passeio

Viagem: Palácio de Versalhes – Versailles

versalhes_1

O Palácio de Versalhes fica em Versalhes (Versailles) que fica uns 20/30 km de Paris. Pra chegar lá a gente pegou um trem que demorou 40 minutinhos, foi baratinho (acho que uns 11 euros), fora que foi super legal andar de trem!

O palácio já está há 30 anos classificado como Patrimônio Mundial da Humanidade e foi idealizado por Luís XIV para sair da bagunça e das doenças que se espalhavam por Paris. Com suas 2153 janelas, 67 escadas, 352 chaminés, 700 quartos, 1250 lareiras e 700 hectares de parque [wikipedia], ele é considerado um dos maiores do mundo e símbolo de arquitetura e poder da época.

versalhes_2

Portões dourados e imponentes da entrada.

versalhes_3

Capela.

versalhes_4

Estátuas nos corredores.

versalhes_5

Quarto de Maria Antonieta.

versalhes_6

Sala com quadros ilustrando as vitórias do exército francês.

versalhes_11

Sala dos Espelhos.

versalhes_7

Jardins de Versailles.

versalhes_8

Petit Trianon, jardins e pavilhão de festas exclusivos da Rainha Maria Antonieta.

versalhes_9

Uma das fontes dos jardins.

versalhes_10

Eu e o noivo.

Sobre o passeio: Depois de aulas de história falando dessa sala dos espelhos eu tinha que ir conferir por mim mesma. É incrivelmente enorme e quase impossível pensar que pessoas MORARAM ALI! Elas comiam, dormiam, naquela enormidade de lugar. O jardim, nome que damos ao lugar, mas que merece o nome de parque nacional devido ao tamanho, é maravilhoso! Dá pra ficar uma semana vendo aquele lugar que acho que você não vai ver tudo que tem que ser visto. Um passeio maravilhoso, cheio de história, conhecimento e diversão.

Preço: No palácio você tem opções de pacotes para entrar e fazer sua visita, desde completa até algumas partes. Com o Le Passeport (18€/25€ dependendo do espetáculo/evento do dia) você tem acesso ao castelo todo, o Domaine de Marie Antoinette (que é onde fica o Petit Trianon), o Grand Trianon, os espetáculos, os Jardins Musicais e as exposições temporárias, tudo isso com audio-guide. Com o Passeport (25€/30€ dependendo se haverá espetáculo no dia) você ganha os mesmos direitos do anterior, porém sua visita é dividida em dois dias. O Billet Château (15€) dá acessso ao castelo e às exposições temporárias, incluso audio-guide e o Billet Château Grand Trianon et Domaine de Marie Antoinette (10€) te dá direito a conhecer o Grand e o Petit Trianon e o Hameau de Maria Antonieta. Você consegue comprar o ingresso pelo site oficial do palácio ou nos guichês que tem por lá. Fica aqui também a dica para o Paris Museum Pass. Você compra pacotes para 2(€42), 4(€56) ou até 6(€69) dias e você entra em mais de 60 lugares sem pagar a mais por isso, em alguns você até “fura a fila”. Vale a pensa se você for em vários lugares que pagam, por exemplo: Musée d’Orsay e o Louvre.

Tempo de passeio: Um dia inteiro pra ver correndo, dois dias para ver tudo com calma.

Como chegar: Pegamos um RER C (trem) que saiu do Champs de Mars Tour Eiffel até Rive Gauche. Mas você pode fazer de outros jeitos, pra saber mais, é só clicar aqui no link e olhar como o pessoal do Conexão Paris fez.

Mais informações: http://www.chateauversailles.fr/homepage

Viagem: Basílica de Sacré Cœur – Paris

sacre_coeur_5

Eu e o NOIVO.

Dizem as más línguas que os parisienses acham a Basílica de Sacré Cœur horrorosa. Que ela destoa demais do estilo de Notre Dame com seus traços romanos-bizantinos. Como uma boa turista que fui, achava lindo poder avistar esta igreja de quase todos os pontos de Paris. Numa época conturbada e com um decreto de instituir-se uma nova ordem moral surge a basílica, imponente no alto de uma colina. Para chegar até o topo de seu domo são 300 degraus, fora os que você tem que subir para chegar ao topo da colina.

sacre_coeur_4

Vista do domo.

sacre_coeur_3

Carrossel.

sacre_coeur_2

Basílica.

sacre_coeur_1

Detalhes da fachada.

moulin

Moulin Rouge.

Sobre o passeio: o bairro de Montmartre é um bairro boêmio, onde encontra-se inclusive o famoso Moulin Rouge. Com várias lojinhas legais o bairro vai te ganhando quando você chega perto da Basílica. Se você não quiser subir até o domo, não tem problema! De cima da colina você já vai ter uma vista linda de Paris. Eu e o então namorado resolvemos subir no domo para ver de mais de cima, o lugar estava até que bem movimentado e imaginamos logo que o domo estaria lotado, e não é que estava vazio? Com toda esta sorte foi lá que ele resolveu me fazer uma surpresa: me pedir em casamento. Estávamos morando junto já, mas o que é um pedido lindo desse num lugar tão maravilhoso desses? Por isso e por toda a beleza do lugar, o passeio valeu muito.

Preço: O preço varia de acordo com a época do ano, assim como os horários de visitação.

Tempo de passeio: Uma hora ou mais dependendo se você subir na torre ou não.

Estação de metrô próxima: Anvers, Abbesses, Pigalle ou Lamarck-Caulaincourt.

Mais informações: http://www.sacre-coeur-montmartre.com/portugais/

Passeio: Museu de Pesca – Santos/SP

museu_pesca_santos_1

Jornal “A Tribuna”, Santos (SP). Autor: Marcelo Justo, fev. 2007.

O Museu de Pesca de Santos sempre foi um lugar que eu quis visitar, desde pequena. A família da minha mãe é praticamente toda de lá e por conta disso cresci visitando a cidade, e sempre passava pela frente do museu e ficava encantada com o esqueleto de baleia que podíamos ver da rua. Finalmente, depois de 27 anos, lá fui eu entrar nele.

O antigo Forte Augusto de 1734 foi construído para a defesa do estuário de Santos, mas em 1893 o lugar sofreu ataques e quase não sobrou muita coisa. Devido ao excelente lugar onde se encontrava, torna-se Escola de Aprendizes-Marinheiros do Estado de São Paulo, organizada pelo Ministério da Marinha. O prédio foi inaugurado em 5 de maio de 1909 e funcionou até 1931. Em 1932, recebeu o nome de Instituto de Pesca Marítima. Durante anos o prédio fui mudando de nome até que em 1969 ele finalmente começou a ser chamado como hoje conhecemos.

museu_pesca_santos_2

Entrada do museu.

museu_pesca_santos_3

Balaenoptera physalus.

museu_pesca_santos_4

23 metros de comprimento e 7 toneladas – Uol

museu_pesca_santos_5

Tubarão.

Sobre o passeio: Apesar de ser um museu simples, ele é bem interessante e divertido. Com exemplares de vários animais taxidermizados (reproduzidos para estudo com carcaças reais), como arraia-manta, tubarões, lulas (único exemplar em exposição no mundo com 5 metros de comprimento), aves e peixes, o museu trás também salas interativas para crianças e que podem ser visitadas pelos grandes também. Uma das salas mais legais pra mim foi a que tem areias e conchas de várias praias do Brasil. Como praias num mesmo pais, estado e até cidade podem ser tão diferentes. Essa diversidade da natureza me encanta.

Tempo do passeio: Demoramos quase duas horas lá dentro, curtindo cada pedaço do local. Foi bem divertido!

Preço: Até a publicação deste post o valor da entrada consta como R$5,00 inteira e R$2,50 para estudantes e professores. Crianças até 6 anos e adultos maiores de 60 anos são isentos.

Onde fica: Avenida Bartolomeu de Gusmão, 192 – Santos/SP – (13) 3261-5260/ 3261-5995

Mais informações: http://www.pesca.sp.gov.br/museu.php

Viagem: Igreja de Madeleine – Paris

madeleine_1

Frente da igreja.

A Igreja de Madeleine começou a ser construída em 1763 em homenagem a Santa Maria Madalena, mas só foi terminada em 1845. Alí anteriormente haviam outras igrejas, que foram sendo refeitas e expandidas para absorver a quantidade de pessoas, até que Louis XV resolve fazê-la maior. A obra passou pela mão de vários arquitetos até ser terminada.

madeleine_3

Vista da Praça da Concórdia da frente da igreja.

madeleine_2

Interior

madeleine_4

Órgão da igreja.

Sobre o passeio: A igreja é maravilhosa. Pelas fotos é impossível entender o tamanho que ela tem. Lá dentro existem estátuas e pinturas lindas e impressionantes, fora os detalhes do chão e o órgão. Quando chegamos lá estava tendo um ensaio de violino maravilhoso e foi emocionante ficar alí por alguns minutos. Vale muito a pena passar por alí.

Preço: Igreja aberta ao público.

Tempo de passeio: Você pode assistir uma missa, ou apenas entrar pra olhar, então o passeio pode demorar de 30 minutos até uma hora.

Estação de metrô próxima: Madeleine.

Mais informações: http://www.eglise-lamadeleine.com/

%d blogueiros gostam disto: