Filmes

O Informante + Inferno de Dante

O Informante – [rating:3/5]“Em 1994, ex-executivo da indústria do tabaco deu entrevista bombástica ao programa jornalístico 60 Minutos, da rede americana CBS. Dizia que os manda-chuvas da empresa em que trabalhou não apenas sabiam da capacidade viciadora da nicotina como também aplicavam aditivos químicos ao cigarro, para acenturar esta característica. Na hora H, porém, a CBS recuou e não transmitiu a entrevista, alegando que as consequências jurídicas poderiam ser fatais. Baseando-se nesta história real, O Informante narra a trajetória do ex-vice-presidente da Brown & Williamson Jeffrey Wigand (Russell Crowe) e do produtor Lowell Bergman (Al Pacino), que o convenceu a falar em público.”

Filme antiguinho, de 1999, mas que traz várias coisas em discussão. Ele trata basicamente da indústria do cigarro, em como é grande sua influência e como eles muitas vezes podem esconder coisas das pessoas. Acho que não só essa empresa, mas muitas outras por aí. É bem interessante, tem umas sacadas de cena ótimas, como quando o Jeffrey está no mar e olha pro carro de polícia, eu já viajo nessas cenas criando teorias do que o diretor quis dizer com aquilo. Filme bom, mas é cansativo de assistir.

Inferno de Dante – [rating:3/5]“História de Dante, um soldado das cruzadas que retorna das batalhas para entrar em outra. Ele deve salvar a alma de sua mulher, Beatrice, que prometeu sua alma ao demônio caso Dante a traísse durante as batalhas. Agora ele deve enfrentar demônios e criaturas horrendas para resgatá-la das garras de Lúcifer.”

Desenho que o namorado insistiu em ver. Ele tem características de anime, mas é um anime pra gente grande, com sangue, nudez e violência pra valer. Achei legal como eles mostram os pecados das pessoas conforme Dante vai passando pelos níveis do Inferno, mas cochilei umas duas vezes. Ele tem muita ação, mas sem momentos de grande tensão, só “espada-corta-estripa” e isso vai cansando.

Resenha: Cinema com Rapadura

Shrek Para Sempre + Fúria de Titãs

Shrek Para Sempre – [rating:4/5]
Depois de várias aventuras, Shrek virou um homem de família. Ao invés de ficar assustando os moradores locais, agora, o ogro verde vive dando autógrafos. Mas o que aconteceu com o valente marido de Fiona? Pensando no passado, quando realmente se sentia como um ogro, Shrek assina um contrato com o falante Rumplestiltskin, que resulta em uma tragédia. Sua vida muda completamente, ele passa a viver em mundo que é o oposto do Reino Tão Tão Distante, em que os ogros são caçados. Além disso, ele e Fiona perdem seus postos, já que Rumplestiltskin toma os seus lugares ao se tornar o rei. Agora, só Shrek pode desfazer seu erro, salvando seus amigos, sua terra que corre risco e mostrar a sua esposa Fiona que realmente a ama.

Ah, Shrek sempre fazendo referências maravilhosas a fábulas e acontecimentos. Esse último(será?) filme do personagem verde mais engraçado da existência do cinema é de fazer rir bastante. Adorei as “bruxas malvadas do oeste” como capangas do Rumpel e o Burro impagável como sempre! hehehe Mas claro que ainda não superou o primeiro filme da franquia.

Fúria de Titãs – [rating:2/5] Este é um remake do original de 1981. No filme, Perseu (Sam Worthington), filho de Zeus (Liam Neeson), guerreiro criado entre os homens, que vê sua família mortal ser consumida por Hades (Ralph Fiennes), o deus do inferno. Sem nada a perder, Perseu reúne um grupo de aliados para desafiar os deuses e seu destino.

Todo mundo me falando que esse filme era muito bom. Fui assistir e cadê? Cade tudo aquilo que me falaram? Ok, a história é boazinha, mas efeitos especiais magníficos numa hora e em outras efeitos de “A Turma do Didi”, onde ficava claro que alí havia um fundo verde. Achei um filme de “Sessão da Tarde” pra se ver com seu irmão, mãe e avó.

Sinopses do Cinema com Rapadura

Metacritic

Metacritic
– Ah, que livro horrendo!
– Será que esse filme é bom?
– Nossa esse game parece ser bem legal!

Todo mundo é crítico com tudo que lê/vê/joga. Sempre queremos ver algo que nos agrade, não importa se no cinema ou em um jogo, ou um livro que compramos achando que seria ótimo. Eu, super viciada em livros e filmes sigo constantemente sites que mostram nota para esses assuntos, como o Omelete que dá ovos aos filmes ou então a Garota it que dá nota pra livros separando em história, narração e capa.

Porém atualmente meu irmão me mostrou um site que simplesmente me faz procurar quase tudo lá: o METACRITIC. Lá você procura um filme, um jogo, um livro, um DVD, programa de TV ou um CD e ele tira uma média das notas que críticos de revistas e jornais deram. Exemplo. Eu me interessei pelo filme “O Poderoso Chefão”, no caso como o site é em inglês procura-se em inglês, então “The Godfather“. Ele vai soltar resultados, desde games (sim existe game do filme) até os filmes existentes. Você procura o gênero que te interessa e lá no quadradinho do lado do nome vem a nota média. Por incrível que pareça esse filme é o ÚNICO que eu achei até agora com nota 100.

Metacritic
O legal é que além disso você pode ler as críticas sobre o que você pesquisou. O site dá a fonte, a nota da fonte e vem com a resenha, afinal, se é ruim ou bom tem que ter um motivo né?

Curtiram? Agora é só sair por aí pesquisando a opinião dos outros sobre o que você lê, vê etc.

Mundo Imágiário do Dr. Parnassus + Eclipse

Mundo Imágiário do Dr. Parnassus[rating:4/5]”é um conto moral fantástico que se passa nos dias atuais. É a história do Dr. Parnassus e do seu ‘Imaginarium’, um espetáculo itinerante no qual o público tem a oportunidade irresistível de escolher entre a luz e a alegria ou as sombras e a escuridão. Abençoado com o extraordinário dom de guiar a imaginação dos outros, o Doutor Parnassus é amaldiçoado com um sinistro segredo. Jogador inveterado há milhares de anos ele fez uma aposta com o diabo, o Sr. Nick, graças à qual ele obteve a imortalidade. Séculos depois, ao conhecer o seu verdadeiro amor, o Dr. Parnassus fez outra aposta com o diabo, na qual ele trocaria a imortalidade pela juventude, desde que, ao atingir 16 anos, a sua filha se tornasse propriedade do Sr. Nick.”

Estava que nem uma maluca atrás desse filme, já que foi o último que Heath Ledger interpretou no cinema, não dando tempo de finalizar as filmagens, e tenho que confessar que o modo com que encaixaram Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell para fazer o papel de Ledger foi simplesmente perfeito! Parece até proposital. Lily Cole é uma fofa, adorei ela mesmo, as roupas, figurino e fotografia também são fantásticas. Filme piradinho, mas maravilhoso. Cenas lindas, e com uma moral séria por trás. ADOREI!

Eclipse – [rating:3/5]“Na continuação de “Lua Nova”, Bella Swan precisa enfrentar as consequências de ser amiga do lobisomem Jacob Black e namorada do vampiro Edward Cullen. Ao mesmo tempo, a moça se vê aterrorizada por uma misteriosa onda de assassinatos em Seattle e o fato de estar sendo perseguida por uma maligna vampira. Baseado no terceiro livro da série iniciada em “Crepúsculo”.

Ok, sei que mil e quinhentas e oitenta e dez elevado ao cubo do infinito pessoas irão cair em cima de mim por isso, mas me desculpem, este filme acabou de me deixar desanimada. Eu li os livros, gostei, não de maneira frenética que as meninas encaram, mas gostei. Adoro romance. Sinto que faltou ação nos livros, assim como nos dois primeiros filmes da série, o que de certa forma deu uma melhorada em Eclipse, com cenas de luta e tudo mais, mas o que é aquele Edward bobão? Bella tem que ser muito topeira mesmo de não trocar o vampiro magrelo e bobo por um lobinho sarado. E os atores? Passa filme entra filme e eles continuam sem expressão. Só acho que o último filme não deveria ser dividido em dois, não tem história pra isso vai ser enrolação demais pra uma série só.
Depois que ouvi o Rapaduracast sobre o filme mudei um pouco do meu meio de ver o filme, então indico o programa pra quem curte a saga.

%d blogueiros gostam disto: