Feminices

Cabelo, esmalte, roupas, sapato… sou nerd, mas sou mulher!

Marion Zimmer Bradley e as suas Bruxas

Hoje eu não poderia deixar de falar das bruxas na literatura, mas o post vai pra autora de livros que tratam de bruxaria como eu acho que deve ser até hoje em dia (ok, tire algumas coizinhas): Marion Zimmer Bradley.

Nascida em 3 de Junho de 1930, Marion começou a escrever contos sensacionalistas para sustentar seu marido e seu filho, e seus livros eram vendidos maravilhosamente. Porém só com As Brumas de Avalon alcançou notoriedade ao permanecer três meses na lista dos “bestesellers” do New York Times.
Eu sou simplesmente vidrada nos livros desta mulher, e vou falar um pouquinho dos que eu lí, amei e recomendo.

A Senhora de Avalon “O livro conta a saga de uma ilha sagrada narrada por sucessivas gerações de sacerdotisas que servem a grande Deusa da era paga. A historia de vida de tres mulheres – Caillean, Dierna e Ana – que comandam a sorte da Inglaterra lendária.”

Foi o meu predileto. Tive a felicidade de ganhar de natal do namorado e foi “em uma sentada só” que devorei o livro. Ele é dividido em três histórias e antecede o livro brumas.

As Brumas de Avalon “Neste romance, a lenda do rei Artur é contada pela primeira vez através das vidas, das visões e da percepção das mulheres que nela tiveram um papel central. Pela primeira vez, o mundo arturiano de Avalon e Camelot, com todas as suas paixões e aventuras é revelado, como se poderia esperar, pelas suas heroínas.Trata-se, acima de tudo, da história de um profundo conflito entre o cristianismo e a velha religião de Avalon.”

Simplesmente maravilhosa coleção. A história é dividida em quatro volumes e a maioria dela é contada pela visão de Morgana, irmã de Artur, muitas vezes chamada de Morgana das Fadas.

O Incêncio de Tróia –“Recriação que a autora faz da famosa lenda, a queda de Tróia acontece de uma forma nova e ousada, desde a provação de Páris, o rapto de Helena (neste livro, não a cruel adúltera da lenda, mas uma mulher afetuosa, dedicada a Páris e aos filhos) e a convocação dos exércitos gregos por Agamenon, o enfurecido cunhado de Helena, à tragédia final da destruição da cidade, condenada pelos deuses – e pelo orgulho voluntarioso de seus líderes.”

Este foi outro que me encantou. A visão de Cassandra, irmã de Paris, de toda a história é muito boa! Ela quase não aparece em filmes que falam de Tróia, e é taxada de doida, mesmo no fim do livro da Marion Zimmer.

Resenhas : Skoob

Espero que vocês tenham gostado da série. Gostaria de saber da opinião de vocês leitores, pois é pra vocês que nós blogueiros fazemos isso.
Adorei fazer esses posts e pretendo fazer mais um em novembro, o tema já está definido, mas aceito sujestões para posts futuros. Aprendi um bocado também, achei uns sites super maneiros, acho que consegui “defender” o pessoal que segue esta opção de vida, já que sigo a premissa de que gente ruim, invejosa, mentirosa e falsa existe em todas as religiões e só os hipócritas acreditam o contrário, por isso tenho minha própria crença, e não, eu não sou adoradora do diabo. É isso ai, e até o próximo post!

Hot Blitz – Cravo & Canela

E olha só o que chegou em casa ontem:

Um mimo mais que fofo da Cravo & Canela, que as blogueiras do Bruberries, Casa da Mãe Joana , Meninas Intimadas, Honey Milk, Triplo Sentido e  Just Lia também receberam. No kit temos Chandon, Smirnoff Ice, pimentinhas, camisinhas, caixinhas de fósforo, que acabei doando para umas pessoas, e um sapato mais que lindo, da cor que eu adoro e com o saltinho bem baixinho, assim como eu gosto além disso ele é mega confortável.

Wizard of Oz na C&A

Fui esse sábado com o namorado no shopping que tem numa cidade aqui perto pra ele comprar roupas, e adivinha quem acabou levando também? Não me segurei, quando vi a coleção “Wizard of Oz” da C&A entrei em colapso! São dois modelos, o primeiro vem com a Dorothy, os sapatinhos de rubi e o mágico e tem nas cores branco e amarelo, o segundo vem Dorothy, Espantalho, Homem de Lata e Leão no meio da estrada de tijolos amarelos, e tem nas versões rosa e amarelo.

Além disso tem umas blusinhas da Sininho, que tirei foto também, mas saíram desfocadas. Adorei a ideia de tirar fotos no provador hehehe (made by Lia). Mas corram porque acho que essas logo logo somem das lojas!

Eslilo by Mim

Inspirada no “Hoje vou assim”, e um pouquinho no site da Lia, estou mostrando os meus dois últimos vestuários de quando saí de casa. E vou falar do estilo “Chell” de se vestir.

Cintura pra Baixo – Curto muito saias: abaixo joelho e rodadas (esta preta da foto em especial, foi da mamãe no terceiro ano do colegial, e ela quer me matar quando me vêve usando-a), hippies, com tie die, longas, todas! JEANS! Muito jeans! Mas com a boca mais larga, não gosto daquelas que ficam certinhas na canela, meu pé não é grande, pro meu tamanho ele é certo (1,70m – pé 38), mas acho que o jeans com a boca larga disfarça o tamanho deles. Tem que ter coz médio, nem “centropeito” e nem aquelas que você senta e aparece o cofrinho, têm que ser acima do osso da cintura, como a profesora de Ed. Física ensinou, pra não formar aquelas “banhazinhas” nas laterais. Shorts, só estilo bermudinha, nada muito curto também.

Cintura pra Cima –Blusinhas comportadas, não curto muito decotes enoooormes, mas estou aprendendo a usar.Agora tenho muitas cores de blusinhas, posso variar. Descobri que AMO, a-do-ro, o tal lastex que dá aquele efeito sanfoninha, conhecido também como “casinha de abelha”. Vestidos, minha segunda paixão depois das saias. Aqueles que você pode usar de blusão também são tudo, você usa no frio e no calor. Tudo sempre colorido.

Nos pés – Sandalinhas baixinhas, zero de salto. Tênis… eu amo All Star, mas só tenho um agora. Em dias de chuva, aquele tênis “galocha” pra não molhar nadinha, e em festas, saltos baixinhos, de 2cm. Sapatilhas estilo boneca.

Bijus –Anéis eram minha paixão, mas no calor os dedos incham e eu nem uso mais. Sou fã mesmo é de cordões. Na verdade tenho 2, um curto e um longo, os dois prata(odeio dourado) e só mudo o pingente.O que é prático pois mudo de acordo com a roupa. Faço praticamente coleção! Um dia coloco foto deles. Também adoro argolas, pena que perdi a minha grandona prateada numa festa…

Maquiagem – Sempre discretinha. Rímel, sombra fraca, lápis e o gloss clarinho. Estou aprendendo a me afeiçoar a coisa.

Quase esquecendo. Cabelo novo. Versão Cereja 6646. Corte inspirado na Alice do Crepúsculo.Tchau cabelo azul…

E, é isso! Façam seus estilos nos seus blogs, ou coloquem nos comentários! Como é o seu estilo?

%d blogueiros gostam disto: