Searching for "kung fu"

Projeto 100 Dias Felizes

100_dias_felizes_1

Eu conheci o projeto #100happydays ano passado, mas este ano eu tive um impulso dado pela Nicas com o post super legal dela, falando que do dia 22/23 de setembro até dia 31 de dezembro faltavam 100 dias para o final do ano. Com essa contagem regressiva tão legal eu resolvi fazer o projeto, que falhei miseravelmente a primeira vez, novamente. Desta vez eu não tiraria a foto do momento, mas escreveria.

Em alguns dias é difícil achar o lado bom, em outros o lado bom parece tão bobo, mas significa muito no meio de tanta coisa. É legal ver como o projeto está fluindo, como muitas vezes as coisas boas são as mesmas coisas (oi kung fu).

Se você se interessou, comece hoje a fazer o seu, ou então, me segue no Instagram pra conferir os #diasfelizesdachell

100_dias_felizes_2

100_dias_felizes_3

100_dias_felizes_4

Vá com Kipling pra qualquer lugar

correspondente_kipling_1

Desde criança eu conheço o famoso macaquinho da Kipling, algumas amigas tinham essa belezinha e eu adorava ver ele chupando dedo, acho que isso era uma mensagem subliminar da minha mente mostrando como eu fico quando passo na frente de uma loja deles. Totalmente rendida com a fofura das coisas.

Então descubro a maravilhosa oportunidade de poder entrar pro time de Correspondentes Kipling e resolvo me jogar nesta loucura. Peguei minhas aquarelas, desenhei os modelos das malas mais MARA que têm por aí e trouxe elas aqui pra vocês conhecerem mais, que tal?

Eu e o noivo somos dois nômades, tem meses que mal paramos em casa no fim de semana, indo nem que seja ali em Minas visitar a família, por isso resolvi falar da linha mais absurda de linda, a Travel, que tem todo tipo de mala pra onde quer que você vá, ou seja, onde quer que eu vá eu tenho um macaquinho pra me acompanhar.

correspondente_kipling_2

A Yacht é um modelo das malas sem estrutura e são ótimas pra quem vai pra praia ou camping, pois são mais fáceis de limpar. O que eu gosto em malas assim é que você consegue sempre apertar uma coisinha a mais, seja a lembrancinha que você comprou pra mãe ou o casaco que você veio usando na viagem. No meu caso, ótima pra visitar a família e voltar com um monte de geleias e doces de leite pra São José. Junte tudo de bom com as cores lindas das malas e tá perfeito.

correspondente_kipling_3

Pra fazer aquele bate e volta de fim de semana a Art M é a melhor! Vira e mexe fazemos umas viagens rápidas pra algum casamento ou então um fim de semana de treino de kung fu no sítio da academia, e este modelo é super prático e espaçoso, ótimo pra levar o que você precisa e não ficar carregando malas enormes.

correspondente_kipling_5

Melhor coisa da Youri Spin 55 é a rodinha que vira 360º, sou apaixonada na praticidade que isso dá na hora de locomover! Este é o tamanho de bordo (33l), ou seja, dá pra carregar com você no avião em viagens maiores, para os eletrônicos e aquela troca de roupa para evitar surpresas irem com você, ou até mesmo em viagens menores para não ficar esperando a mala na esteira. Ela é bem espaçosa e ainda tem essas cores e estampas MARAVILHOSAS pra você viajar com estilo, por que né? Se é pra viajar, que seja assim.

A linha Youri Spin é toda estruturada, indicada pra viagens de avião e ainda tem modelos com maior capacidade, como a 68 que tem capacidade pra 85l e a 78 que cabe de 98 até 116l, é espaço pra caramba e difícil vai ser se segurar pra não passar o peso na hora de embarque.

correspondente_kipling_4

E pra acabar com fofura, tem a linha de necessaires lindas, com compartimentos ótimos pra organizar direitinho o que você for levar, de maquiagem, produto de beleza até bijus. Eu escolhi este modelo super colorido, mas cada coleção deles dá pra se surpreender com as cores e estampas.

Pra onde vocês mais viajam? Qual escolheriam?

selo

Vídeo: Tranças

miniatura_video_blog

Vira e mexe eu tô toda “trançuda”. Na verdade as tranças se tornaram quase obrigatórias nos dias de treinar kung fu e eu adotei mesmo elas quando estava com o cabelo BEM curtinho e não dava pra fazer muita coisa nele, ai as embutidas foram uma mão na roda em formaturas e casamentos.

Já teve bastante gente me pedindo pra mostrar como faço, então finalmente eu fui ali, me montei toda e gravei um vídeo mostrando como faço pra ficar toda trançada. Vale avisar que pra fazer as que eu ensinei, você tem que ter conhecimento básico de fazer uma trança reta que seja.

Gostou? Dá um like no vídeo e assine o canal.

Escolhendo um imóvel para chamar de seu

Comprar um imóvel e escolher um canto pra chamar de seu é ótimo, mas dá um belo de um trabalho quando você resolve começar a procurar. Eu e o noivo estávamos procurando um cantinho desde outubro do ano passado, quase compramos alguns apartamentos e a cada coisa errada a gente se chateava, mas sempre tinha firme que na hora que fosse pra ser nosso, ele seria. Ia bater aquela coisa do comercial do carro sabe? A gente ia olhar um pro outro e dizer: “é esse”. E não é que foi assim?

Por conta das experiências que tivemos resolvi fazer um pequeno guia com algumas dicas que você deve levar em consideração e observar na hora que for comprar um imóvel. Você pode usar algumas delas no caso de locação também, então vamos lá:

comprar um imovel

Localização

A primeira coisa que decidimos foi que queríamos continuar na mesma região que já morávamos. A gente adora morar por aqui, continuaríamos perto do kung fu e eu poderia resolver coisas a pé nos dias que o noivo viaja e eu fico sozinha. Caso precisasse eu contaria com ônibus de fácil acesso, ponto perto e tudo mais.

Vale lembrar que a localização influencia diretamente no preço dos imóveis, bem como no valor dos aluguéis.

O que olhar? Qual tipo de comércio tem por perto, pontos de ônibus, vias de acesso e vizinhança. É bom saber se tem escola, canil, coisas do tipo se você for morar numa casa por exemplo e você quiser um lugar silencioso, ou se você tem crianças é legal saber se existem creches e escolas boas por perto, tudo vai depender do que você busca.

comprar um imovel

Acabamento

Pode parecer besteira, mas é cada coisa que a gente acha quando começa a pesquisar. Algumas das coisas que eu olhava muito nos apartamentos que víamos era a altura do teto. Alguns apartamentos eram tão baixos que o noivo se esticava e conseguia tocar o teto. Eu e o noivo não somos pessoas muito altas, mas eu com meu 1,70 m e ele com o 1,82 m de altura não achamos legal apartamentos baixos demais.

Em um apartamento que achamos até legal, desistimos de qualquer coisa depois de ver que o condomínio era todo largado e desleixado: grades quebradas, churrasqueira faltando pedaço, pinturas antigas e descascadas em toda a área externa, bem zoadinho, importante ver pois isso em algum momento é cobrado no condomínio.

O que olhar? Qualidade das portas e janelas, altura do teto (os banheiros tendem a ser mais baixos que o resto), pisos, azulejos da cozinha e banheiro (eu olhava se era até a metade da parede ou até o teto, que é melhor de acordo com as coisas que mamãe ensinou), acabamento externo do prédio/casa e áreas externas.

foto_2

Acessibilidade

Eu e o noivo moramos longe de toda a nossa família, mas vira e mexe alguém vem nos visitar. Pensando nisso eu tinha a regra de: ou é térreo ou tem que ter elevador. Prédios com mais de 3/4 andares tem que ter elevador, mas por conta disso eles acabam sendo mais caros, assim como o condomínio.

Deixamos várias opções pra trás por não terem elevador, pois avós e tias não teriam como nos visitar e subir lances de escada. Fora que a mudança fica mais cara se o pessoal tem que subir escada, sabia?

O que olhar? Acesso para garagem e entrada do prédio, lances de escada e elevadores.

por-do-sol

Posição do Sol

Você está comprando uma casa que vai ser sua, você vai pagar ela por sei lá quantas décadas as parcelas e vai viver por ali no mínimo uns 10 anos, então uma coisa que precisa ser olhada é onde o Sol bate.

Aqui em casa ele começa o dia pegando na cozinha e no escritório e termina na nossa varanda proporcionando um espetáculo diário, como vocês podem ver na foto. No que isso implica? Humidade nas paredes, roupas secas em menos tempo e luminosidade ($ conta de luz mais barata $).

O que olhar? Onde o Sol se põe e se levanta.

comprar um imovel

O “feeling”

Você pode olhar tudo, luz, acabamento e o que mais for, mas tem que rolar aquela química com o lugar. É engraçado, mas isso realmente acontece. A gente tentou comprar dois antes, tínhamos gostado? Sim, mas nada comparado ao que realmente moramos hoje, foi tipo um estalo na nossa cabeça. Então leve em consideração o sentimento que o lugar te passa, já que você vai morar lá né?

Quero fazer um outro post mais pra frente com detalhes mais técnicos de documentação, mas quero saber se vocês gostaram e se querem saber mais sobre isso, então comentem e perguntem o que mais posso ajudar.

%d blogueiros gostam disto: