Biografia

Chico Xavier + Gênio Indomável

Chico Xavier – [rating:5/5]“Desde criança, Chico Xavier (Matheus Costa) ouvia vozes e via pessoas que já tinham falecido. Seus relatos eram sempre desacreditados, sob a justificativa que eram sua imaginação ou obra do demônio. Ao crescer, ele (Angelo Antônio) passa a usar seu dom para psicografar cartas. Com poesias atribuídas a grandes autores mortos, seus primeiros livros já chamaram a atenção e provocaram polêmicas em todo o país. Já envelhecido, Chico (Nélson Xavier) participa do programa de TV “Pinga-Fogo”, onde fala sobre sua trajetória de vida e questões do espiritismo. Através dele conhece Orlando (Tony Ramos), diretor de imagem do programa, que é ateu. Ele e sua esposa Glória (Christiane Torloni) sofrem devido a perda do filho, Tomás, morto quando ele e um amigo brincavam com uma arma encontrada. Agora o casal precisa decidir se irá agir no processo que pode condenar o responsável pela morte de Tomás.”

Que filme mais legal. Eu sou bem seca quando se fala de filme brasileiro. Não gosto de muitos, não sei, é meio que um preconceito mesmo, apesar que as coisas andam melhorando pro nosso lado, mas voltemos ao Chico. História de muita persuasão e vontade. Achei muito bonita e triste também, chorei e pensei demais. Como esse filme faz pensar. Não sou careta quando falo de religião, já que adoro ler sobre elas. Respeito todas e por isso achei incrível o que Chico Xavier fazia, já que não conhecia tanto a história dele, conheci e achei interessantíssima.

Gênio Indomável – [rating:5/5] “Em Boston, um jovem de 20 anos (Matt Damon) que já teve algumas passagens pela polícia e é servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles. Um filme que mostra como que o medo de enfrentarmos nossos “fantasmas de um passado numa família disfuncional”, podem fazer com que abortemos a potencialização de nossos talentos. Mostras como que uma escuta autêntica pode ajudar um ser humano a entrar em contato com seu próprio Ser que o faz ser.”

Depois que fiz a biografia do Ben Affleck, eu fiquei morrendo de curiosidade pra ver esse filme. Como é bom! Acho que tem muita gente como Will no mundo. Gente que só precisa de uma oportunidade mínima pra mostrar o quanto é grande. É bom legal como Will e o terapeuta começam a se ajudar e também como o personagem de Ben Affleck prova que amigo é aquele que te joga pra frente e não te segura. Um ótimo filme, Oscar merecido!

Biografia, ou não, de Ben Affleck

Benjamin(isso você leu certo) Geza Affleck, nasceu dia 15 de agosto de 1972 em Berkeley, California. Seu pai Tim Affleck é também ator e sua mãe Chris é uma professora. Ben também tem um irmão mais novo, Casey.

Affleck começou a trabalhar em comerciais com ajuda de seu pai, entre eles anúncios do Burger King. Nessa época ele conheceu um outro garoto que frequentava a vizinhança de Cambridge e que até hoje é amigo dele, Matt Damon. Eles faziam tudo juntos, desde uma pequena liga de baseball, torcer para o Red Sox e até atuar.

Interpretou C.T. Granville na série da PBS, “The Voyage of the Mimi”, ficando durante 4 anos na produção, fez alguns filmes para TV e um segundo “Voyage of the Mimi”, então foi para Rindge And Latin High School com Damon. Eles eram muito ativos no departamento de drama e teatro. Ben entrou pata a Universidade de Vermont, mas não demorou muito para que sua paixão falasse mais alto e com aprovação de sua mãe, ele foi para Los Angeles procurar trabalho. Estudou durante um ano na Occidential College in Middle Eastern Studies, fez coisas pequenas para TV, como um filme chamado “Daddy” e “Against the Grain”. Fez algumas participações em 1992 em “Buffy a Caça Vampiros” e “School Ties”.

Ben e Matt sentiram que se eles não podiam achar algum trabalho decente, então eles tentariam fazer algo por eles mesmos. Com diálogos rápidos e experiências pessoais, eles criaram um inteligente script com um grande futuro pela frente. Enquanto trabalhavam em melhorar o script e posicioná-lo para ser vendido, uma tarefa muito complexa, Ben continuou trabalhando em vários projetos. Achou trabalho em algumas coisas independentes, como “Glory Daze” e “Barrados no Shopping”. “Barrados no Shopping” era dirigido por Kevin Smith. Não muito depois Ben impressionou Kevin, que o chamou para atuar em outro filme, “Procurando Amy”. Como eles viraram amigos, Kevin leu o roteiro de Ben e Matt, que o impressionou e logo as filmagens de “Gênio Indomável” começaram. Robin Williams, um ator super aclamado na época, participou do filme e Ben and Matt venderam o script para a Miramax por $600,000.

Antes da premiere do filme que mudaria a vida de Ben, ele fez alguns papéis em filmes independentes como “Phantoms” e um filme menor, no qual contracenou com Rachel Weisz, “Indo Até o Fim”. Ben ainda entrou em um papel, com Michael Bay na direção e Bruce Willis atuando, no filme “Armageddon”. “Gênio Indomável” seria em breve premiado com Globos de Ouro e até um Oscar para Ben e Matt por terem escrito o filme. Matt e Ben então abriram um restaurante que servia comida italiana e japonesa chamado “The Continental.”


Que fofura ele!
Ben pegou um papel pequeno em outro indicado ao Oscar “Shakespeare Apaixonado” com a atriz Gwyneth Paltrow. Durante as filmagens, Ben começou a namorar a atriz, mas o relacionamento durou por pouco tempo. Ele então atuou com Damon em outro filme de Kevin Smith, “Dogma”, trabalhou com Giovanni Ribisi em “O Primeiro Milhão”, atuou com Gary Sinese em “Jogo Duro”, pegou um papel pequeno em “Daddy and Them” e então entrou em um dos seus maiores papéis em “Pearl Harbor”. Entre 2001 e 2002, Ben trabalhou em muitos filmes, “O Império (do Besteirol) Contra-Ataca”, outra colaboração com Kevin Smith; “A Soma de Todos os Medos”, “Fora de Controle” com Samuel Jackson e um filme de super-herói, baseado na HQ favorita de Ben quando criança, “Demolidor” com Jennifer Garner; e “Gigli”, with Jennifer Lopez.
Tempo de muito dinheiro. Ben tinha que trabalhar com algumas questões e se internou em um centro de reabilitação porque achou que seu consumo de álcool estava grande e não queria que piorasse. Quando ele saiu da reabilitação, conheceu Jennifer Lopez e se apaixonou.
Parecia ser um momento maravilhoso em sua vida, mas tornou-se nada menos que um frenesi da mídia em torno do casal, que não importa o que eles fizessem, sairia em qualquer jornal/revista. Por conta de toda essa bagunça ao redor deles, o relacionamento acabou.

No entanto Ben continuou e se concentrou no seu novo filme “O Pagamento” e “Menina dos Olhos”. Ben decidiu “tirar umas férias” para controlar a própria carreira e reavaliar sua vida. Em 2004 ele fez campanha para os Democratas e ganhou o California State Poker Championship, torneio de poker que lhe rendeu $356,000 como prêmio.

Então ele se aventurou para Vancouver para se encontrar com sua amiga Jennifer Garner, começando então a namorá-la. Em 2005 ele se casou com Garner e se tornou pai de Violet. Com espírito renovado Ben começou a trabalhar pela primeira vez como diretor e roteirista adaptando a obra do autor Dennis Lehane para o filme “Medo da Verdade” que tem no elenco Casey Affleck, seu irmão.

Fonte: Ben-Fan.com

Biografia, ou não, de Sandra Bullock

Nossa faz tempo que não coloco uma biografia por aqui! Bem, como adoro todos os filmes que essa atriz fez e acho ela super engraçada e simpática, resolvi falar dela, a vencedora do Oscar de melhor atriz deste ano: Sandra Bullock.

Nascida em 26 de julho de 1964, em Arlington no estado da Virgínia, filha de mãe cantora de ópera, o que levou ela e suas duas irmãs a viajarem sempre pela Europa, Sandra Annette Bullock vivia subindo nos palcos com sua mãe quando pequena, fazia pequenos papéis em que só aparecia rapidamente no palco. Quando ela fez 10 anos a família voltou para Virgínia, ela terminou o colégio, onde foi líder de torcida e ganhou prêmio como a mais simpática, e se formou em Teatro na East Carolina University, depois se mudando para New York em busca de uma carreira de atriz. Lá ela trabalhava como garçonete e fazia aulas de teatro,

Começou a carreira interpretando uma bela e assanhada sulista na produção Broadway No Time Flat, em 1988 e por causa da notoriedade que conseguiu pela crítica conseguiu um agente que batalhou para ela um primeiro papel na TV, a bordo de um programa especial reunindo a Mulher Biônica e o Cyborg, o Homem de Seis Milhões de Dólares, dois personagens ainda muito populares naqueles dias.

Depois ela se mudou para Los Angeles e pegou um papel secundário num filme para TV, The Preppie Murder, com William Baldwin. Fez ainda vários filmes de orçamentos menores, como Fire in the Amazon e Who Do I Gotta Kill.

Chegou ao cinema na comédia romântica Poção do Amor N.º 9 e fez par romântico com Sylvester Stallone em 93 em “O Demolidor”, o que proporcionou que ela conseguisse o papel em “Velocidade Máxima”, que foi um sucesso, com um faturamento de mais de 120 milhões de dólares.

Depois vieram mais filmes como, “Enquanto Você Dormia”, mais um sucesso, mostrando a todos que Sandra poderia ser bem engraçada.

Depois vieram “A Rede”, “Corações Roubados”, que foi mal criticado, e não durou muito nas telas, “Tempo de Matar”, “No Amor e na Guerra” e “Velocidade Máxima 2”, só que esse segundo filme foi um redondo fracasso. Com isso ela criou sua própria produtora, a Forti’s Films e produziu o filme “Quando o Amor Acontece”, um sucesso modesto dirigido pelo também ator Forest Whitaker.

Sandra também fez o roteiro e dirigiu o curta “Making Sandwiches”, apresentado no Festival de Cinema de Sundance. Atuou em seguida em “Da Magia à Sedução”, “Forças do Destino”, ao lado do galã Ben Affleck e emprestou sua voz a Miriam, personagem do desenho “O Príncipe do Egito”.

Em 16 de julho de 2005, se casou com o construtor de carros e motos Jesse James proprietario da oficina West Coast Choppers, que ficou famoso por ser o lider do programa Monster Garage, exibido pelo Discovery Channel. Em março de 2010 foi anunciado o divórcio do casal, após uma série de amantes de Jesse virem a público.
Em abril de 2010 a atriz revelou que adotou um bebê com Jesse em janeiro do mesmo ano, mas só revelou em abril após os escandâlos envolvendo o casal, Sandra continua o processo de adoção como mãe solteira.

Em 2009 Sandra protagonizou dois filmes que marcaram sua volta ao cinemas: “A Proposta” e “Um Sonho Possível”, que fizeram com que ela ganhasse o Globo de Ouro de “Melhor atriz (drama)” e o Oscar.

Eu simplesmente ADORO os trabalhos dela, principalmente o primeiro “Miss Simpatia” que me faz rir horrores! É visível como ela cresceu na profissão e também no modo de atuar, os papéis crescem com ela e acho isso muito legal! E vocês o que acham dela?

Fonte: Wikipédia

Elvis Presley não morreu

Dia 8 de Janeiro de 1935, nasceu em uma casa obre e humilde Tupelo, Elvis Aron Presley. Elvis foi o sobrevivente de um difícil parto de gêmeos, e por isso sua mãe não pôde mais engravidar e ter filhos.

Elvis trabalhou como lanterninha de cinema e motorista de caminhão para ajudar seus pais. A família sempre passava por dificuldades. Apesar de tantas adversidades, todo o zelo e dedicação de sua mãe foram recompensados: Elvis concluiu seus estudos em 1953 pela Humes High School em Memphis.

Nas horas vagas, Elvis cantava e tocava seu violão e, eventualmente, arriscava alguns acordes ao piano. Elvis comprava suas roupas em lojas na Beale Street e já nestes anos, era conhecido como um jovem “diferente” dos de sua época, pelo estilo único que ele adotara: roupas excêntricas (como as dos negros) e cabelos mais longos para os padrões da época e costeletas.

Uma de suas maiores virtudes era a sua voz, devido ao seu alcance vocal, que atingia, segundo especialistas, notas musicais de difícil alcance para um cantor popular. A crítica especializada reconhece seu expressivo ganho, em extensão, com a maturidade; além de virtuoso senso rítmico, força interpretativa e um timbre de voz que o destacava entre os cantores populares, sendo avaliado como um dos maiores e por outros como o melhor cantor popular do século 20.

Elvis tornou-se um dos maiores ícones da cultura popular mundial do século XX. Entre seus sucessos musicais podemos destacar “Hound Dog”, “Don’t Be Cruel” e “Love me Tender”. Particulamente no Brasil, foram bem-sucedidas as canções “Kiss Me Quick”, “Bossa Nova Baby”, “Bridge Over Troubled Water”.

Após sua morte, novos sucessos advieram, como “Way Down” (logo após seu falecimento), “Always On My Mind”, “Guitar Man”, “A Little Less Conversation” e “Rubberneckin”. Trinta anos depois de morrer, Presley ainda é o artista solo detentor do maior número de “hits” nas paradas mundiais e também é um dos maiores recordistas mundiais em vendas de discos em todos os tempos com mais de 1 bilhão de discos vendidos em todo o mundo.

Sempre adorei as músicas de Elvis, que são super animadas e divertidas. Já assisti um filme que ele fez, não me lembro o nome, mas ele também era muito bom ator. O filme “Elvis” conta sua história, e seu problema com remédios. Elvis simplesmente tomava remédios para tudo, sem precisar, e no filme tem uma passagem que ele dá remédios para dormir para sua mulher, e faz com que ela durma por dois dias. Esta “paixão por remédios” levou o astro do Rock a uma overdose e no dia 16 de agosto de 1977, ele faleceu.

Fonte: Wikipédia

%d blogueiros gostam disto: