aventura

Toy Story 3 + Nana 2

Toy Story 3 –[rating:5/5]“Nova aventura dos personagens apresentados pela primeira vez em 1995 na animação “Toy Story”. Andy, o dono dos bonecos Woody e Buzz Lightyear, está prestes a ir para a faculdade. Com isso a maior parte de seus brinquedos é doada a uma creche. Lá o grupo conhece novos brinquedos, entre eles Ken, que logo se interessa por Barbie.”

O que falar desse desenho? Chorei e chorei e chorei. Lembrei de quando eu fui me desfazer dos meus brinquedos. Acho que quando a gente se desfaz de brinquedos é quando deixamos realmente de ser crianças, talvez seja por isso que ainda guardo alguns comigo. Mas por outro lado Buzz falando espanhol me matou de rir. Perfeito, simples e cheio de coração esta animação. Recomendo a todos aqueles que viram o primeiro Toy Story no cinema, e que hoje provavelmente ou estão entrando na faculdade, ou já estão em uma, como eu.

Nana 2 – [rating:2/5]“Sequência do filme japonês Nana, uma adaptação cinematográfica do mangá homônimo de Ai Yazawa,dirigido por Kentarô Ôtani. As amigas continuam a batalhar por seus sonhos e a rememorar paralelamente uma vida que não mais voltará. Nana Oosaki luta para conseguir sua estréia e o lançamento de seu CD, já Nana Komatsu (Yui Ichikawa) parece cada vez mais se esvaziar de sentido e passa a tentar preencher o vazio de sua vida com mais uma escolha amorosa problemática: sai com o playboy Takumi , integrante do Trapnest, e logo em seguida envolve-se com Nobu . As duas Nanas lutam pela vida, e tentam manter a amizade acima de tudo.”

Baixei este filme achando que ia ser legal, mas eitha coizinha de 2:10 parada e sem graça! Não tem nem trilha sonora direito! Acho que muito sentimento do filme é passado com a música, isso faltou muito neste filme. Quero assistir o primeiro, mesmo achando que a história deles não são dependentes e que continuarei achando o 2 ruim. Atores sem expressão demais, mas umas musiquinhas em vídeo clipe são boas e a fotografia é linda.

Sinopse por Cinema com Rapadura e Wikipédia

Alice + Inimigos Públicos

Alice no País das Maravilhas – “Alice (Mia Wasikowska) é uma jovem de 17 anos que passa a seguir um coelho branco apressado, que sempre olha no relógio. Ela entra em um buraco que a leva ao País das Maravilhas, um local onde esteve há dez anos apesar de nada se lembrar dele. Lá ela é recepcionada pelo Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) e passa a lidar com seres fantásticos e mágicos, além da ira da poderosa Rainha de Copas (Helena Bonham Carter).”

Bem, eu esperava mais da Alice. Achei os efeitos especiais meio forçados, talvez fosse mesmo pra ser assim, mas não gostei muito. A Rainha Cabeçuda não me agradou, por que ela tem que ser cabeçuda?
A Alice é meio sem sal… mas não odiei o filme. Como eu disse pra quem me perguntou: “não fedeu, nem cheirou”.

Inimigos Públicos –“John Dillinger (Johnny Depp) era um criminoso audacioso e violento, mas que atraía a opinião pública ao seu favor, principalmente, porque dizia retirar das instituições financeiras o dinheiro que elas roubavam do cidadão. Seus assaltos a bancos e fugas rápidas enlouqueciam a polícia que não tinha condições de enfrentá-lo. Assim, prender o assaltante tornou-se uma obsessão do então burocrata J. Edgar Hoover (Billy Crudup), que disposto a tudo para fortalecer o famoso F.B.I., coloca Dillinger como o inimigo público número um. Para ajudar em sua missão, Hoover contrata o policial Melvin Purvis (Christian Bale) e o deixa igualmente obcecado pela captura do bandido, que se apaixona por Billie Frechetti (Marion Cotillard) e acaba complicando a sua vida. “

Fim de semana Johny Depp, né? Já estava querendo ver este filme fazia umas semanas, mas Dexter tem ocupado meu tempo integral que eu dedicava aos livros e aos filmes, mas isso é assunto pra outro post.
Achei o filme fraco. Tinha muitos tiros e assaltos, como todo bom filme de máfia, mas achei a fotografia fraca e o filme um pouco confuso (e não fui só eu!). Pra quem quer ver máfia, sangue e tiroteio, recomendo Poderoso Chefão mesmo.

Sinopses por Adoro Cinema

Hook + Peixe Grande

Hook“Aos quarenta anos Peter Banning (Robin Williams), que um dia já foi Peter Pan, é um homem tão envolvido com o trabalho que deixou de dar atenção à família e esqueceu a sua origem. Mas o Capitão Gancho (Dustin Hoffman) seqüestra seus filhos, obrigando-o a retornar a Terra do Nunca.”

Nostalgia total esse filme. Sempre amei essa produção, desde pequenininha, e quando vi pra baixar em qualidade boa, não resisti! Adoro os cenários e adoro como mexe com a imaginação de quem assiste. Um filme que, apesar de ser considerado um fracasso do cinema, eu amo muito e acho simplesmente fantástico!

Peixe Grande“Ed Bloom (Albert Finney) é um grande contador de histórias. Quando jovem Ed saiu de sua pequena cidade-natal, no Alabama, para realizar uma volta ao mundo. A diversão predileta de Ed, já velho, é contar sobre as aventuras que viveu neste período, mesclando realidade com fantasia. As histórias fascinam todos que as ouvem, com exceção de Will (Billy Crudup), filho de Ed. Até que Sandra (Jessica Lange), mãe de Will, tenta aproximar pai e filho, o que faz com que Ed enfim tenha que separar a ficção da realidade de suas histórias.”

Estava doida pra assisti-lo, Tim Burton, né? Então uma amiga da faculdade me emprestou e resolvi assistir ontem. Adorei o modo como o Ed Bloom descobre tudo no fim, assim como chorei horrores (ok, foi a TPM). Adoro filmes que tratam de imaginação e histórias fantásticas. Me faz me sentir mais criança. Lindo filme!

Sherlock Holmes + Star Trek

Star Trek [rating:5/5]“James Tiberious Kirk (Chris Pine) é um jovem rebelde inconformado com a morte de seu pai. Certo dia, recebe convite para fazer parte da formação de novos cadetes para a Frota Estelar. Uma vez lá conhece Spock (Zachary Quinto), um vulcano que optou por deixar seu planeta porque é metade humano e discordava do preconceito. Durante o treinamento, e também na primeira missão, os dois vivenciam novas experiências provocadas por seus estilos diametralmente opostos. Assim, Spock, o cerebral, e Kirk, o passional, viverão uma grande aventura ao lado de outros tradicionais integrantes da tripulação da U.S.S. Enterprise, a mais avançada nave espacial da época. “

Achava que esse filme ia ser bem chato, mas me enganei completamente! Tem ação, tem humor, tem draminha, e eu pude entender algumas coisas dessa série que dá o que falar em “The Big Bang Theory”. Se você adora o Sheldon, você TEM que ver esse filme, pois Sheldon é praticamente um Spock atual. Adorei e recomendo!

Sherlock Holmes[rating:4/5] “Final do século XIX. Sherlock Holmes (Robert Downey Jr.) é um detetive conhecido por usar a lógica dedutiva e o método científico para decifrar os casos nos quais trabalha. O dr. John Watson (Jude Law) é seu fiel parceiro, que sempre o acompanhou em suas aventuras. Porém esta situação está prestes a mudar, já que Watson pretende se casar com Mary Morstan (Kelly Reilly). Isto não agrada Holmes, que não deseja o afastamento do colega. O último caso da dupla envolve Lorde Blackwood (Mark Strong), por eles presos ao realizar um ritual macabro que previa o assassinato de uma jovem. Ele é preso e depois condenado à forca, mas misteriosamente é visto deixando o túmulo onde seu caixão foi deixado.”

Linda fotografia, trilha sonora, os atores eu achei um pouquiiiinho só sem sal, mas não sei porque, figurinos bem legais, situações bem divertidas… e eu gostei. Sherlock também me cativou. Mas achei a história dele ir planejando tudo perfeitamente na mente dele uma coisa meio “True Lies” demais. Por isso, dou 4!

Sinopses: Adoro Cinema

%d blogueiros gostam disto: