paris

Viagem: Museu do Louvre – Paris

louvre_1

Museu visto de dentro.

O Museu do Louvre é um dos museus mais famosos do mundo e começou a ser construído em 1190. A estrutura do palácio sofreu várias alterações por anos: ampliações, demolições e até mesmo a construção da conhecida pirâmide de vidro do arquiteto chinês I. M. Pei, que provocou descontentamento de algumas pessoas por lá. Uma das últimas mudanças do prédio foi feita em 2002 e pela visita que fiz em 2014, ainda existem coisas que vão ser feitas por lá. O museu conta com mais de 380 mil itens e mantém em exibição permanente mais de 35 mil obras de arte, entre antiguidades egípcias, gregas, romanas, islâmicas, pinturas e esculturas. Lá encontram-se as famosas Vênus de Milo e a Monalisa de Leonardo da Vinci.

louvre_2

Aposentos de Napoleão – mesa de jantar e cama.

louvre_3

Abóbada do teto.

louvre_4

“As Bodas de Canaã” de Veronese, maior quadro do Louvre com 6,60 m x 9,90 m.

louvre_5

Sarcófagos egípcios.

louvre_6

Esculturas assírias.

louvre_7

Múmia dormindo.

Sobre o passeio: O Louvre é um lugar maravilhoso e você tem que entrar. Fato. Fomos em um dos dias que o museu fica aberto até mais tarde da noite, e juntando com a baixa temporada, ele estava bem vazio se comparado com fotos que vi na internet. Tivemos praticamente tempo e espaço pra curtir tudo lá dentro. O que me impressionou é que o Palácio em si já é um lugar maravilhoso e em alguns momentos eu não sabia se olhava as paredes ou as obras. Minha parte favorita foram os aposentos de Napoleão, se alguém no mundo acha que tem dinheiro hoje em dia, é só entrar lá pra se sentir um nada. Lustres imensos, ouro e muito luxo para um dos antigos reis da França. Muita gente me pergunta da Monalisa e eu só tenho que dizer que na frente dela encontra-se o quadro “As Bodas de Canaã”, então eu fiquei mais embasbacada com o tamanho e com a qualidade deste quadro do que com a “Mona” em si. Para conseguir ver “melhor” tudo que tinha por lá, pegamos um mapa do museu onde marcam as 7 principais coisas que você precisa ver lá e saímos caçando todas. Bem divertido!

Preço: €15. Fica aqui também a dica para o Paris Museum Pass. Você compra pacotes para 2(€42), 4(€56) ou até 6(€69) dias e você entra em mais de 60 lugares sem pagar a mais por isso, em alguns você até “fura a fila”. Vale a pensa se você for em vários lugares que pagam, por exemplo: Musée d’Orsay e Versailles.

Tempo de passeio: Ficamos por 3 horas lá dentro e não conseguimos ver uma parte do museu. Pra quem quer explorar o lugar com calma e audioguide recomendamos paciência e um dia inteiro, ou três dias fazendo cada dia um andar.

Estação de metrô próxima: Palais-Royal Musée du Louvre.

Mais informações: http://www.louvre.fr/

Viagem: Igreja de Madeleine – Paris

madeleine_1

Frente da igreja.

A Igreja de Madeleine começou a ser construída em 1763 em homenagem a Santa Maria Madalena, mas só foi terminada em 1845. Alí anteriormente haviam outras igrejas, que foram sendo refeitas e expandidas para absorver a quantidade de pessoas, até que Louis XV resolve fazê-la maior. A obra passou pela mão de vários arquitetos até ser terminada.

madeleine_3

Vista da Praça da Concórdia da frente da igreja.

madeleine_2

Interior

madeleine_4

Órgão da igreja.

Sobre o passeio: A igreja é maravilhosa. Pelas fotos é impossível entender o tamanho que ela tem. Lá dentro existem estátuas e pinturas lindas e impressionantes, fora os detalhes do chão e o órgão. Quando chegamos lá estava tendo um ensaio de violino maravilhoso e foi emocionante ficar alí por alguns minutos. Vale muito a pena passar por alí.

Preço: Igreja aberta ao público.

Tempo de passeio: Você pode assistir uma missa, ou apenas entrar pra olhar, então o passeio pode demorar de 30 minutos até uma hora.

Estação de metrô próxima: Madeleine.

Mais informações: http://www.eglise-lamadeleine.com/

Viagem: Catacumbas de Paris

catacumbas_1

Escultura feita pelo operário Antoine Décure.

Quando fomos pra Paris deixamos algumas coisas para descobrir por lá, e não é que a namorada do meu irmão deu uma dica super legal? As Catacumbas de Paris são um passeio pouco procurado por turistas, mas super diferente. Abaixo das ruas de Paris existem muitos túneis e passagens, alguns são mapeados, outros são descobertos de tempos em tempos. Em um desses você pode pagar um ingresso e ver pilhas e mais pilhas de ossos amontoados.

Um dos mais antigos cemitérios de Paris, o Cimetière des Saints-Innocents havia virado um problema enorme para a população da cidade. O cheiro era forte e doenças começavam a se alastrar por ali. Por isso em 1780 ele foi fechado e em 1785 uma parte dos túneis que já existiam na cidade foi destinada para o armazenamento desses restos mortais. Inicialmente eles eram apenas descartados lá, mas depois de algum tempo Héricart de Thury, o inspetor da Pedreira que fazia os túneis, resolveu arrumar os ossos em formas e paredes arrumadinhas, como vemos até hoje. São mais de 6 milhões de ossadas nas catacumbas e os túneis para visitação tem 2 km de extensão e ficam há uma profundidade de cinco andares.

catacumbas_2

Escada maluca.

catacumbas_3

Caveira do mau e caveiras do amor.

catacumbas_4

Mais ossos.

catacumbas_5

Minha cara de “gzuz quanto osso”.

Sobre o Passeio: Foi bem interessante e diferente descer os 130 degraus abaixo da terra! Ficamos abobalhados com a quantidade de ossos que existem por lá. O lado ruim é que a maioria dos textos é em francês, claro, mas não tem nada em inglês pra você se situar e nisso perdemos muita informação, mas não a diversão. Na saída, quando você sai das catacumbas, você vê uma lojinha cheia de coisas referentes a caveirinhas, foi onde comprei meu patch das catacumbas. Vale avisar que o trajeto tem 2 km e lá embaixo não tem saída de emergência e nem banheiros, então vá de barriga cheia e xixi feito.

Tempo de passeio: Uma hora de passeio subterrâneo.

Preço: €10.

Como chegar? Denfert-Rochereau, praticamente de frente!

Mais informações: http://www.catacombes.paris.fr/ | Informações do post do Aquele Lugar.

Viagem: Panteão – Paris

pantheon_1Patheon visto de fora – Foto do Google

 

No  5.º arrondissement de Paris se encontra o Panteão, com 110 metros de comprimento, 84 metros de largura e uma cúpula com 83 metros de altura. A construção desta belezura iniciou-se em 1764 encomendada por Luiz XV em tributo à Santa Genoveva, a santa padroeira de Paris.

Lá dentro você pode ver obras de Puvis de Chavannes, Gros, Cabanel, e na cripta encontram-se os restos mortais de Vitor Hugo, Marie Curie, Voltaire, Russeau e várias outras personalidades.

pantheon_2Interior em forma de cruz.

 

pantheon_3Detalhes do teto.

 

pantheon_4Obra gigante.

 

Sobre o passeio: Descobrimos o Panteão enquanto andávamos saindo do Jardim de Luxemburgo. Da pra visitar esses lugares caminhando porque são super próximos e você ainda passa na frente da faculdade de Sorbonne e lojas ótimas. Entramos quase no hora de fechar, mas foi tranquilo. Lá dentro tem muitas obras enormes e bem bonitas, além disso foi legal visitar as criptas e ver nomes tão conhecidos e importantes num mesmo lugar. Quando fomos o domo estava em reforma e por isso peguei uma foto do Google pra mostrar como ele realmente é.

Preço: €7,50. Fica aqui também a dica para o Paris Museum Pass. Você compra pacotes para 2(€42), 4(€56) ou até 6(€69) dias e você entra em mais de 60 lugares sem pagar a mais por isso, em alguns você até “fura a fila”. Vale a pensa se você for em vários lugares que pagam, por exemplo: Musée d’Orsay, Louvre e Versailles.

Tempo de passeio: Uma hora ou mais dependendo se você quer guia em áudio ou não.

Estação de metrô próxima: R.E.R. Luxembourg / Cardinal Lemoine

Mais informações: http://pantheon.monuments-nationaux.fr/ | http://www.pantheonparis.com/

 

%d blogueiros gostam disto: