50 tons de cinza

“Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja, mas em seus próprios termos.”

Este é o primeiro livro da trilogia “Cinquenta Tons de Cinza”, escrito por E. L. James, e que vem fazendo o maior barulho. Mas barulho por quê? É por isso mesmo que resolvi ler o livro que vem causando alvoroço entre as mulheres.

Assim como Crepúsculo, o livro tem uma história bem fraca(ok, é mais fraco que Crepúsculo) e um romance bobo digno de novela da Glória Perez, mas então porque que esse livro é tão procurado? Simplesmente porque ele fala de um assunto que tem muita gente recalcada, acanhada e puritana por aí que abomina, mas adora: sexo.

Anastácia Steele é jovem e inocente. Aos vinte e um anos, nunca teve um namorado. Estudante de Literatura Inglesa na WSU de Vancouver, Ana trabalha meio período numa loja de material de construção e divide um apartamento próximo ao campus da universidade com Katherine Kavanagh, sua melhor amiga.
Christian Grey é misterioso, bonito e bem-sucedido. Com menos de trinta anos, o CEO e fundador da Grey Enterprises Holdings comanda um negócio multimilionário e possui uma imensa fortuna. Reservado e atraente, é um homem de hobbies caros e comportamento extremamente controlador.

E é basicamente sobre estas duas personagens que o livro fala. Christian é obviamente perturbado por alguma coisa no passado dele, não conseguimos descobrir tudo neste primeiro livro, e é por isso que quero continuar e descobrir todos os segredos dele, então breve review dos outros livros por aqui.
Mas e ai? O livro é bom?
Eu gosto muito de romances água com açúcar, SEMPRE gostei, sempre li, então como um bom romance BEEEEEEEM melado, eu gostei. Não é porque um livro não te faz pensar em filosofia do mundo que ele é ruim. Mesmo porque, quem sabe a mulherada sai do armário e resolve ser bem resolvida, né?

Indico pras mulheres que são mulheres de verdade e pras recalcadas deixarem de serem tão hipócritas. Mas se você se choca com facilidade, leia “O Diário da Princesa”.

Sinopse no Skoob

Você também pode gostar desses

5 Comments on Livro: 50 Tons de Cinza – E. L. James

  1. Comprei o primeiro e logo no começo me decepcionei. Minha expectativa era que fosse pelo menos original mas não foi. É o tipo de livro que não recomendaria para ninguém!
    Mas como dizem cada um tem seu gosto e existe público para tudo.

  2. Tenho uma certa curiosidade de ler. Gosto de um romance meio água com açúcar.
    Vejo muita gente falando que é ruim e que na internet tem algo melhor, mas gosto de muita coisa que é considerada ruim, então pode ser que goste desse.
    Beijos

    • @Hellen,

      Ah, deve ter coisa melhor pra ler mesmo, hahaha, mas é um livro bom pra passar o tempo, eu achei interessante.Mas só lendo pra descobrir rs.

      =*

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *