animal_farm

“Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, ‘A Revolução dos Bichos’ é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.

Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.

De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos – expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História – mimetizam os que estavam em curso na União Soviética.

Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto.”

A Revolução dos Bichos estava na minha lista fazia um bom tempo, e quando lesionei a perna ano passado e tive que fazer fisioterapias ele se tornou meu amigo de sessões de choque. Peguei diretamente da biblioteca pessoal da mamis, que pra quem não sabe é professora de inglês, e aproveitei também para treinar e ampliar meu vocabulário na língua inglesa.

“All animals are equal, but some animals are more equal than others.”

“Todos os animais são iguais, mas alguns animais são mais iguais que outros.”

Para mim o livro foi uma surpresa, pois achei que seria bem chato, mas você vai entendendo os acontecimentos e vai fazendo comparações com coisas atuais que ocorrem na política, nas relações interpessoais e nos governos, aí a coisa vai ficando boa.

 

“The creatures outside looked from pig to man, and from man to pig, and from pig to man again; but already it was impossible to say which was which.” 

“As criaturas do lado de fora olharam de porco para homem, e de homem para porco, e de porco para homem novamente; mas já era impossível de dizer qual era qual.”

Gorge Orwell critica várias atitudes e situações humanas de uma maneira bem ácida e que faz você refletir a cada página. Indico demais o livro pra quem se interessa por política, mas acho que todo mundo deveria ler e enxergar através de cada comparação e palavra.

Você também pode gostar desses

12 Comments on Livro: Animal Farm (A Revolução dos Bichos) – George Orwell

  1. Eu li este livro 2x e é incrível como ele serve para todas as fases né?
    Eu adorei a ideia do autor de usar animais para abordar assuntos tão sérios..

  2. 1984 eu não gostei logo de cara (talvez porque eu li obrigada para a escola), mas Revolução dos Bichos eu amei e fez com que eu não desistisse do George Orwell. Ainda bem.

  3. Nossa eu li 1984 e fiquei muito na bad.
    Me senti muito sem esperança na vida no universo e tudo mais hahha.
    Fiquei com medinho de ler mais livros dele e cair na bad de novo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *