vidinha

Só quero uma coisa.

Eu sempre faço textos contando como o crescimento dói. Dói deixar quem você ama ir, ficar longe das pessoas que você mais ama na vida, mas assim as escolhas vão moldando a gente, vão fazendo com que nosso caminho comece a ser escrito por nosso próprio lápis e assim o desenho começa a ser feito. Infelizmente durante este percurso algumas pessoas podem se machucar com alguma coisa, mas procuro seguir meu caminho fazendo o bem, pensando coisas boas e enxergando cores em cada esquina. Quero ter um caminho bonito, cheio de coisas boas pra contar um dia, com amigos que posso sempre contar e um amor que possa me acalentar em dias frios. Mas do nada a vida te joga em caminhos desconhecidos e a gente sente medo, chora muito, até que tudo passa e parece que os dias ficaram mais bonitos ainda e você olha pra trás e vê o quanto você cresceu, o quanto o tempo passou rápido. A gente as vezes quer apresar as coisas, mas elas já são tão rápidas, pra que correr mais né?
Como sempre minha mãe diz: “a gente cria os filhos pro mundo”. Eu cresci ouvindo isso e sabe a única coisa que eu quero pra mim hoje? O MUNDO.

Texto retirado do meu Facebook e escrito há algum tempo.

Um ano sem refrigerante

Hoje é um dia especial. Faz um ano que me mudei para uma cidade maior do que qualquer outra que já morei. Um ano que mudei de emprego. Um ano que não bebo um gole sequer de refrigerante, por uma promessa que fiz.

Sei que neste um ano eu pude experimentar muitas bebidas que talvez eu não experimentasse, e adquiri novos hábitos, como beber chá. Chá gelado virou uma paixão, principalmente o de cranberry do Outback (<3), mas agora qualquer lugar que eu vá, eu peço um chá mate gelado.Também bebi muito mais água, com isso a pele ficou melhor, meus rins também devem agradecer.

Eu sei que refrigerantes fazem mal, mas faz algum tempo que assisti um vídeo que me enviaram por e-mail e que fiquei chocada, será que eles são tão ruins assim?

Eu sei que agora que eu posso tomar, prefiro sempre escolher outra coisa. Provavelmente vou passar mal ao beber refrigerante novamente (já comprovei este fato em outra vez que fiquei sem ele), então pra que beber né? Mas em situações como pipoca de cinema e pizza na agência, nada como bolhinhas de felicidade na sua dieta.

Tchau 2011. Olá 2012!

Hoje vim me despedir de 2011. Um ano que, apesar de ser número ímpar que me incomoda foi bom pra mim. Cresci como profissional, claro que um passo de cada vez, mas assim dizem que chegamos longe. Tirei as amígdalas, o que me deu mais saúde para o segundo semestre, fui no Rock in Rio que foi uma experiência incrível, conheci muitos lugares legais e gente legal. Foi uma ano bem positivo e agradeço por tudo que nele aconteceu. Me despeço de 2011 melhor.

Agora chega 2012, o meu ano, o ano do Dragão. Ano que quero poupar mais, aprender mais e crescer mais, porque ficar parado é para os fracos. Quero mais aprendizados, mais lugares, mais viagens, mais novidades, mais saúde, mais muita coisa! Este ano meu namorado termina a faculdade, eu vou lutar pra conseguir fazer um curso bom na área de design e/ou ilustração, ajustar coisas que quero mudar… Que venha 2012!

Eu e os Pernilongos

Eu sou uma pessoa doce. E os pernilongos concordam comigo mais que qualquer outro ser vivo do planeta, afinal eu sou a marmita certa do lanchinho deles. Só chegar perto e “NHAM! Lá está a menina de sangue com gosto de pão de queijo”. E assim eu acordo às quatro da manhã com zumbidos e coceiras pelo corpo tendo que acender a luz e correr atrás dos malditos com uma raquete elétrica na mão.


Eu, de madrugada
Já tentei muita coisa pra me livrar dos maditos, mas parece que quanto mais eu faço, mais eles me acham.Já tentei aqueles espanta-pernilongos eletrônicos que vão com líquido dentro, mas eu tenho CERTEZA que os pernilongos lá de casa bebem aquilo no café da manhã enquanto estou trabalhando.

Aí minha madrinha me mandou um eletrônico que emite uma frequência de som que irrita os bichos. Se eles ficam irritados eu não sei, mas eu fico doida, porque escuto a maldita frequência.


Aposto que eles dançam pagode ao som do aparelho.
Já tentei até tomar Complexo B, pra ver se eu coloco mais vitamina B12 no meu corpo, já que dizem que é um repelente natural, mas NADA! Hoje foi a segunda vez que acordei me coçando toda às 5 da manhã. O pior é que eles insistem em me picar no rosto, principalmente nas pálpebras, e como sou alérgica, levanto de manhã, olho no espelho e quem eu vejo? Quasímodo!

Se tiverem dicas, macumbas ou promessas pra Santo Expedito que me livrem desses bichos, estou aceitando.

#postdesabapho

%d blogueiros gostam disto: