Histórias Cruzadas

Rating: ★★★★★ “Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.”

Ficar doente tem a pequena vantagem de que podemos assistir filmes e ficar quietinhos. Semana passada fiquei muito mal do estômago e durante o molho assisti a este filme que estava na minha lista fazia tempo!

Com personagens bem simples e marcados, Histórias Cruzadas surpreende. Não achei que veria tanta discussão sobre preconceito em um filme que tem tons tão alegres e leves na capa, aliás, é bem assim mesmo que o filme trata do preconceito da época, de maneira brutalmente leve. Eu fiquei indignada em várias passagens do filme e fiquei imaginando se naquela época eu teria o mesmo pensamento daquelas pessoas, afinal, a sociedade tem que evoluir em conjunto pra que a mente das pessoas se abra mais. Vale muito a pena assistir e ver que mesmo depois de muito tempo de abolida a escravidão, os negros passaram por poucas e boas, e ainda passam. Acho válido assistir este filme depois de visto 12 Anos de Escravidão, pois no filme mais atual é explicado que os negros depois de libertos começaram a trabalhar em troca de dinheiro, e por isso os brancos acabavam dando empregos que eles não queriam fazer, como empregadas, cozinheiras, jardineiros e trabalhos mais braçais. Aqui em The Help vemos algum tempo depois, como isso acabou por ficar na cultura do americano por gerações e como eles começaram a quebrar este pensamento. Bem interessante traçar esta linha.

Apesar de uma discussão sobre direitos, o filme consegue divertir e consegue fazer refletir. Recomendo muito!

Histórias Cruzadas

 

Sinopse do Adoro Cinema

Você também pode gostar desses

2 Comments on Assisti: Histórias Cruzadas (2012)

  1. Chell! Sou apaixonada por esse filme, assisti no cinema e sai com os olhos que eram umas bolachas! Esses dias vi um filme com essa temática, da década de 90 e gostei muuuito, Tempo de Matar. Nossa, é longo mas é muito bom. Quanto a 12 anos de escravidão, é um filme inegavelmente bem feito mas não me agradou muito :/ Beeeijos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *