Dia do Design

Dia 5 de Novembro é o dia nacional do design e como profissional da área eu gosto de fazer um post sobre isso sempre que dá. Esse ano surgiu no Facebook uma imagem da Revista De2ign, essa aí em cima, mas logo apareceu gente reclamando que isso não é argumento, que isso não mostra respeito ou conquista um empresário. Ai eu paro e penso, como é que o mundo anda chato! Não podemos colocar uma mísera opinião engraçada na página de uma rede social que já vem os xiítas atormentando.

Querendo ou não existem os clientes que sempre fazem a comparação de um parente, em sua maioria um sobrinho, que sabe um pouquinho “dessas coisas de computador” e que poderia fazer por ele de graça. Mas eu não me comparo aos sobrinhos. Eu sou uma profissional formada e estou muito a frente para me compararem a esta espécie de “profissional”. Mas concordo que existe muito pessoal formados (por instituições que visam mais o lucro do que o ensino), com diploma na mão, que estão no mercado, assinam designer e não sabem nem o que é isso, manchando muitas vezes a imagem da profissão. Ou seja, existem designers despreparados no mercado sim, mas eu também não quero me igualar a eles, porque minha mãe me disse que se somos os melhores no que fazemos, sempre teremos nosso lugar. Sou a favor da regulamentação, que dará um parâmetro mais justo para nossos salário e e preços, bem como quem sabe, mais peso para a profissão, mas acredito que só nós, os profissionais envolvidos se farão ter respeito e credibilidade.

#felizdiadodesign

Dia do Design

Você também pode gostar desses

3 Comments on Dia do Design

  1. Acho digno!
    Faço um curso profissionalizante de webdesign num lugarzinho que é como vc falou: mais preocupado com lucro do que com ensino. Fiz um curso de design gráfico e faço alguns serviços (remunerados) freelancer, tem gente que não entende o que faço e quando digo faz aquela cara de “que coisa inútil”. Sou a favor da regulamentação da profissão porque faço ideia do preconceito que os designers com formação superior passam… Já ouvi inclusive a história do sobrinho milhares de vezes, e precisei respirar fundo na mesma proporção.
    Sei que vou conquistar meu lugar ao sol independe dos sobrinhos que se metem a fazer as coisas de graça maculando a imagem do designer que foi lá meteu as caras, estudou e se diplomou como tal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *