Meme

Meme: Complete a frase

meme_frase

Foto de Gabriel Santiago

Fui indicada pela Cris lá do Leviosa para fazer esse meme que achei bem divertido, então vamos às respostas porque acho que vai ser difícil fazer.

Sou muito ansiosa. A coisa é feia, mas nunca fui em médico tratar ou ver se é algo mais sério, mas me atrapalha um pouco. Até quando eu corro! Não consigo correr num mesmo lugar em círculos por exemplo, é como se estivesse presa e me falta até o ar. Além disso, por conta da ansiedade meu estômago é quem mais sofre nessa situação toda.

Não suporto que achem que sou fraca por ser mulher. Eu sei que força muscular é mais fácil homem ter mesmo, mas gosto de dar o melhor no que faço. Pode ser trabalho, texto, ilustração ou até nas aulas de kung fu, sou extremamente competitiva comigo mesma e isso me ajuda e me atrapalha ao mesmo tempo. Só eu sei como fico nervosa por não conseguir fazer combate nas aulas de kung fu.

Eu nunca fiquei muito tempo sem postar no blog. Sério! Não me lembro de ter largado dele por um mês inteiro por exemplo. Ele é meu pedacinho de sanidade no meio de tanta doidera.

Eu já briguei com meu irmão quando era mais nova. E muito! Mas hoje em dia não temos mais porque brigar, ele mora longe e somos grandes amigos. Aliás, sinto muita saudade dele.

Quando criança eu vivia me machucando. Nunca quebrei perna, levei pontos, nem nada grave, mas lembro de sempre ter um joelho/cotovelo ralado. Lembro que eu costumava ter verruguinhas nos joelhos (viagem né?) e elas sempre saiam com essas caídas no chão de cimento que eu dava. Acabei por crescer sem nenhuma de tanto tombo. Apesar que até hoje dou meus tombos.

Nesse exato momento estou escrevendo o texto do blog em silêncio e lembrei de colocar o fone. Também estou mole porque estou meio doente e tô de saco cheio disso já.

Eu morro de medo de morrer e perder as pessoas que amo. É meu maior medo e as vezes tenho pequenas crises de pânico pensando nele. É meio viagem eu sei, bem como é inevitável também, mas isso me apavora.

Eu sempre gostei de cantar (eu ia colocar desenhar, mas isso todo mundo já sabe, né?). Fiz coral durante 3 anos na adolescência, quando estudava inglês na escola da minha mãe(foi nele que conheci o noivo) e depois mais 3 anos na faculdade, e sinto muita falta disso. Era muito gostoso, me divertia demais.

Se eu pudesse concertava tudo de errado no mundo. É utópico demais pensar que um dia as pessoas viverão em paz umas com as outras, felizes e saudáveis? Pode ser, mas “Ses” estão aí pra serem usados.

Fico feliz quando o dia está claro, com Sol, aquele céu azul lindo e eu e o noivo estamos passeando, ou indo viajar, ou conhecendo algo novo. São dias de calma, paz e diversão que eu adoro demais!

Se pudesse voltar no tempo eu aproveitaria mais algumas coisas. Uma vez vi um filme que o cara podia voltar no tempo e ele vivia o dia de maneira normal, mas depois vivia ele de novo tentando ver tudo por outro ângulo. Então eu veria tudo por outro ângulo e tentaria me divertir mais e olhar menos pra problemas. Apesar que isso pode começar a ser feito hoje né?

Adoro comer. Sério, tem coisa melhor que comer uma comida gostosa? Risoto, massas, sobremesas com sorvete… Hmmm… Mas aqui em casa estamos tentando maneirar pra ninguém sair do penso, né? Comer é bom, mas com moderação.

Quero muito viajar. PONTO. Viajar é uma delícia e não importa pra onde. Eu e o noivo adoramos desde passeios por perto até lugares mais longe então o que vier ta valendo. Mas a Disney está nos planos de um dia, isso está!

Eu preciso de internet. Calma, não preciso ser internada ainda, eu consigo ficar um final de semana inteiro sem tocar no celular, já fiz isso fácil-fácil, mas tem que ter muita coisa pra eu fazer. Não me deixe sozinha no mundo sem contato com outras pessoas pela internet que eu surto. Sério.

Não gosto de ver gente sendo mal educada. Jogando lixo no chão, fumando em local proibido, não dando lugar no ônibus, deixando a bandeja do shopping na mesa, poxa, são coisas simples e que não mata ninguém.

E ai? Que acharam? Eu deveria indicar blogs pra participar agora, então eu indico todas as meninas do Blogaholic, são elas: Angélica, Jéh, Dafne, Karina, Nique, Mari, Poly, Lívia e a Letícia.

Meme: Vezes que a vida me fez rockeira

Lembra daquele monte de recorte que você tinha da Avril Lavigne? Aquela banda que você conheceu assistindo One Tree Hill ou The OC? Aquele festival super hardcore (não) que você ia com os migos? Nós e o mundo queremos saber quais foram as principais vezes que a vida te fez rockeira! Oferecimento Rotaroots.

rockeira_1

Com certeza ir aos “Rock in Rios” em 2011 e 2013 foi crucial pra vida me fazer muito rockeira. Camisetas pretas, gente chacoalhando o cabelo e muitos pulos, gritos e até o namorado me levantando pelo ombro (ok, eu sei que não devemos fazer isso, mas foi uma vez e foi bom demais!). Foram shows ótimos, dias muito bons e cheios de muita música boa. Pra quem vai este ano, tem post com dicas aqui no blog.

rockeira_2

Pra me sentir uma rock girl quase que completa, fugir um pouco do carnaval e ir nos eventos de Grito Rock contribuem pra essa vida de gente que veste preto. A primeira vez fui com duas amigas, na época não havia lei de proibição de fumo em lugares fechados e conforme a noite foi entrando a coisa foi ficando feia, mas foi divertido. Deus abençoe que hoje temos essa lei linda, mas que muita gente ignora. Depois dessa ainda fui mais umas duas ou três vezes prestigiar o evento mais réckenrrou do carnaval.

rockeira_3

Pra hoje eu ser uma amante do rock eu tenho que agradecer algumas pessoas. Primeiro a minha colega Beatriz, a primeira pessoa que ficou minha amiga quando mudei de colégio na sexta série e que era uma rock girl completa, com anéis de caveira e roupas pretas. Desculpa por falar mal das suas bandas, hoje eu escuto quase todas e você era um ser mais evoluído que eu naquela época, hoje reconheço, hehehe. Em segundo lugar, meu irmão. Ele me fez ouvir Chop Suey do System of a Down pela primeira vez e eu apaixonei na música que estava em uma montagem de filme do Final Fantasy e que eu ouvi em loop milhões de vezes. Em terceiro vem o noivo, que é rockeiro desde sempre e me apresentou muitas bandas boas, principalmente de rock clássico e coisas mais antigas. Depois disso foi só começar a pesquisar e cair na vida de rock.

Bandas que eu escuto: AC/DC, Led Zeppelin, System of a Down, Slipknot, Avantasia, MUSE, Queen, Rammstein, U2, Aerosmith, Matanza, Paramore, The Runaways, Foo Fighters, Journey, Iron Maiden… e por aí vai. Hoje estamos aí viciadas em rock e é isso que move a gente, né?

Ilustrações: Euzinha.

Meme: 10 Coisas que aprendi com relacionamentos

meme_relacionamento_1

Tem gente que pode estar em um relacionamento abusivo, como a Jout Jout falou (e se você tá nessa cai fora miga), mas na maioria dos casos que vejo são coisinhas pequenas que vão desgastando ou causam brigas desnecessárias. As pessoas gostam de ler listas com dicas pra relacionamentos saudáveis ou até mesmo pra saber se o seu relacionamento é saudável mesmo, já eu acredito que se você é feliz e tem a liberdade de ser você, seu relacionamento é muito bom.

Não posso dizer que sou a rainha da sabedoria, mas estou com a mesma pessoinha há quase 12 anos. Ele foi meu segundo “ficante” e meu primeiro namorado, então acho que alguma coisa eu fiz certo. Não acho que precisaria ter passado por várias desilusões e sofrimentos pra entender sobre relacionamentos, mas vou contar aqui 10 coisas que aprendi nesses meus 12 anos de convívio.

meme_relacionamento_2

#1 Nunca pense que você vai mudar a pessoa
Você tem que gostar dela como ela é. Não adianta achar que vai transformá-la em alguém mais romântico, ou mais atento, ou qualquer outra coisa, as pessoas são o que elas são.

#2 Converse sobre tudo
Além de namorado(a), amante, confidente, seu companheiro(a) tem que ser seu melhor amigo. Afinal, como vi uma vez em um filme, quanto mais velhinhos vocês forem ficando, mais vocês irão conversar, então a conversa sempre tem que ser boa. Importante: também é necessário saber ouvir o outro.

#3 Ciúmes não valem a pena
O maior motivo de brigas do universo de relacionamentos é esse pontinho aqui. O Izzy Nobre fez um vídeo maravilhoso sobre isso (tem um texto também) e concordo em tudo que ele diz. Então escuta isso e leva pra vida gente.

#4 Confiança é fundamental
Este item está diretamente ligado ao assunto de cima. Se a confiança acaba começa o ciúmes, começam as coisas bestas de olhar no celular, fuçar em e-mail e isso acaba com a vida. Eu mal tenho tempo de ver minhas coisas, como cuidar das coisas de outra pessoa? Aliás quem quer trair, trai de QUALQUER jeito e não importa como, então por isso não gaste seu tempo com isso.

#5 Saia da rotina
Já passamos por vários momentos aqui: colégio, faculdade, trabalho e agora uma casa juntos. Não importa qual fase seja, a gente sempre enjoa das mesmas coisas sendo feitas com repetição. Então sempre que der, saia dessa inércia. Coma algo diferente no meio da semana, mande uma mensagem no meio do expediente, qualquer coisa serve.

meme_relacionamento_3

#6 Saiba pedir desculpas
Pode parecer besta, mas eu ainda tenho muito que aprender aqui. Sou orgulhosa demais e demoro pra pedir desculpas. Quanto mais errada sou, mais rápido peço, mas orgulho não te leva a lugar nenhum.

#7 1+1=2
Sabe aquela história de um completar o outro? Balela. Os dois tem que estar completos pra juntos fazerem um par que se soma e fica mais forte. Resumindo: antes de querer ter alguém, sinta-se bem consigo mesmo.

#8 Tenha tempo pra você
Principalmente quando se mora junto, acabamos fazendo tudo juntos, mas é importante ter o seu tempo com suas coisas e seus amigos. Por exemplo, eu gosto de desenhar e isso é apenas meu, já o noivo gosta de ver futebol. Fazer algo pra você faz parte e faz bem.

#9 Paciência é uma virtude
Nem todo dia estamos bem ou de bom humor e isso acontece com a outra pessoa também. Paciência nesses dias é um bem danado que temos que arrumar de algum lugar, pena que não vende na farmácia.

#10 O amor muda com o tempo
Quando conheci o hoje então noivo, sabia que ele era legal e eu achava que ama ele, mas ao longo de todos esses anos o sentimento foi se modificando e se transformando e acho que depois de um tempinho é que o amor aconteceu mesmo. Acabar? Nunca! Ele cresce que nem uma raiz no peito da gente e cada dia fica maior, mas cada dia entendemos ele de um jeito, o que é muito bacana. Acho que ele vai continuar crescendo e mudando por aqui, até quem sabe ficarmos velhinhos. Nosso lema sempre foi: que seja eterno enquanto dure e essa eternidade já tem mais de 11 anos.

E vocês? O que acham que faltou por aqui? Já aprenderam coisas diferentes?

O post “10 Coisas que aprendi com relacionamentos” é um oferecimento de Rotaroots, blogueiros de raiz.

Meme e Ilustração: Coisas que eu já quis ser

oceonografa_eu
Under the sea.
Faxineira – Desde criança, lá na minha cidade natal, temos a mesma pessoa cuidando da nossa casa: a Martinha. Eu lembro de ficar conversando com ela no batente da porta enquanto ela fazia alguma coisa e eu e meu irmão pulávamos de um sofá pro outro enquanto ela passava limpando, ou até enceirando o chão. Lembro também que falava pra ela que queria ser faxineira que nem ela, porque arrumar as coisas sempre foi um certo “passatempo” que tive e sempre gostei da casa cheirosa e limpinha que ela deixava pra gente. Aí eu e meu irmão crescemos e a Marta sempre esteve em casa ouvindo nossas baboseiras. Hoje eu ainda vejo ela quase sempre que vou pra Minas e ela continua ouvindo minhas baboseiras. Martinha merece um prêmio!

Oceanógrafa – “A Pequena Sereia” deve ter sua grande parcela de culpa em eu ser apaixonada pelo mar. Me desculpe quem odeia aquários, mas eu tenho que dizer que eu amo todos eles e sem eles eu nunca teria sido feliz sem ver os bichinhos que mais amo, mas os abissais ainda são os que eu mais adoro. Por conta disso, durante minha fase de “o que ser quando crescer” eu pensei seriamente em prestar vestibular para oceanografia. Foi quando vi uma matéria mostrando a vida de um profissional desta área no jornal e desisti.

Astrônoma – Eu só gosto de mundos profundos demais ou distantes demais. Quando me apaixonei pela física, resolvi por um curto espaço de tempo estudar astronomia. Olhar por telescópios, descobrir estrelas, planetas… tudo muito fascinante e terrivelmente difícil! Por isso, passei pro próximo.

Cantora – Confesso! Já quis ser famosa sim, cantar muito, porque cantar faz bem e eu adoro. Fiz uns 6 anos de coral, contando da escola de inglês e o da faculdade juntos, e era uma delícia. Sinto falta até hoje de participar de algum, pena que só em igrejas.

Maluca? Inconstante? Essa sou eu! hahaha e vocês, o que queriam ser?

O meme “Coisas que eu já quis ser” é um oferecimento do grupo de blogueiros de raiz Rotaroots.

%d blogueiros gostam disto: