ação

Os Últimos Cinco Filmes que Eu Assisti #8

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “Túmulo dos Vagalumes”, “Truque de Mestre”, “Mogli – O Menino Lobo”, “Star Trek” e “Conan”.

ultimos_filmes_8_1

Túmulo dos Vaga-lumes

[rating:4/5]Os irmão Setsuko e Seita vivem no Japão em meio a Segunda Guerra Mundial. Após a morte da mãe num bombardeio americano e a convocação do pai para a Guerra, eles vão morar com alguns parentes. Insatisfeitos, saem da cidade e acabam num abrigo isolado na floresta, onde lutam contra a fome e as doenças e se divertem com as luzes dos vaga-lumes.

Eu sempre fui curiosa pra assistir esta animação, pois quem curte animes sempre acaba comentando sobre “Túmulo dos Vagalumes”, então resolvi ir atrás e conseguir pra assistir. A história é triste até não poder mais, mas ao mesmo tempo muito poética e delicada. A maneira como duas crianças conseguem se divertir mesmo no meio de uma situação de calamidade é algo que encanta, mas que deixa muito espaço pra você chorar bastante até o final da história.

Truque de Mestre (2013)

[rating:3/5]Daniel Atlas (Jesse Eisenberg) é o carismático líder do grupo de ilusionistas chamado The Four Horsemen. O que poucos sabem é que, enquanto encanta o público com suas mágicas sob o palco, o grupo também rouba bancos em outro continente e ainda por cima distribui a quantia roubada nas contas dos próprios espectadores. Estes crimes fazem com que o agente do FBI Dylan Hobbs (Mark Ruffalo) esteja determinado a capturá-los de qualquer jeito, ainda mais após o grupo anunciar que em breve fará seu assalto mais audacioso. Para tanto ele conta com a ajuda de Alma Vargas (Melanie Laurent), uma detetive da Interpol, e também de Thaddeus Bradley (Morgan Freeman), um veterano desmistificador de mágicos que insiste que os assaltos são realizados a partir de disfarces e jogos envolvendo vídeos.

Apesar da história ser interessante e o plot twist* do filme ser muito bom, achei alguns efeitos especiais muito exagerados, o que fez as mágicas perderem um pouco de graça pra mim, mas apesar disso, o filme é bacana pra sentar de tarde no sofá e matar tempo. Mark Ruffalo está muito bem neste filme!

Mogli – O Menino Lobo (2016)

[rating:4/5]A trama gira em torno do jovem Mogli (Neel Sethi), garoto de origem indiana que foi criado por lobos em plena selva, contando apenas com a companhia do urso Baloo (Bill Murray) e da pantera negra Bagheera (Ben Kingsley), sem nenhum contato com humanos. O menino é amado pelos animais, mas visto como uma ameaça pelo temido tigre Shere Khan (Idris Elba), que está decidido a matá-lo. Com a família de lobos ameaçada, Mogli decide se afastar. Baseado na série literária de Rudyard Kipling.

A versão live action (com atores reais, pelo menos o Mogli) do filme da Disney de 1967 (você leu certo) é uma graça. Deixa você embasbacado com a qualidade da computação gráfica que temos hoje em dia e ficamos imaginando como gravaram tantas coisas com aquele garotinho em telas azuis pra aplicar animais e floresta ali. As músicas continuam alí, principalmente “Somente o Necessário”, clássico pra quem segue e é fã de animações do Sr. Walt. Um filme bem divertido pra ver com a família toda.

conan_star_trek

Conan, O Bárbaro (2011)

[rating:1/5]O grande guerreiro Corin (Ron Perlman) sempre preparou seu filho Conan (Leo Howard) para ser um legítimo representante dos Cimérios, mas o jovem acabou testemunhando a morte do pai, vítima do terrível Khalar Zym (Stephen Lang), que usa o sobrenatural na busca incansável pelo poder absoluto e para ressuscitar a esposa. Mas o tempo passou e enquanto ele continua impondo seu reinado de terror, Conan (Jason Momoa) está pronto para vingar a sua gente e, principalmente, a sua família. Só ele pode salvar as nações de Hibória da maldade do exército de Khalar.

Já começo avisando que nunca vi a versão com Arnold, filme de 1982, mas ai estávamos passeando pelo Netflix e pensamos: “por que não ver este?”. Se arrependimento matasse. Em apenas 1 minuto de filme a gente percebeu que algo estava bem ruim ali (o que foi aquele bebê de borracha? =O) e não deu outra. Efeitos especiais terríveis, história fraquinha, erros de maquiagem, tudo bem ruim pra gente terminar o filme rindo depois de vários crânios explodindo e sangue espirrado. Talvez só o figurino e o tanquinho de Momoa salvem alguma coisa.

Star Trek: Sem Fronteiras(2016)

[rating:4/5]Desta vez, Kirk (Chris Pine), Spock (Zachary Quinto) e a tripulação da Enterprise encontram-se no terceiro ano da missão de exploração do espaço prevista para durar cinco anos. Eles recebem um pedido de socorro que acaba os ligando ao maléfico vilão Krall (Idris Elba), um insurgente anti-Frota Estelar interessado em um objeto de posse do líder da nave. A Enterprise é atacada, e eles acabam em um planeta desconhecido, onde o grupo acaba sendo dividido em duplas.

Que delícia ir ao cinema e ver o arroz com feijão que dá certo. Com uma pegada bem parecida dos episódios da série de TV, com um enredo nada diferente e uma história básica, Star Trek entrega, pelo menos pra mim, um filme muito divertido e gostoso de se assistir. Fiquei morrendo de vontade de ver em IMAX, mas como por aqui não tem, ficamos no 2D mesmo.

Plot Twist é uma mudança radical na direção esperada ou prevista da narrativa de uma obra.

E vocês, o que viram? Indicam algo do Netflix pra eu ver?

Os Últimos Cinco Filmes Que Assisti #7

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “X-Men – Apocalipse”, “Procurando Dory”, “Quarto de Jack”, “Eu Não Faço a Menor Ideia Do Que Eu Tô Fazendo Com a Minha Vida” e “Deus Não Está Morto”.

filmes_7_1

X-Men Apocalipse


[rating:4/5]“Também conhecido como Apocalipse, En Sabah Nur (Oscar Isaac) é o mutante original. Após milhares da anos, ele volta a vida disposto a garantir sua supremacia e acabar com a humanidade. Ele seleciona quatro Cavaleiros nas figuras de Magneto (Michael Fassbender), Psylocke (Olivia Munn), Anjo (Ben Hardy) e Tempestade (Alexandra Shipp). Do outro lado, o professor Charles Xavier (James McAvoy) conta com uma série de novos alunos, como Jean Grey (Sophie Turner), Ciclope (Tye Sheridan) e Noturno (Kodi Smit-McPhee), além de caras conhecidas como Mística (Jennifer Lawrence), Fera (Nicholas Hoult) e Mercúrio (Evan Peters), para tentar impedir o vilão.”

Demorei, mas cheguei pra falar de X-Men, que pra mim foi um filme muito melhor de assistir que Batman vs. Superman (lá vem as pedras). Apesar de parecer um pouco bagunçado, não achei que o filme teve pontas soltas demais no roteiro, algumas maquiagens me incomodaram (oi Apocalipse!), assim como a falta delas (Mística, cadê o azul?), mas no fim da sessão eu sai felizona de ter visto Hugh Jackman nem que seja por 2 minutos como Wolverine de novo.

Procurando Dory


[rating:4/5]“Um ano após ajudar Marlin (Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, Dory (Ellen DeGeneres) tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar nas perigosas mãos de humanos.”

Muita risada e algumas surpresas reservam quem assiste ao filme solo de nossa adorada Dory. Mais que um filme pra criança, tanto Dory quando Nemo, são histórias que falam sobre deficiências e como as pessoas precisam de compreensão e carinho pra enfrentar suas dificuldades e peculiaridades. Diversão e emoção garantidas!

O Quarto de Jack


[rating:5/5]“Joy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay) vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade.”

Desde o Oscar esperando pra ver este filme, mas valeu a espera. Um filme delicado, cheio de momentos belos e fotografia bem linda. Incrível a maneira como tudo se passa ao redor da visão do menininho, que foi incrível ator por sinal, então uma situação terrível é vista pela maneira infantil e inocente de uma criança. Assitam.

filmes_7_2

Eu Não Faço a Menor Ideia Do Que Eu Tô Fazendo Com a Minha Vida


[rating:2/5]“Clara (Clarice Falcão) está indecisa em relação às suas escolhas. A jovem está cursando a faculdade de Medicina por pressão familiar e não por vocação. Sem contar para ninguém o que está sentindo, ela passa a matar aulas no período da manhã. Durante essas aventuras matutinas, Clara conhece um rapaz que a ajuda a encontrar um norte para sua vida.”

A gente tá de bobeira em casa e resolve explorar o Netflix, quando aparece um filme com nome tão enorme que a gente resolve ver. Não foi boa a experiência, pois o filme estava tão, mas tão parado que caí no sono. Quem sabe uma hora eu dou outra chance, pois o começo e o final pareceram intrigantes e chegam a conclusão que ninguém sabe o que está fazendo da vida, a verdade universal.

Deus Não Está Morto


[rating:2/5]“Quando o jovem Josh Wheaton (Shane Harper) entra na universidade, ele conhece um arrogante professor de filosofia (Kevin Sorbo) que não acredita em Deus. O aluno reafirma sua fé, e é desafiado pelo professor a comprovar a existência de Deus. Começa uma batalha entre os dois homens, que estão dispostos a tudo para justificar o seu ponto de vista – até se afastar das pessoas mais importantes para eles.”

Eu vi a sinopse no Netflix e pensei com o noivo: “vamos ter uma discussão interessante neste filme”. Engano meu. Um filme raso demais, com personagens femininas muito mal escritas, atuações medianas e um final horroroso. Colocam o ateu como um ser babaca por ser ateu, quando na verdade babaquisse indifere de crenças, usam um motivo ridículo pra ele ser “ateu revoltado” e termina como “quem não acredita em Deus é errado/infeliz”. Respeitem os amiguinhos e amem uns aos outros, não importa o quê, acho que tava escrito isso num livro famoso aí.

E vocês o que têm assistido de bom? Tô aceitando indicações, principalmente do Netflix.

Os últimos cinco filmes que assisti #6

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, curtas e diretas. Hoje temos “O Regresso”, “Redtails”, “Capitão América – Guerra Civil”, “Guerra Mundial Z” e “Zootopia”.

ultimos_filmes_6_1

O Regresso (2016)

[rating:4/5] “1822. Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) parte para o oeste americano disposto a ganhar dinheiro caçando. Atacado por um urso, fica seriamente ferido e é abandonado à própria sorte pelo parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy), que ainda rouba seus pertences. Entretanto, mesmo com toda adversidade, Glass consegue sobreviver e inicia uma árdua jornada em busca de vingança.”

Finalmente consegui ver o filme que levou nosso amado Leo DiCaprio a conseguir seu tão sonhado Oscar. Com cenas em lugares lindos o filme mostra este lado oeste americano, com mais gelo do que eu imaginava. Leo leva grande parte do filme sozinho e tem cenas incríveis de situações que ele tem que passar para sobreviver. Como ela faz tudo aquilo sem um bom antibiótico e sai vivo? Não sei, mas o filme é bom!

Redtails (2012)

[rating:3/5] “A força aérea americana está sofrendo muitas baixas, envolvendo os bombardeiros em suas missões para as forças aliadas contra a Alemanha. Sem dinheiro para bancar novos investimentos, o Pentágono começar a ter que repensar uma opção até então descartada, que é a de considerar a possibilidade de ter pilotos afro-americanos defendendo as cores do país. E quando estes mesmos jovens formados no programa de treinamento experimental Tuskegee estariam retornando para suas casa, surge a chance de mostrar a coragem contra os poderosos Messerschmitt 262, entre outras poderosas aeronaves da Luftwaffe. Baseado em fatos reais.”

O noivo é apaixonado por aviação e passeando pelo Netflix resolvemos assistir este filme de 2012 com aviões. No começo o filme não parecia que seria tão fraco, mas com o passar das cenas eu comecei a mudar de ideia. O filme trata de um assunto real, mas não consegue dar a carga de drama necessária para o assunto e acaba virando mais um filme bem fraco. Fica a dica pra quem quer saber um pouco deste outro lado da guerra, mas não espere muito.

Capitão América – Guerra Civil (2016)

[rating:4/5] “Steve Rogers (Chris Evans) é o atual líder dos Vingadores, super-grupo de heróis formado por Viúva Negra (Scarlett Johansson), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Visão (Paul Bettany), Falcão (Anthony Mackie) e Máquina de Combate (Don Cheadle). O ataque de Ultron fez com que os políticos buscassem algum meio de controlar os super-heróis, já que seus atos afetam toda a humanidade. Tal decisão coloca o Capitão América em rota de colisão com Tony Stark (Robert Downey Jr.), o Homem de Ferro.”

Li muitas criticas negativas ao filme, mas eu vou dizer que gostei. Como o filme tem no título “Cap. América”, era de se esperar que o foco fosse mais no personagem de Steve, e realmente foi o que aconteceu. Eu não li a HQ, mas o filme me agradou muito, bem mais que Batman vs. Superman, com bastante ação, mas também muita história pra entendermos o que acontece com os personagens. Notinha de amor para homem-aranha que aparece maravilhoso neste filme.

ultimos_filmes_6_2

Guerra Mundial Z (2013)

[rating:3/5] “Uma terrível e misteriosa doença se espalha pelo mundo, transformando as pessoas em uma espécie de zumbis. A velocidade do contágio é impressionante e logo o Governo americano recruta um ex-investigador da ONU (Organização das Nações Unidas) para investigar o que pode estar acontecendo e assim salvar a humanidade, tendo em vista que as previsões são as mais catastróficas possíveis. Gerry Lane (Brad Pitt) tinha optado por dedicar mais tempo a sua esposa Karen (Mireille Enos) e as filhas, mas seu amor a pátria e o desejo de salvar sua família acabam contribuindo para que ele tope a missão. Agora, ele precisa percorrer o caminho inverso da contaminação para tentar entender as causas ou, ao menos, indentificar uma maneira de conter o contágio até que se descubra uma cura antes do apocalipse. Começa uma verdadeira corrida contra o tempo, que mostra-se cada vez mais curto, na medida que a população de humanos não para de diminuir. “

Matando mais um filme que estava na lista fazia tempo, mas confesso que esperava mais. O filme tem algumas situações bizarras que me incomodaram (não vou falar aqui pra não estragar, vai que), mas consegue te fazer ficar tenso com os bichanos zumbizando e correndo. Tratando-se de zumbis, sou mais Walking Dead.

Zootopia: Essa Cidade é o Bicho (2016)

[rating:5/5] “Judy Hopps é a pequena coelha de uma fazenda isolada, filha de agricultores que plantam cenouras há décadas. Mas ela tem sonhos maiores: pretende se mudar para a cidade grande, Zootopia, onde todas as espécies de animais convivem em harmonia, na intenção de se tornar a primeira coelha policial. Judy enfrenta o preconceito e as manipulações dos outros animais, mas conta com a ajuda inesperada da raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e suas infrações. A inesperada dupla se dedica à busca de um animal desaparecido, descobrindo uma conspiração que afeta toda a cidade.”

Mais uma animação maravilhosa da Disney? CLARO! Com lições ótimas sobre preconceito e determinação, Zootopia trás mensagens lindas de uma maneira única e divertida. Estou simplesmente apaixonada pela animação! Assista hoje com sobrinhos, filhos ou sozinho que vai ser lindo.

E ai? Já assistiu todos? O que achou deles?

Os últimos cinco filmes que assisti #5

Opinião dos últimos cinco filmes que assisti, rápidinhas, curtas e diretas. Hoje temos “A Garota Dinamarquesa”, “No coração do mar”, “Peter pan”, “Magic Mike XXL” e “Batman vs. Superman”.

ultimos assistidos

A Garota Dinamarquesa (2016)

[rating:5/5] “Cinebiografia de Lili Elbe (Eddie Redmayne), que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda (Alicia Vikander) e sua descoberta como mulher.”

Quando assisti o filme eu não sabia que se tratava de uma cinebiografia, ou seja, uma história que realmente aconteceu. Achei delicada e poética a forma que a história de Lili foi contada. Você percebe pelas artes que ela fazia como ela era infeliz e como a vida dela foi tomando cores depois de começar a entender o que ela sentia. Um belo filme para se ver e quebrar preconceitos.

No Coração do Mar (2015)

[rating:4/5] “Inverno de 1820. O navio baleeiro Essex parte em busca de óleo de baleia. O navio é liderado pelo nada experiente capitão George Pollard (Benjamin Walker), que tem Owen Chase (Chris Hemsworth) como seu primeiro oficial. Owen sonha em ser capitão e tem o objetivo de superar a meta traçada por seu empregador. Eles navegam por meses em busca de baleias, mas quando encontram se deparam com uma grande ameaça, uma gigantesca baleia branca que irá lutar por sua sobrevivência e acabará atacando o navio e sua tripulação.”

Como uma boa amante de baleias, desde que tinha visto o cartaz do filme eu coloquei na cabeça que iria colocar ele na lista pra assistir. Ainda bem! O que eu achei que seria um filme mais ou menos me surpreendeu com cenas lindas das baleias, apesar de algumas bem tristes. Um filme que mostra como a luta pelo poder pode ser ruim até mesmo em pequenos ambientes.

Peter Pan (2015)

[rating:4/5] “Peter (Levi Miller) é um garoto de 12 anos que vive em um orfanato em Londres, no período da Segunda Guerra Mundial. Um dia, ele e várias crianças são sequestradas por piratas em um navio voador, que logo é perseguido por caças do exército britânico. O navio escapa e logo ruma para a Terra do Nunca, um lugar mágico e distante onde o capitão Barba Negra (Hugh Jackman) escraviza crianças e adultos para que encontrem pixum, uma pedra preciosa que concentra pó de fada. Em pleno garimpo, Peter conhece James Hook (Garreth Hedlund), que tem planos para fugir do local.”

Com um Hugh Jackman quase irreconhecível, o filme nos apresenta a um Peter tão fofo, mas tão fofo, que fica impossível não gostar do filme. Pra quem gosta e conhece a história de Peter Pan, referências e mais referências são jogadas a todo momento. Este é daqueles que sempre que eu ver que está passando vou parar e assistir até o final. Divertido, colorido, fantástico e muito bom pra se ver em qualquer momento.

ultimos assistidos

Magic Mike XXL (2015)

[rating:2/5] “Após um tempo fora de cena, Mike (Channing Tatum), se reúne novamente com antigos colegas, como Richie (Joe Manganiello) e Ken (Matt Bomer), em uma “road trip”. O destino é Myrtle Beach, em Miami, onde o grupo pretende fazer uma última grande turnê de despedida.”

Assim como falei de “A Escolha Perfeita 2”, repito aqui: saibam quando não fazer uma sequência. Se seu objetivo é ver homens lindos dançando, pode seguir em frente, mas se espera alguma mísera história boa, pode passar sem assistir este aqui.

Batman vs. Superman – A Origem da Justiça (2016)

[rating:3/5] “O confronto entre Superman (Henry Cavill) e Zod (Michael Shannon) em Metrópolis fez com que a população mundial se dividisse acerca da existência de extra-terrestres na Terra. Enquanto muitos consideram o Superman como um novo deus, há aqueles que consideram extremamente perigoso que haja um ser tão poderoso sem qualquer tipo de controle. Bruce Wayne (Ben Affleck) é um dos que acreditam nesta segunda hipótese. Sob o manto de um Batman violento e obcecado, ele investiga o laboratório de Lex Luthor (Jesse Eisenberg), que descobriu uma pedra verde que consegue eliminar e enfraquecer os filhos de Krypton.”

Eu sai do cinema com aquela sensação de que algo tinha acontecido, mas não sabia o que. O filme não me fez vibrar (ok, tirando a Mulher Maravilha que estava MARAVILHOSA, perdão pelo trocadilho) como eu esperava que faria. Não achei nada demais e mais uma vez na vida eu afirmo minha paixão pela Marvel. O filme tem vários erros e coisas que incomodaram, sai do cinema tentando achar algo pra me segurar, mas depois de ver resenhas eu vi que não dava pra segurar muito tempo. Nota bem mediana pra um filme que não me pegou.

E vocês? Já viram todos desta lista ou tem algum que querem assistir?

%d blogueiros gostam disto: