróis e salvasse o natal? Aqui a treta é forte e cheia de sacadas bacanas. Pra saber mais, clique aqui.

kris_klaus_2

Logo volto com mais indicações de quadrinhos independentes, porque apoiar quem a gente gosta e faz trabalho bacana é muito legal, o que vocês acham? Algum trabalho legal pra vocês me mostrarem?

CCXP: Comic Con Experience 2015

ccxp_1

Hulk vs. Hulk Buster dando as boas-vindas no evento.

Este final de semana aconteceu em São Paulo a tão esperada Comic Con Experience, evento de cultura pop (vulgo geek/nerd) que reuniu na São Paulo Expo várias marcas, artistas e ações para divulgação de filmes, séries, games etc. Como uma boa fã de tudo que envolve esta cultura, eu e o noivo nos aventuramos nesta empreitada e saímos de São José dos Campos rumo ao evento no sábado de manhã. Chegamos lá tão fácil que foi incrível! Nada de trânsito, nada de problemas. Para entrar achamos as filas super organizadas, ainda mais se comparadas com outros eventos que já fomos como Rock in Rio e AnimeFriends, e em 40 minutos estávamos dentro do evento. Achei rápido e agradável pois não ficamos muito tempo parados.

ccxp_2

Dando uma de Bart.

ESTANDES
Lá dentro é a hora de ficar doido: lojas com estandes enormes e muito bem montados. Os preços? Achei tudo no preço normal de lojas que vi na Liberdade em São Paulo, por exemplo, algumas coisas até bem mais caras, porém muita coisa exclusiva do evento. Única coisa que vi mais barata e que realmente tive que comprar foram volumes capa dura dos MSP Graphics do Maurício de Souza. Além disso, FILA, muita fila! Fila pra participar de ação dos estandes, pra pegar autógrafos de artistas, pra banheiro, pra entrar nas lojas! Mas, quem vai em eventos assim sabe que o normal é isso, fila pra tudo. Só entrei nas lojas que não tinham fila mais pro final do dia. Aliás, achei a fila pra comer bem rápida comparada as de outros eventos que fui.

Dos estandes os mais legais pra gente foram o da Sony, com tiro-ao-alvo, fotos como um Caça-Fantasmas e o super divertido Escape60′ inspirado no novo filme baseado no livro do Dan Brown, Inferno. Ficamos tão empolgados que queremos visitar em São Paulo os outros.

COMIDA
Tinha opção pra caramba! Desde self-service até food-truck, mas tudo com preço bem salgado. R$18 uma pizza pequena é de matar do coração, sorvetes simples por R$5 e uma garrafinha de água por R$5, então a solução foi levar barrinhas de cereal e garrafa de água de casa pra economizar.

ccxp_3

Uma bitoca no nariz do Ozob.

ccxp_4

Figurinos oficiais do filme Batman vs. Superman.

ARTIST’S ALLEY
Pra mim o melhor da CCXP! Pude conhecer e apoiar artistas que sigo virtualmente e ainda pegar assinaturas em materiais que eu já tinha em casa. Alí meu dinheiro foi-se, o pouco que eu tinha, mas gasto com gosto. Pude conferir de pertinho artistas como Gonzalo Cárcamo, o monstro da aquarela, Hiro Kawahara, Joel Lobo, Garrucho, Bianca Pinheiro, Fernanda Nia, Marcia Misawa, Fabiana Shizue, Rebeca Prado e váaaarios outros queridos por mim.

PAINÉIS E AUDITÓRIOS
Eu não sei se pessoas vão me matar agora, mas não me interessei muito nos painéis. Eu sei que teve coisas bacanas, mas eu fui em apenas um dia e meu objetivo era Artist’s Alley então acabei não conseguindo ver nenhum. Os artistas famosos que foram? Bem legais, mas não sou fã de nenhum então por isso preferi não ficar nas filas e curtir o evento tranquila.

ccxp_5

Transformet “miniatura”.

ccxp_6

Action Figures da Bandai.

ccxp_7

Trono de ferro, Boba Fet e cosplayer mara do Coringa. Na foto estou com a blusinha “Silhuestrelas” da Alpaka.

COSPLAYS
Gente, fiquei encantada com a quantidade de cosplayers maravilhosos que estavam lá. Tirei foto com um rapaz que é a encarnação do Johnny Depp, a moça tava IGUAL a Malévola e não consegui lidar com este Coringa. Muitos artistas maravilhosos! Só fiquei chateada com alguns que tiram foto com cara de merda quando você pede, o que eu acho meu nada a ver, mas ainda bem que a maioria foi super bacana.

No geral o balanço foi positivo e nos divertimos bastante. E vocês? Alguém mais aqui foi? O que vocês acharam mais legal?

Ilustradores Inspiradores: Paula Ayumi

paula_ayumi_1

Paula Ayumi Kagueyama mora em São Paulo e é uma artista bem minimalista. Logo que ví, me apaixonei pelas historinhas fofas, simples e muitas vezes cheias de significado que esta moça faz. Ela foi indicação de ninguém menos que Hiro Kawahara, outro ilustrador que tenho grande admiração, então já viu né?

Pra mim, histórias tão pequenas são tão difíceis de se criar e fico super empolgada quando acho uma coisa tão bacana assim. Paula mistura sentimentos, fofura e coisas engraçadas pra criar uma poesia em quadrinhos pra quem quiser ver e se divertir. Simplicidade e sentimento de montão.

paula_ayumi_2

paula_ayumi_3

paula_ayumi_4

Gostou? Quer conhecer mais sobre a artista e ver mais trabalhos? Segue ela aí!
Blog | Instagram | Facebook

Ilustração de Quinta #153

ilustração_153
No processo.

Participei este mês de um projeto muito bacana chamado Hiro50. Vários alunos, ex-alunos, amigos e conhecidos do ilustrador Hiro Kawahara fizeram ilustrações para dar de presente a ele no dia do seu aniversário e o projeto ficou muito bacana. As ilustrações deveriam ser inspiradas nos desenhos do próprio Hiro e nas coisas que ele gosta, como sereias, super-heróis e yokais, que são criaturas sobrenaturais do folclore japonês. Trouxe hoje pra vocês o desenho que fiz pro livro inspirado em um yokai, o Kejourou. É uma prostituta que esconde corpo e rosto por um cabelo longo e negro. Ela aparece em bordéis e ataca homens jovens que os frequentam.

ilustra_153_2

Usei lapiseira e aquarela, demorei muito tempo pra chegar em um resultado que eu achasse agradável. Cheguei a refazer o trabalho pra ficar assim. Foi difícil, mas achei que ficou satisfatório.

Pra saber mais sobre yokais, este site é super bacana.
Pra conferir o livro e todas as ilustrações, é só clicar e apreciar.

%d blogueiros gostam disto: