viagem

O que fazer nas férias?

Eu sei que julho já está acabando e que quem tá na vida adulta e não faz parte de instituição de ensino não tem essa de férias de julho, mas vou jogar algumas dicas aqui que você pode fazer até mesmo em finais de semana, que tal?

montanha_1Vladimir Kudinov

Entre em contato com a natureza

Subir uma montanha, correr no parque, fazer um piquenique, sentar na areia e ver o pôr-do-Sol… estar em contato com a natureza já é comprovadamente benéfico pra saúde sabia?

Cientistas da Holanda e do Reino Unido constataram que quando temos contato com ambientes cheios de verde, flores etc, nosso corpo tem uma queda da pressão e aumenta os glóbulos brancos no sangue, responsáveis pela defesa do nosso organismo. No Japão, o pesquisador Yoshifumi Miyazaki chegou a conclusão em seu estudo que nosso corpo foi feito para adaptar-se a natureza. Então porque não curtir essa beleza toda que está muitas vezes pertinho de nós?

catioro_1Matthew Wiebe

Faça uma maratona de séries e filmes

Com o friozinho que tem feito esses dias você pode preferir ficar em casa, a ideia aqui é tranformar isso num evento. Você pode chamar amigos e fazer maratona de filmes como “O Senhor dos Anéis”, “Harry Potter”, “De Volta Para o Futuro”, ou alguma série legal como “Stranger Things”, claro que com comidinhas gostosas, pipoca e muita risada.

juntoGreg Rakozy

Fique perto de quem você gosta

Vale a pena aproveitar as férias e rever aquelas pessoas que você não vê faz tempo. Aqueles amigos que sempre gritam “vamo marcá” e sempre acaba ficando pra depois, ou mesmo aqueles parentes que moram longe e você faz tempo que não vê. Ver gente que sentimos saudade é uma maneira gostosa de passar um dia, nem que seja só um. Além disso ajuda a recarregar as energias e as boas vibrações.

jumpDan Carlson

Curta-se

A gente corre tanto, trabalha, resolve problemas, estuda, é tanta coisa que muitas vezes esquecemos da gente. Use o tempo livre e dê uma pausa. Pratique seu hobby preferido, veja filmes que estão na lista, leia aquele livro que estava encostado, cuide do seu espaço (pode ser seu quarto ou sua casa), cuide do seu corpo (faça as unhas, comece um esporte etc) e da sua mente.

As dicas podem ser um pouco bobas ou óbvias demais, mas acho que não custa nada jogar algumas ideias aqui que são simples e muitas vezes a gente esquece, né? O que vocês gostam de fazer nas férias de vocês?

Viagem: Paris – Transporte, Hospedagem e Impressões

pont_des_artsPont des Arts

Há algum tempo terminei as postagens de Paris e falei sobre os lugares que visitamos por lá, mas ai me toquei que não tinha feito um apanhado de tudo, mapinha, hospedagem e locomoção, assim como fiz de Londres, então pra não me perder e fechar bem estes posts internacionais, hoje vim fechar o ciclo, afinal quem tem ansiedade precisa fechar ciclos.

champs_elyseChamps-Élysées

Hospedagem
Em Paris nós não precisamos nos preocupar com hotel, pois meu irmão mora lá e podemos ficar na casa dele, porém pessoas que conheço foram pra lá e ficaram no Ibis de Montmartre, simples porém bacana pra se jogar na cama gostosa no fim de um dia de caminhada.

moulin_rougeMoulin Rouge

paris_2Placa divertida | Place de La Concorde

Musée-de-l'OrangerieMusée de l’Orangerie, pequeno, mas com a obra Les Nymphéas de Monet. Vi no filme “Meia Noite em Paris” e fiz questão de ir lá. Foto do site do museu, pois não pode tirar fotos.

Transporte
Pudemos tirar um cartão que permitiu metrô e ônibus à vontade por 7 dias por um valor de €25,00, se não me engano. Tivemos direito a ele por ter pessoas conhecidas na cidade, porém o Navigo (nome do cartão) funciona de forma bem parecida do Oyster de Londres, para entender melhor, achei este post ótimo do site Viaje na Viagem. Com este cartão em mãos, o céu era o limite, e como meu irmão e a namorada dele moram lá, ainda ensinaram a gente a pegar ônibus, que preferimos pra poder curtir a vista da cidade enquanto andávamos de um lado pro outro.

trocaderoFoto em Trocadéro

ghibliEu e Ponyo na exposição de originais dos Studio Ghibli, dica maravilhosa do Andres Ramos. Vontade de chorar lá dentro.

Impressões

* Depois de me acostumar com as libras, tive que entender o Euro, mas foi mais tranquilo pois se parece bastante com o real.

* Fomos no mês de outubro/novembro e não achamos franceses fedidos, porém tenho relatos do verão e que a coisa fica tensa no metrô, que por sinal tem algumas estações bem fedidas de xixi.

* Se você passar pela École Militaire vai reparar vários furos na fachada, são marcas de tiros que estão lá desde a Segunda Guerra.

* As farmácias de Paris tem uma cruz verde que pisca de maneira maluca. Não importa onde você vá, você acha uma psicodélica.

* Vinhos bons são EXTREMAMENTE baratos no supermercado! Por €3 você compra um bom vinho. Sem contar queijos deliciosos por preços igualmente em conta. Coma um brie, só te digo isso.

* Os banheiros públicos são diferentíssimos. As portas abrem, você entra e quando sai ele se auto-higieniza para a próxima pessoa que entrar.

* Se seu sonho é comprar uma torrinha e deixar na sua estante, você pode comprar qualquer uma por €1 nas proximidades da torre, mas aconselho a falar “merci” e sair dos ambulantes que são MUITOS e ficam bem irritados se você ignora eles ou se não compra.

* Se você é nerd corra para a loja Album Comics perto da Sorbonne e do Jardim de Luxemburgo, são três lojas pertinho uma da outra e que tem de tudo que você imaginar.

Roteiro de passeios por Paris
Se você gostou e está preparando uma viagem para Paris, deixo aqui o mapa com a maioria dos pontos que conhecemos na Cidade Luz, um lugar que com certeza quero voltar um dia.

Viagem: Ilha Grande – RJ – O que fazer

Se você por acaso acompanha o blog, já deve ter visto o post de onde comer e como chegar em Ilha Grande, e hoje finalmente trago o último post pra deixar todas as informações de passeios da ilha por aqui. O lugar é aqui no Brasil, lindo e merece muito ser visitado.

ilha_grande
Igreja de Abraão

praia_preta
Praia Preta

Abraão

A principal vila da ilha é super charmosa, com lojinhas, restaurantes, creperias, sorveterias e vale um passeio gostoso caminhando. Além disso nas ruas tem alguns hippies e artesãos expondo trabalhos bem bonitos. Ali pertinho tem a Praia Preta, que recebe esse nome por ter partes dela com uma areia bem escura, que eu achei demais!

cachoeira_feiticeira
Cachoeira da Feiticeira

Cachoeira e Praia da Feiticeira

Fizemos logo no primeiro dia a trilha da feiticeira, que dá acesso até a cachoeira e depois a praia de mesmo nome. A trilha é super tranquila, mesmo estando um dia com chuvisco, ela é bem sinalizada e vale super a pena. A cachoeira é linda, muita gente vai até lá dar um mergulho e tirar fotos lindas. Depois você continua a andar por mais um pouco e chega até a praia, que é bem pequenininha, mas gostosinha. A dica é ir cedo e pegar menos movimento por lá. Para voltar pegamos um barco que nos deixou em Abraão, mas dá pra voltar pela trilha, que demora de 50 minutos até 1 hora e meia, vai depender do seu ritmo.

lagoa_azul
Lagoa Verde

Meia Volta na Ilha

Para conhecer várias praias e pontos legais fizemos um passeio de barco com o pessoal da Avant Tour, que tem parceria com a pousada que ficamos. Por motivos de mar de ressaca fizemos só o roteio de Meia Volta na Ilha que faz as seguintes paradas: Lagoa Verde, Maguariquessaba (pra almoço), Lagoa Azul, Praia do Amor e Praia da Feiticeira. Saímos de barco de manhã, com uma chuva de desabar o céu e lembro o noivo falando: “ou var ser horrível, ou vai ser demais”. E não é que foi demais? Logo que o barco parou no primeiro lugar a chuva virou chuvisco e depois do almoço já tínhamos um barco comemorando raios de Sol. Em cada ponto o barco para por um tempo pra você descer, nadar e ver peixinhos. Eles disponibilizam snorkels, mas eu aconselho a levar se você tem nojinho, porque achei eles levemente sujinhos, e sem eles você perde a graça do passeio que é: VER PEIXINHOS! Eu nunca tinha feito algo assim e fiquei maravilhada. É lindo demais ver os bichinhos ali nadando com você, um contato que nunca tive com o mar.

lagoa_verde
Lagoa Verde

praia_amor
Praia do Amor

lopes_mendes
Lopes Mendes

Lopes Mendes

Esta é a praia mais famosa da ilha, pois é considerada uma das praias mais belas do Brasil. Para chegar lá pegamos um catamarã (30/40 minutos) até a Praia do Pouso e de lá temos que pegar uma trilha de mais 30 minutos para atravessar até o outro lado da ilha e chegar na Lopes Mendes, pois é proibido entrar de barco lá. A trilha estava bem escorregadia, o chão lá lembra uma argila e ainda é descida (lembrando que depois tem que voltar tudo), foi difícil mas foi divertido e valeu a pena. O dia estava meio chuviscoso e tinha pouca gente na praia, apesar disso nos divertimos bastante no mar (que é hard!) e caminhamos bastante por lá.

trilha_dois_rios
Vista do topo da trilha

dois_rios
Dois Rios

No último dia escutamos a dica da recepcionista da pousada e resolvemos alugar bicicletas e fazer a trilha da Dois Rios. O plano mesmo era mergulho, mas passei muito mal do estômago, e disseram que mergulhar mexe com o organismo, então não arriscamos e fomos para a trilha. A trilha é basicamente subir um morro por uma hora e depois é só descida, então já viu, levamos a bicicleta para passear. Pra subir foi cansativo, mas descemos em meia hora depois e haja mão pra frear tanto! Chegando lá uma praia linda e o dia mais bonito e ensolarado da viagem, resumindo, uma das praias que mais gostei. A trilha demorou no total 1 hora e meia para ir e 1 hora e meia pra voltar, mas como ficamos o dia lá, deu para descansar e tomar fôlego para a volta.

Estes foram os lugares que visitamos em Ilha Grande, mas ainda tem praia pra caramba, fora a oportunidade de fazer mergulho, que depois do snorkel eu fiquei desejando muito. Gostaram do lugar? Deixo a dica desse lugar MARAVILHOSO com uma natureza exuberante pra você ir e conhecer.

Viagem: Ilha Grande – RJ – Onde comer

comer_ilha_grande_1

Assim como na hora de se hospedar, em Ilha Grande você pode comer bem e da maneira que você quiser. Quando penso em lugares isolados já penso em valores absurdos, mas felizmente lá tudo é bem justo, e o melhor, bem gostoso! Então vem comigo que tenho algumas dicas de lugares pra você comer por lá.

pe_areia

Restaurante Pé na Areia

Resolvemos comer nesse lugar pelo simples fato dele ser fofo. Os guarda-chuvas com uma luz bacana, com mesas na beira do mar e música legal e baixinha tocando, deixando o ambiente super agradável. Apesar do noivo querer experimentar coisas do mar eu não podia sair das comidinhas de sempre pois passei bem mal do estômago na viagem, mas nem por isso foi algo ruim. Comida deliciosa, o pessoal atendeu a gente super bem e até repelente eles ofereciam pra gente passar! Entramos pela aparência e o lugar nos ganhou totalmente. Super indicado!

Onde fica? Rua Da Praia, S/N – Vila de Abraão.
Valores dos pratos: Desde porções (R$30/40) até pratos para duas pessoas (R$85/100).

marola

Marola

Este restaurante flutuante fica na Praia do Pouso, onde desembarcamos para fazer a travessia para a Lopes Mendes, além de super fofo a decoração fica por conta da praia e da natureza ao redor. O atendimento é bacana, almoçamos por lá um peixe super gostoso, ou seja, a comida também é boa, e a experiência interessante pois o lugar todo balança de leve com o mar, o que deixa intrigante a ocasião.

Onde fica? Praia do Pouso.
Valores dos pratos: Entre R$25 e R$90.

kebab_louge

Kebab Lounge

Desde que chegamos na ilha eu fiquei intrigada com esse lugar. Parecia bem diferente e bacana de se comer, e eu não me enganei. O lugar tem decoração bem rústica, com velas nas mesas, algo super gostoso, fora a grata surpresa da comida. Kebab delicioso e gigante! Foi nosso último jantar na ilha e foi maravilhoso.

Onde fica? Rua Santana, Ilha Grande – Vila de Abraão.
Valores dos pratos: Um kebab delicioso e grande por R$32.

fornilha

Pizzaria Fornilha

As pizzas são feitas no forno a lenha, massa fina e uma delícia! O lugar tem um clima gostoso, atendimento bom e fica localizada bem no coração da Vila de Abraão, super fácil de chegar.

Onde fica? Rua Central, Ilha Grande – Vila de Abraão.
Valores dos pratos: Pizzas entre R$ 30 e R$60.

Fora isso a ilha também tem mercadinho e padaria, que servem pra você correr lá e fazer uma boquinha sem gastar muito e deixar sua mochila abastecida pros dias de caminhada. Tem também o pessoal que vende sacolés/chup chup/geladinho de sabores variados, todos bem gostosos. Fica a dica de muita coisa boa pra se comer por lá.

%d blogueiros gostam disto: