Olá pessoal!Sumi né? Credo! Mas tudo tem uma explicação. Terça-feira da semana passada acordei de manhã parecendo que tinha sido atropelada por um ônibus e um caminhão simultaneamente: uma gripe maravilhosa me pegou de jeito. Fui para o estágio com febre e alí fiquei até as 16:50. Chegando em casa só queria dormir, estava com 39 de febre, fritando e nem fui pra aula. Quarta acordei e fui para o hospital, aí o médico deu uma olhada na bronquite e me deu um lindo atestado, assim dormi quase até a hora de pegar meu ônibus pra minha cidade.
Cheguei em Poços de Caldas 19:37 da noite, graças ao buraco, e entrando em casa, “grogue” de febre e gripe me deparei com minhas amiguinhas lindas a me esperar, meu maninho e mamãe. Que alegria me invadiu. Quase não sai, quase nem comi, graças ao antibiótico que acaba com meu estômago e me deixa com náusea, e minha páscoa foi assim: em casa, não comi chocolate nenhum do monte que ganhei(um ovo de mousse de maracujá da mamãe, um Luxe da Ferrero do namorado e 3 caixas de bombom de vovó, papai e Didi), trouxe tudo para comer quando eu estiver melhor aqui nessa terra. E também não postei nem dei sinal de vida porque o notebook da mamãe soltou fumaça e o diagnóstico foi culler queimado.
Ontem peguei o ônibus das 22h para voltar para Lorena e dar tempo de chegar na hora no estágio. Mas cheguei 5 horas da manhã e teria que acordar 6:30, mas quando agente está cansado, nossos ouvidos parece que se tampam e os dedos criam vida. Não ouvi o despertador e acordei 8:15 desesperada e sai correndo pro estágio. Fim de semana mais que corrido, mas deu pra aproveitar todo mundo! Agora acho que volto ao normal!

Você também pode gostar desses

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *