Prontinha, quentinha e cheirosa.

Quando eu era uma Chellzinha minha avó paterna, a Vó Cida, fazia roscas divinas pra vender. Aquela lembrança sempre ficou na memória de todos, mas ela parou de fazer essas gostosuras há muitos anos e um dia eu resolvi aprender a fazer essas delícias com cheirinho de canela. Foi sucesso e todo mundo se esbaldou e matou as saudades daquele tempo. O mais legal é que já fiz mais vezes e deram certinho, resolvi então dividir esta receita fácil e gostosa com vocês.

Ingredientes

500ml de leite
500g de açúcar
2kg de farinha de trigo
6 ovos
250g de manteiga
50g de fermento biológico
Canela em pau
Canela em pó

rosca_1

Misturando os líquidos.

Coloque o fermento biológico para crescer com um pouco de leite morno * e faça um copo de chá de canela com a canela em pau. Derreta também a manteiga*. Uma dica: derreta ela quase que toda e desligue o fogo para que ela termine de derreter com o calor do que já foi derretido, deixe-a esfriando um pouco. Bata as claras em neve e depois misture o açúcar e as gemas batendo tudo. Reserve uma gema para o final. Misture o fermento, o leite* e o chá* na massa. Depois coloque a manteiga* e misture mais. Vá jogando a farinha aos poucos até começar a dar pra amassar com as mãos. Nessa hora você pode já amassar com as mãos.

rosca_2

Mão na massa.

Sove bem a massa colocando a farinha na superfície para que a massa não grude. O ponto certo dela será quando você passar a faca na massa e ela abrir como uma boca. É bem interessante e fácil de perceber. Depois disso divida a massa fazendo bolinhas do mesmo tamanho em múltiplos de três e comece enrolá-las como “cobrinhas”. É só trançar que nem fazemos em cabelo, apertando o começo e o final para que ela não solte.

rosca_3

Bolinhas sendo enroladas.

rosca6

Trançada.

Passe a gema de ovo que estava reservada por cima da rosca usando pincel próprio (eu não tinha e fiz com os dedos mesmo =D). No meio da trança coloque canela com açúcar e deixe elas em uma assadeira para crescer com espaço de 2 dedos para cada lado. Para saber se a massa já está boa, coloque água em um copo e jogue lá dentro uma bolinha de 1 cm de diâmetro. Quando a bolinha subir, a massa pode ir ao forno!

Em forno pré-aquecido em fogo baixo, deixe as roscas por até 40 minutos assando. Vai do forno que cada um tem, então assim que elas dourarem por cima pode retirar. Sua casa vai ficar com um cheiro delicioso e os vizinhos vão ficar com água na boca.

A receita original é com o dobro de ingredientes, mas dividi tudo por 2 e deram 8 roscas com esta receita. E não se engane, elas crescem MUITO! Então o ideal é uma rosca um pouco maior que sua palma da mão. Esqueci de passar a gema pela rosca inteira bem na vez que tirei as fotos, então elas estão mais branquinhas, mas se vocês fizerem como na receita é satisfação garantida.

rosca_4

Grudadinhas quando saem do forno.

*IMPORTANTE: Esse é um “truque” que quem não está acostumado a fazer massas não sabe: Nada deve ser colocado quente, nem frio na massa, nem o chá, nem o leite, nem a manteiga, então deixe tudo morninho pra adicionar.

Você também pode gostar desses

14 Comments on Receita: Rosca da Vó Cida

  1. Ai, que delícia.Observando essa massa pronta, me deu uma baita de uma fome HAHAHAHH.
    Gostoso *_*

    beeeijão ^^

  2. Nossa, consegui até sentir o cheiro agora! Minha avó tinha o hábito de fazer rosca (mas não tinha canela) e o cheiro é uma das minhas memórias olfativas mais fortes da infância. Ai ai, fiquei nostálgica…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *