Assistir

Filme: Elysium (2013)

[rating:2/5] “Em 2159, o mundo é dividido entre dois grupos: o primeiro, riquíssimo, mora na estação espacial Elysium, enquanto o segundo, pobre, vive na Terra, repleta de pessoas e em grande decadência. Por um lado, a secretária do governo Rhodes (Jodie Foster) faz de tudo para preservar o estilo de vida luxuoso de Elysium, por outro, um pobre cidadão da Terra (Matt Damon) tenta um plano ousado para trazer de volta a igualdade entre as pessoas.”

Filme que estava na minha lista de “quero ver” há um bom tempo e finalmente consegui ver este fim de semana, mas sinceramente? Até que foi legal ver Wagner Moura e Alice Braga, rostos conhecidos, no meio de um filme de Hollywood, mas Wagner grita demais! “Ah! Mas é o personagem!”, sei lá, me incomodou demais o fato dele só fazer isso. Mandou bem? Mandou! Alice foi bem? FOI! Mas olha, o filme é bem fraco, a razão motivadora de Matt Damon é mais volúvel que água e tudo não passou de um filme futurista, bizarro e de sessão da tarde. Mas, a crítica social é boa, convenhamos.

Sinopse do Adoro Cinema.

Assistir: Antes do Amanhecer (1995)

 [rating:4/5] “Jesse (Ethan Hawke), um jovem americano, e Celine (Julie Delpy), uma estudante francesa, se encontram casualmente no trem para Viena e logo começam a conversar. Ele a convence a desembarcar em Viena e gradativamente vão se envolvendo em uma paixão crescente. Mas existe uma verdade inevitável: no dia seguinte ela irá para Paris e ele voltará ao Estados Unidos. Com isso, resta aos dois apaixonados aproveitar o máximo o pouco tempo que lhes resta.”

Fazia tempo que queria começar a acompanhar a história de Jesse e Celine. Desde que ouvi Maurício Saldanha falando bem do filme em vários Rapaduracasts, pra ser mais exata. O terceiro filme “Antes da Meia Noite”, foi lançado há não muito tempo, mas o primeiro é de 1995 e não é nem um pouco datado. Pelo menos eu não achei, mesmo com a roupa mais “diferentinha” da Celine.

A história cativa pelos diálogos existenciais do par romântico que vai te levando por lugares de Viena. Aliás, diálogos é o que mais temos no filme, que em alguns momentos me deixou sonolenta (poxa,estava tarde já). Apesar disso, fiquei com vontade de assistir aos outros dois filmes.

Achei interessante os questionamentos sobre a vida e sobre amor, como as pessoas encaram as coisas, como é simplesmente aproveitar o dia, esquecer do amanhã. Estamos tão acostumados a nos preocupar com a conta de amanhã, com o que fazer sábado, que esquecemos do agora. O filme se trata de aproveitar o momento, o tempo que te foi dado. Muito fofo, e recomendo para as meninas que quiserem suspirar, porque Jesse é fofo.

Assistir: Clube dos Cinco (1985)

Clube dos Cinco [rating:3/5] “Em virtude de terem cometido pequenos delitos, cinco adolescentes são confinados no colégio em um sábado, com a tarefa de escrever uma redação de mil palavras sobre o que pensam de si mesmos. Apesar de serem pessoas completamente diferentes, enquanto o dia transcorre eles passam a aceitar uns aos outros, fazem várias confissões e tornam-se amigos.”

Esse é antigo e não sei como não me lembro de ter visto na Sessão da Tarde quando era mais nova. Ainda bem que existe Netflix no mundo e feriados pra gente poder se divertir e colocar as coisas em dia. O filme mostra uma história bem legal de pessoas diferentes, mas que não são tão diferentes assim no final das contas. Apesar de parecer um pouco paradinho se comparado com filmes mais atuais, ele é bem divertido e consegue te fazer pensar. Pena que hoje em dia não passe mais na TV, acho que muita gente ainda pode aprender com a história. Então fica a dica pra quem estiver com vontade de ver algo diferente.

Assistir: O Espetacular Homem-Aranha 2 – A Ameaça de Electro (2014)

[rating:4/5] “Peter Parker (Andrew Garfield) adora ser o Homem-Aranha, por mais que ser o herói aracnídeo o coloque em situações bem complicadas, especialmente com sua namorada Gwen Stacy (Emma Stone) e sua tia May (Sally Field). Apesar disto, ele equilibra suas várias facetas da forma que pode. No momento, Peter está mais preocupado é com o fantasma da promessa feita ao pai de Gwen, de que se afastaria dela para protegê-la. Ao mesmo tempo ele precisa lidar com o retorno de um velho amigo, Harry Osborn (Dane DeHaan), e o surgimento de um vilão poderoso: Electro (Jamie Foxx).”

Depois de muitos filmes em 3D que não foram grandes coisas e só fizeram reflexo e peso no meu óculos de grau, resolvi assistir o segundo filme (ou seria quinto?) do aracnídeo em 2D mesmo. Em algumas cenas me perguntei se seria bom ter visto em três dimensões, então espero alguém me contar. Tirando isso, achei a história amarradinha, com uma coisa levando a outra, mas de novo, muitos vilões, muitas explicações pros vilões e isso me incomodou um pouco, foi melhor que o terceiro filme da primeira trilogia, massssss…

Meus olhinhos marejaram em algumas cenas e eu tenho que dizer que gostei bastante. Tinha bastante romance nesse filme, não sei se os meninos vão gostar disso, e Andrew Garfield estava fofo e divertido como sempre. Como escrevi no Facebook, tem cenas pós créditos de X-men (sim!!), então esperem porque é das grandinhas e boas!

%d blogueiros gostam disto: