Filmes

Sem Reservas + Ironias do Amor

Sem Reservas –“Kate Armstrong (Catherine Zeta-Jones) é a chef de um sofisticado restaurante de Manhattan. Ela leva seu trabalho com muita seriedade, o que faz com que as pessoas ao seu redor se intimidem com seu jeito. Sua natureza perfeccionista é colocada à prova quando é contratado Nick (Aaron Eckhart), um animado subchef que tenta alegrar a todos na cozinha e gosta de ouvir ópera enquanto trabalha. Ao mesmo tempo Kate precisa lidar com a súbita chegada de Zoe (Abigail Breslin), sua sobrinha de 9 anos, que se sente deslocada na rotina da tia.”

O que achei- Fui assistir esse filme como se ele fosse ser mais uma comediazinha romântica e açucarada qualquer, mas achei uma história encantadora! A Abigail Breslin é super fofa, e não tem porque não se apaixonar por ela. Algumas partes são bem tristinhas, a história eu achei diferentinha, e achei uma graçinha!!

Ironias do Amor(My Sassy Girl)- “Charlie é um cara muito pé no chão e Jordan é seu total oposto, uma mulher linda mas totalmente maluca. O amor é a primeira vista. Mas imagine um relacionamento que começa da forma mais bizarra possível e que passa pelas maiores catástrofes possíveis. A grande ironia é que a única chance que lhes restam é dar o famoso tempo ao tempo.”

O que achei- Uma graça! A moça é realmente bem maluca, e de alguma maneira me vi naquela personagem, acho que foi por isso que achei legal. É fraquinho sim, sem muita carga de romance e drama, mas achei uma delícia assistí-lo.

Desejo e Reparação

Desejo e ReparaçãoUma jovem usa a imaginação para acusar o filho do caseiro de um crime que ele não cometeu, o que muda a vida dele e também de sua irmã mais velha.

Fotografia adorável, trilha sonora super original (merecido Oscar), adorei os figurinos (o vestido verde, AH o vestido verde!) e gostei da história! Foi uma história simples, bem contada, nada de choro, por mais que seja triste, mas achei um filme bom de se ver por mais que não tenha nada de extraordinário.

Bolt + O Grande Truque

Bolt – O Supercão “Bolt é um pastor alemão estrela de um programa de TV. Vivendo sempre nesse universo, o cão passou a vida achando que tinha superpoderes. Até que um dia, por mero acidente, ele acaba saindo do estúdio e conhece o senhor Mittens (na verdade uma gata) e o hamster Rhino. São eles que vão mostrar ao pastor Bolt que ele não é um super-herói e que tudo o que ele viveu no programa não passava de fantasia.”

O que gostei – Tudo! O que é mais legal é ver uma gata ensinando ele a ser cachorro, e as pombinhas são o máximo!

O Grande Truque – “A apresentação de uma mágica revolucionária faz com que outro mágico, que é seu rival há anos, busque meios de descobrir como ela acontece.”

O que gostei – Lembrou muito o filme “O ilusionista”, que eu adorei, e tem aquele clima de “quero descobrir o que vai acontecer”. Hugh Jackman, tudo.

O que não gostei – Da “máquina que duplica”,  tira o ar de realidade do filme.

Os 5 Filmes + Malucos do Cinema

Todo mundo sabe que sou cinemafanática, adoro ver filmes de todos os lugares do mundo, respeitando o jeito de cada lugar fazer filme. Só não assisto terror porque pramim não faz sentido.  Bem, por ser uma cinéfila eu resolvi fazer o top 5 de hoje com os “Cinco Filmes Mais Malucos”, na minha opinião, que isso fique bem claro.

Taxi Driver (1976)  “Indicado 4 vezes ao Oscar® (incluindo Melhor Filme) Taxi Driver mostra o ciclo de deterioração mental de um homem violento por causa de desespero e solidão. “

Por que é legal? Bem você vai se deparar com Robert De Niro na flor dos seus 26 anos de moicano e Jodie Foster com 12 aninhos fazendo uma prostituta.

O que é chato? De Niro é um cara piradão  e o filme demora a fazer sentido.

Laranja Mecânica (1971)  “No futuro, o líder de uma gangue de delinqüêntes é preso e usado como cobaia num experimento para frear os impulsos destrutivos. “

Por que é legal? Cenários bem desenvolvidos, violência gratuita (ah va tem dia que agente quer ver umas porradinhas em filmes), estilo minimalista ao meu ver, músicas bizarras.

O que é chato? Tem gente que não entende a graça do filme.

Blue Velvet (1986) “Jeffrey (Kyle MacLachlan) retorna para sua cidade depois de estar fora algum tempo e descobre uma orelha humana sobre o chão, em meio ao mato. Não satisfeito com a passividade da polícia em relação ao caso, ele e a filha de um detetive da polícia (Laura Dern) resolvem fazer sua própria investigação. Eles acabam entrando em um submundo bizarro, envolvendo um homem diabólico e uma linda, porém misteriosa, mulher.”

Por que é legal? É um suspense que faz você realmente querer saber o que acontece. E é boga bizarro.

O que é chato? Eu demorei pra pegar o fio da meada, mas eu sou lerda!

2001 – Uma Odisséia no Espaço (1968) No século 21, astronautas liderados pelo experiente David Bowman e por Frank Poole são enviados a Júpiter para investigar um enigmático monolito que dá sinais de outra civilização. A bordo da nave Discovery, controlada pelo computador HAL 9000, eles partem, mas uma pane iniciaria uma tentativa de eliminar um a um dentro daquele ambiente.

Por que é legal? Efeitos especiais super legais pra época, eu babei mesmo! E é um filme que todo mundo comenta, é de obrigação assistir! Qual outro filme você tem 15 minutos de proteção de tela do Windows?

O que é chato? Não tem fim.

Clube da Luta (1999) “Jack (Edward Norton) é um executivo que trabalha como investigador de seguros, tem uma boa vida financeira, mas sofre com problemas de insônia. Para tentar se curar, ele começa a freqüentar terapias em grupo, mas sua vida vira de cabeça para baixo quando ele conhece Tyler (Brad Pitt). Com ele, forma um clube da luta, onde pessoas são amigas, mas se esmurram violentamente em algumas noites. Tudo ganha propósitos maiores quando as coisas começam a ficar loucas e surreais.”

Por que é legal? É bem critico o filme, se pararmos para refletir. E é cheio de mensagenzinhas subliminares por todo o filme.

O que é chato? Só é chato se te contarem o final!


%d blogueiros gostam disto: