Searching for "kung fu"

Cabelo Colorido: Cabelo Rosa Bebê

Cabelo Rosa Bebê

Foto de cabelo rosa clarinho e pontas azuis

Quando a gente encafifa com uma cor.

Eu já queria ter pintado meu cabelo nesta cor de rosa, mesmo sabendo que tons pastéis são difíceis de se chegar pois a descoloração tem que ficar bem clara e tudo mais. Ano passado tentei chegar na cor com uma tinta que ganhei do meu cunhado, uma cor linda da coleção Féria da L’Oreal que só tem cores pastéis e fantasia e só é vendida fora do país. Infelizmente não rolou, como falei no vídeo da semana passada quando contei sobre marcas de tinta, e eu fiquei só na vontade.

Raiz do cabelo rosa bebê e pontas azuis

Chegando na cor desejada

Fim de semana passado eu resolvi retocar a raiz, mesmo ela não estando muito grande, pois vi um vídeo do deus Guy Tang (colorista famosíssimo de cabelo) falando que se você retoca com frequência ele não fica manchado. Então fiz o procedimento como sempre, do jeito que mostrei no meu vídeo lá no canal e resolvi usar uma tinta rosa que eu tinha em casa.

Meu cabelo ficou com um descolorido amarelo bem clarinho e comecei a aplicar a Candy Color Sky Pink. No começo achei que ia ser uma furada, que a cor ia ficar horrível e que não ia pegar. Mas como é bom estar enganada! Foi lavar o cabelo e ver como a cor ficou LINDA!

Raiz do cabelo rosa bebê e pontas azuis

O resultado

Achei a cor maravilhosa e fiquei super surpreendida de como ela pegou no meu cabelo. As fotos do post foram tiradas 6 dias após a coloração, sendo que eu lavo o cabelo TODOS os dias, usando a técnica do low poo porque tenho treinos de kung fu e não rola ficar sem lavar.

As pontinhas ficaram em tom de azul pois antes meu cabelo foi pintado com a Candy Color Blueberry e desbotou pra esse azul LINDO! E como expliquei no vídeo de retoque, não é bom descolorir por cima de uma área que JÁ FOI descolorida, então a tinta que está ali é a da coloração anterior, como o rosa é clarinho, ele não mancha. Na próxima vez que cortar o cabelo acho que vai sair quase todo o azul, então já estou sonhando com ele 100% rosinha, vai ficar lindinho!

Tintas Sky Pink e Blueberry da Candy Color

Onde comprar a tinta?

Se você chegou agora e não sabe, eu vendo as tintas da Candy Color na minha loja, a Alpaka. O estoque sempre acaba bem rápido então fica esperto pra não perder, mas estamos sempre repondo as cores.

Mais posts sobre cabelo?

O que é Cronograma Capilar | O que é Low poo e No poo? | Conheça a Candy Color | Como descolorir o cabelo? | Sobre descoloração | Situações que passei por causa do meu cabelo.

Passeio: Templo Zulai – Cotia/SP

Templo Zulai

Em Cotia, cidade que fica pertinho da capital de São Paulo, encontra-se um espacinho do oriente, e em fevereiro tive a oportunidade de conhecer este lugar. No dia 5 de fevereiro aconteceu por lá a comemoração do Ano Novo Chinês do galo, que pela cultura oriental é comemorado com base nas fases da lua e na posição do sol, diferenciando assim todo ano a data deste acontecimento. No dia de festa você encontra por lá muitas barraquinhas de comida, apresentações de música, leão chinês, kung fu (AMO) e MUITA GENTE!

O Templo Zulai possui uma edificação de 10 mil m2 de área construída, em uma área total de 150.000 m2. O projeto arquitetônico foi inspirado no estilo oriental dos palácios da Dinastia Tang e foi desenvolvido por arquitetos chineses, taiwaneses, japoneses e brasileiros. As obras foram concluídas em outubro de 2003, fazendo surgir, assim, a “Terra Pura” do Budismo Humanista na América do Sul.

Templo Zulai

Templo Zulai

Sobre o passeio

O dia estava bem quente, mas por lá foi fácil encontrar lugares pra se esconder do sol. As comidas das barraquinhas tinham preços tranquilo, variando entre R$5 e R$10, dependendo do que você queria comer. Lembrando que todas as comidas dentro do templo são vegetarianas.

Quero muito voltar lá com mais tempo, curtir melhor o lugar e os jardins, pois no dia estava tudo lotado demais. Se você quer ver as apresentações chegue cedo e fique já no seu lugar, pois não consegui ver nada, já que tudo é feito no pátio e não em um lugar mais alto, então quem fica na parte de cima do lugar só vê algo se realmente sentar e não sair. As apresentações acontecem a tarde toda e são feitas por pessoas que participam dos projetos feitos pelo templo. Apesar do tumulto, o lugar é lindo! Vale muito a visita e se você tiver paciência, vá na comemoração do Ano Novo, porque é bem legal.

Templo Zulai

Templo Zulai

Como chegar?

O templo fica na Estrada Fernando Nobre, 1461 (Acesso pelo Km 28,5 da Rodovia Raposo Tavares), e você vê placas indicativas na rodovia, acesso bem fácil. Porém em dias de evento recomenda-se chegar BEM cedo, pois fica tudo lotado, principalmente estacionamentos.

Quanto? Entrada gratuita, até nos dias de evento.

Quer saber mais?
Visite o site do templo: http://www.templozulai.org.br

Ensaio Fotográfico com Gio Coppi

gio_9

Teve uma época da minha vida que você poderia me achar uma garota muito moleque: andava de rabo de cavalo com meu cabelo que ia pra lá da cintura, uma bermuda de tactel, uma camiseta e meu All Star. Pra mim era aquilo que eu precisava. Sandálias, saias, blusinhas, passavam bem longe do meu guarda-roupa. Mesmo assim eu ainda chamei atenção de um rapaz, que hoje é meu noivo. Eu sempre disse que ele deve ter tido algum vislumbre de potencial ali.

Depois de um tempo adicionei algumas saias e sandálias, mas nunca nada demais. Na faculdade as minhas amigas de república falavam pra eu colocar outras roupas na hora de sair pra algumas festinhas, e algumas vezes elas me emprestavam coisas delas, mas depois me via nas fotos e raramente achava que aquilo era eu. Eu sempre me senti uma menina, mesmo depois da terrível fase da adolescência, quando parece que seu corpo é uma geringonça total, eu ainda não tinha uma visão real de quem eu era. Sempre quis ser como as mulheres que eu via na rua, pessoas que eu conhecia, mas quando eu usava algo parecido eu já não me encontrava. Meu querer era completamente diferente do que eu era.

Há um tempo atrás olhei algumas fotos do kung fu e percebi como eu sou magra. Nunca havia me enxergado daquela maneira. Cintura, pernas longas, braços cumpridos, até parecia que alguém tinha feita uma montagem com meu corpo, mas não, era puramente apenas eu. A grande maioria das pessoas sempre quer ser “mais magra”, entrar em padrões, ter abdômen trincado, parece que nunca está bom, mas eu comecei a ver como eu estava me sentindo bonita.

Neste momento uma amiga muito especial, dessas que tem um olhar bonito pra enxergar além das lentes de uma máquina, me chamou pra tirar fotos. Eu topei. Sabia que as fotos dela são de mulheres maduras, mas horas, se aos meus 28 anos eu não me considerar uma mulher, quando isso vai acontecer? Apesar das minhas playlists de músicas da Disney e meu tênis de LED eu me considero madura.

gio_1

gio_2

gio_3

gio_4

gio_5

gio_6

gio_7

gio_8

Foi uma tarde divertida, eu me despi bem pouco da vergonha que sentia e ela foi vendo como eu estava no momento. O resultado, foram fotos de um momento único pra mim. Um momento que eu estou me descobrindo como uma pessoa dona de mim, mais confiante de quem sou, do que gosto e de quem quero ser.

Essa amiga linda é a Gio, ela faz retratos MARAVILHOSOS de mulheres, além de fotos de modelos ótimas. Você pode agendar com ela, os preços são muito bacanas e posso dizer que é uma experiência única. Você termina de ver as fotos e se sente linda e maravilhosa, porque você é linda sim!

Já agradeci muito ela, porque foi muito importante pra mim este ensaio. Foi um presente pra minha alma, que andava perdida na minha ansiedade, e acredito que sim, um ensaio pode fazer muito por você.

Conheça a Gio
Site | Instagram | Facebook

Ilustração: Inktober 2016

inktober_1

Ano passado foi a primeira vez que participei de um Inktober, um movimento bastante conhecido por ilustradores e que foi idealizado por Jake Park, um artista de Utah nos EUA. Para participar do projeto, basta desenhar com tinta (ink) um desenho por dia de outubro (october), finalizando o mês com 31 artes.

No ano passado meu Inktober virou um zine, que ainda está disponível pra quem quiser comprá-lo. O tema foram meninas fofas e animais marinhos, coisas que adoro desenhar, mas este ano eu queria algo diferente, que me fizesse sair da zona de conforto. Foi ai que o noivo deu a ideia de fazer o tema kung fu, esporte que praticamos, e eu achei interessante pelos motivos:

1. Me forçaria a praticar posições bem diferentes das que eu estou acostumada;
2. Estudaria mais músculos e traços masculinos, algo que tenho dificuldade;
3. Teria de entender melhor movimento de tecidos e caimento, algo que também não sou muito boa.

Resumindo, eu sairia muito da zona de conforto para a maioria dos desenhos e teria de treinar mais coisas que tenho dificuldade, então, me joguei. Em alguns dias foi complicado fazer os desenhos, não saíam de jeito nenhum, em outros parece que tudo ia mais fácil, foram 31 dias de muito amor e ódio, mas no fim do mês eu finalmente consegui entregar os 31 desenhos.

inktober_2

inktober_3

inktober_4

inktober_5

inktober_6

inktober_7

inktober_8

inktober_9Em chinês, “xie xie“, ou obrigada.

Eles não ficaram muito elaborados como ano passado, mas fiquei feliz com o resultado, pois nesses dias eu tive que apagar e refazer muita coisa. Alguns ficaram bem ruins pra mim, mas não tinha muito tempo hábil pra tentar mais e tive que postar da maneira como saíram, mas é melhor treinar um pouco do que não treinar né?

E vocês? Participaram do Inktober? O que acharam do resultado final?

%d blogueiros gostam disto: