diário

Vídeo: A Ansiedade e Eu | Chell

Eu e a Ansiedade

Eu fazendo careta com texto: A Ansiedade e Eu

Eu já me abri por diversas vezes em textos aqui no blog (1, 2 e 3), mas desta vez eu vim contar um pouco mais da minha vivência com essa coisa que atinge muitas pessoas pelo mundo e ao meu redor.

Não quero colocar receitas de como viver sem ansiedade ou como controlar, apenas vim contar como eu faço, pra quem sabe alguém ver e quem sabe procurar ajuda, pois sei como é difícil mandar na nossa própria mente. Se você gostar do vídeo, pode se inscrever no canal e comentar ai.

Sei que ele ficou maior do que todos os vídeos que eu já gravei, mas é que não quis me prender a algum roteiro, apenas saí contando um pouquinho de mim. Espero que vocês gostem.

O Vídeo

Ensaio Fotográfico com Gio Coppi

gio_9

Teve uma época da minha vida que você poderia me achar uma garota muito moleque: andava de rabo de cavalo com meu cabelo que ia pra lá da cintura, uma bermuda de tactel, uma camiseta e meu All Star. Pra mim era aquilo que eu precisava. Sandálias, saias, blusinhas, passavam bem longe do meu guarda-roupa. Mesmo assim eu ainda chamei atenção de um rapaz, que hoje é meu noivo. Eu sempre disse que ele deve ter tido algum vislumbre de potencial ali.

Depois de um tempo adicionei algumas saias e sandálias, mas nunca nada demais. Na faculdade as minhas amigas de república falavam pra eu colocar outras roupas na hora de sair pra algumas festinhas, e algumas vezes elas me emprestavam coisas delas, mas depois me via nas fotos e raramente achava que aquilo era eu. Eu sempre me senti uma menina, mesmo depois da terrível fase da adolescência, quando parece que seu corpo é uma geringonça total, eu ainda não tinha uma visão real de quem eu era. Sempre quis ser como as mulheres que eu via na rua, pessoas que eu conhecia, mas quando eu usava algo parecido eu já não me encontrava. Meu querer era completamente diferente do que eu era.

Há um tempo atrás olhei algumas fotos do kung fu e percebi como eu sou magra. Nunca havia me enxergado daquela maneira. Cintura, pernas longas, braços cumpridos, até parecia que alguém tinha feita uma montagem com meu corpo, mas não, era puramente apenas eu. A grande maioria das pessoas sempre quer ser “mais magra”, entrar em padrões, ter abdômen trincado, parece que nunca está bom, mas eu comecei a ver como eu estava me sentindo bonita.

Neste momento uma amiga muito especial, dessas que tem um olhar bonito pra enxergar além das lentes de uma máquina, me chamou pra tirar fotos. Eu topei. Sabia que as fotos dela são de mulheres maduras, mas horas, se aos meus 28 anos eu não me considerar uma mulher, quando isso vai acontecer? Apesar das minhas playlists de músicas da Disney e meu tênis de LED eu me considero madura.

gio_1

gio_2

gio_3

gio_4

gio_5

gio_6

gio_7

gio_8

Foi uma tarde divertida, eu me despi bem pouco da vergonha que sentia e ela foi vendo como eu estava no momento. O resultado, foram fotos de um momento único pra mim. Um momento que eu estou me descobrindo como uma pessoa dona de mim, mais confiante de quem sou, do que gosto e de quem quero ser.

Essa amiga linda é a Gio, ela faz retratos MARAVILHOSOS de mulheres, além de fotos de modelos ótimas. Você pode agendar com ela, os preços são muito bacanas e posso dizer que é uma experiência única. Você termina de ver as fotos e se sente linda e maravilhosa, porque você é linda sim!

Já agradeci muito ela, porque foi muito importante pra mim este ensaio. Foi um presente pra minha alma, que andava perdida na minha ansiedade, e acredito que sim, um ensaio pode fazer muito por você.

Conheça a Gio
Site | Instagram | Facebook

Quadrinhos: Cerulean e Farofrance

cerulean_farofrance_1

Vem conhecer “Cerulean”, obra de Catharina Baltar, e “Farofrance”, de Giovana Medeiros, duas ilustradoras brasileiras que correm atrás e publicam seus quadrinhos de maneira independente.

cerulean_farofrance_2

Cerulean

“Cerulean conta a história de uma curiosa sereia de cabelos azuis cerúleo e seu pequeno amigo cor de rosa, Ollie. Eles vivem tranquilamente no fundo do mar, até que um dia Cerulean encontra um objeto misterioso e brilhante em uma caverna: um celular! Cada vez mais encantada com a tecnologia humana, Cerulean precisa aprender a lidar com dois mundos completamente diferentes.” Catarse.

cerulean_farofrance_3

Catharina trouxe através do Catarse um quadrinho super gracinha e gostoso de se ler. Com ilustrações bem coloridas ela conta a história de uma sereia que descobre a tecnologia, e assim como Ariel, ganha pernas para ver o mundo com outros olhos, desta vez com óculos. Além da história principal, a HQ conta com algumas histórias rapidinhas no final, que particularmente viraram minhas prediletas.

cerulean_farofrance_4

Farofrance

“Giovana Medeiros que ela manteve entre os dias 27 de maio e 1 de julho de 2014, pela Europa. No quadrinho ela conta sobre passagens que ocorreram na viagem e curiosidades dos lugares.”

cerulean_farofrance_5

Este quadrinho da Giovana é um amorzinho! Além de conseguirmos viajar com ela pelas memórias e acontecimentos da viagem, o traço característico da artista faz a gente morrer de fofura a cada página virada. Se você procura uma obra leve, esta aqui é super indicada.

Ilustração: Quadro Sophia + Parederia

sophia_1

Se você me acompanha nas redes sociais ou no Snapchat (segue lá: merylliel), já deve saber, se não, aí vai: eu ganhei uma irmã. Sim, você leu certo, eu, no auge (cof cof) dos meus 28 anos recém completados ganhei uma irmãzinha por parte do meu pai.

A história é longa, envolve médicos que falaram que pessoas não podiam engravidar e pessoas que na verdade podiam, no meio de tudo isso a namorada de meu digníssimo pai, a Ju, trouxe ao mundo no dia 12 de junho, fazendo a felicidade de um futuro namorado que só dará um presente, a Sophia.

sophiaOi xenti, tô cum quinji dias nexa fotu.

Quem me conhece sabe que AMO dar presentes feitos por mim, aí que foi a oportunidade de fazer mais um quadrinho em aquarela pra presentear esta pequetuxa que chegou fazendo todo mundo babar um pouquinho na família.

Desta vez fiz algo meio diferente pra testar algumas técnicas de profundidade, que preciso melhorar, mas gostei do resultado final. Pra entregar eu comprei a moldura pronta no site que chama Parederia. A moldura chegou SUPER embaladinha, no maior cuidado e em um tempo muito menor que o site falava. No site eles vendem vários tamanhos de moldura e tem até kits prontos se você quiser fazer uma parede cheia de quadrinhos. O Instagram deles também é uma graça e eu, como a louca da loja de molduras que sou, fiquei super feliz com o resultado. Obrigada Vera que um dia me indicou esse site.

sophia_2

O que acharam? Se quiser encomendar quadrinhos pra dar de presente é só me mandar um e-mail no chell.cottone@gmail.com.

%d blogueiros gostam disto: